Acusado de arrombamentos em Aracaju é preso em Maceió

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 04/01/2019 às 06:31:00

 

A Delegacia de Roubos e Furtos (Derof) localizou Eduardo Pereira Santana, acusado da prática de diversos furtos em residências, empresas; assim como no prédio da Secretaria Municipal de Educação da capital sergipana. Ele foi preso em flagrante enquanto furtava a casa de um policial civil em Maceió (AL).
Segundo a delegada Juliana Alcoforado, as investigações foram iniciadas em julho do ano passado. No processo, foram analisadas as imagens captadas por câmeras de segurança de lugares invadidos e de locais próximos, o que permitiu a identificação do acusado. Em um cerco policial realizado em novembro, Eduardo conseguiu fugir, mas diversos objetos foram recuperados.
Nas ações criminosas, o acusado furtou desde aparelhos celulares até a quantia aproximada de R$ 300 mil em joias, que já foram devolvidas aos proprietários. Demais objetos ainda continuam na Derof. A Polícia Civil de Sergipe está providenciando o cumprimento dos mandados de prisão expedidos em Sergipe, assim como o depoimento do acusado para esclarecimentos sobre qual era o destino dos bens furtados. 
A Polícia Civil pede que as possíveis vítimas do acusado compareçam até a unidade policial para que os bens recuperados possam ser devolvidos. Além disso, reitera que informações e denúncias sobre ações criminosas e suspeitos da prática de crimes podem ser repassados por meio do Disque-Denúncia, no telefone 181; ou pelo aplicativo Disque-Denúncia SE.

A Delegacia de Roubos e Furtos (Derof) localizou Eduardo Pereira Santana, acusado da prática de diversos furtos em residências, empresas; assim como no prédio da Secretaria Municipal de Educação da capital sergipana. Ele foi preso em flagrante enquanto furtava a casa de um policial civil em Maceió (AL).
Segundo a delegada Juliana Alcoforado, as investigações foram iniciadas em julho do ano passado. No processo, foram analisadas as imagens captadas por câmeras de segurança de lugares invadidos e de locais próximos, o que permitiu a identificação do acusado. Em um cerco policial realizado em novembro, Eduardo conseguiu fugir, mas diversos objetos foram recuperados.
Nas ações criminosas, o acusado furtou desde aparelhos celulares até a quantia aproximada de R$ 300 mil em joias, que já foram devolvidas aos proprietários. Demais objetos ainda continuam na Derof. A Polícia Civil de Sergipe está providenciando o cumprimento dos mandados de prisão expedidos em Sergipe, assim como o depoimento do acusado para esclarecimentos sobre qual era o destino dos bens furtados. 
A Polícia Civil pede que as possíveis vítimas do acusado compareçam até a unidade policial para que os bens recuperados possam ser devolvidos. Além disso, reitera que informações e denúncias sobre ações criminosas e suspeitos da prática de crimes podem ser repassados por meio do Disque-Denúncia, no telefone 181; ou pelo aplicativo Disque-Denúncia SE.