Gilfran Matheus é confirmado no comando do Corpo de Bombeiros

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 05/01/2019 às 06:30:00

 

O secretário da Segurança Pública, João Eloy de Menezes, confirmou ontem que o coronel BM Gilfran Marcélio Copete Santos Mateus, que respondia interinamente pelo Comando do Corpo de Bombeiros de Sergipe, será efetivado no cargo. O oficial do Corpo de Bombeiros foi comunicado sobre a decisão da Secretaria da Segurança Pública em uma reunião na sede da SSP. Também foi confirmada a permanência do coronel BM Luiz Henrique Melo dos Santos no subcomando da Corporação. O oficial também respondia interinamente pelo cargo, desde as últimas mudanças que ocorreram no Comando do Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe, em outubro de 2018. 
O coronel Gilfran tem 45 anos e ingressou no Corpo de Bombeiros como cadete em 1995. Formou-se em 1997 na Academia do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal. Aperfeiçoou-se também Brasília (DF), em 2004. Em 2013, finalizou o curso de especialização em Gestão Estratégica em Segurança Pública, equivalente ao curso superior de Bombeiro Militar. 
Segundo o coronel Mateus, as metas são o fortalecimento operacional da Instituição e a modernização da legislação que define normas de trabalho do Corpo de Bombeiros. Nos próximos dias, haverá reuniões com os oficiais a fim de começar a implementação das novas estratégias de atuação.

O secretário da Segurança Pública, João Eloy de Menezes, confirmou ontem que o coronel BM Gilfran Marcélio Copete Santos Mateus, que respondia interinamente pelo Comando do Corpo de Bombeiros de Sergipe, será efetivado no cargo. O oficial do Corpo de Bombeiros foi comunicado sobre a decisão da Secretaria da Segurança Pública em uma reunião na sede da SSP. Também foi confirmada a permanência do coronel BM Luiz Henrique Melo dos Santos no subcomando da Corporação. O oficial também respondia interinamente pelo cargo, desde as últimas mudanças que ocorreram no Comando do Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe, em outubro de 2018. 
O coronel Gilfran tem 45 anos e ingressou no Corpo de Bombeiros como cadete em 1995. Formou-se em 1997 na Academia do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal. Aperfeiçoou-se também Brasília (DF), em 2004. Em 2013, finalizou o curso de especialização em Gestão Estratégica em Segurança Pública, equivalente ao curso superior de Bombeiro Militar. 
Segundo o coronel Mateus, as metas são o fortalecimento operacional da Instituição e a modernização da legislação que define normas de trabalho do Corpo de Bombeiros. Nos próximos dias, haverá reuniões com os oficiais a fim de começar a implementação das novas estratégias de atuação.