Acusada de tentar matar o marido é presa em Capela

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 03/01/2019 às 06:06:00

 

Policiais lotados na Dele-
gacia de Capela (Vale do 
Cotinguiba) prenderam, no fim da manhã de ontem, Jandra Vieira dos Santos, 43 anos, acusada de planejar uma tentativa de homicídio contra o próprio marido, Josiel dos Santos, 47. O crime foi praticado no dia 20 de outubro do ano passado, no povoado Pau d'Arco, em Capela. 
Segundo o delegado Carlos Frederico Muricy Souza, a ação contou com a participação da filha e do genro de Jandra. De acordo com as investigações, Jandra planejou, pagou e forneceu uma arma de fogo do tipo espingarda para que Pedro Feitosa dos Santos, de 28 anos, executasse o crime. A motivação do crime teria sido o ódio que a filha tinha pelo pai porque ele não queria ela e o ex-namorado, Pedro Feitosa, dentro da casa dele. Tal fato se deu porque Pedro é ex-presidiário condenado por latrocínio e por suspeitas de que os dois estivessem envolvidos em tráfico de drogas. 
Ainda de acordo com o delegado, Isamara, 19 anos, filha de Jandra encontra-se presa preventivamente. Já parceiro dela, Pedro, é ex-presidiario e possui passagens pelos crimes de latrocínio e tráfico de drogas. O acusado ainda continua foragido e buscas estão sendo realizadas para encontrá-lo. Qualquer informação pode ser passada por meio do Disque-Denúncia, pelo número 181; ou pelo aplicativo Disque-Denúncia SE. 

Policiais lotados na Dele- gacia de Capela (Vale do  Cotinguiba) prenderam, no fim da manhã de ontem, Jandra Vieira dos Santos, 43 anos, acusada de planejar uma tentativa de homicídio contra o próprio marido, Josiel dos Santos, 47. O crime foi praticado no dia 20 de outubro do ano passado, no povoado Pau d'Arco, em Capela. 
Segundo o delegado Carlos Frederico Muricy Souza, a ação contou com a participação da filha e do genro de Jandra. De acordo com as investigações, Jandra planejou, pagou e forneceu uma arma de fogo do tipo espingarda para que Pedro Feitosa dos Santos, de 28 anos, executasse o crime. A motivação do crime teria sido o ódio que a filha tinha pelo pai porque ele não queria ela e o ex-namorado, Pedro Feitosa, dentro da casa dele. Tal fato se deu porque Pedro é ex-presidiário condenado por latrocínio e por suspeitas de que os dois estivessem envolvidos em tráfico de drogas. 
Ainda de acordo com o delegado, Isamara, 19 anos, filha de Jandra encontra-se presa preventivamente. Já parceiro dela, Pedro, é ex-presidiario e possui passagens pelos crimes de latrocínio e tráfico de drogas. O acusado ainda continua foragido e buscas estão sendo realizadas para encontrá-lo. Qualquer informação pode ser passada por meio do Disque-Denúncia, pelo número 181; ou pelo aplicativo Disque-Denúncia SE.