Pacientes já estão sendo atendidos em emergência

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 09/01/2019 às 07:35:00

 

Na tarde desta terça-feira8, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) reiniciou os atendimentos ambulatoriais no Hospital Nestor Piva (Zona Norte). A retomada foi possível graças ao contrato emergencial de uma empresa terceirizada, que passou a ficar responsável por toda administração da unidade, da segurança e composição das escalas profissionais, ao abastecimento de medicamentos. Até o início da noite, já tinham sido atendidos cerca de 20 pacientes.
Um deles foi a dona de casa e moradora do bairro 17 de Março Janete Santos, que procurou atendimento médico no Zona Norte com a sobrinha, motivada por um quadro de depressão. "O atendimento foi ótimo e hoje eu tiro o chapéu. O hospital está de parabéns porque o atendimento foi muito rápido. Logo que cheguei fui para a sala da triagem, e imediatamente entrei na sala do médico, que passou a medicação e em seguida não demorei para ser medicada. Foi ótimo mesmo o atendimento de hoje" reconheceu.
A coordenadora do Hospital Nestor Piva, Camila Beatriz Oliveira, diz que a agilidade no atendimento se deu pela normalização das escalas. "O atendimento da clínica médica está normal, estamos funcionando com quatro profissionais para atender a população. Quem precisar de atendimento no setor de clínica não vai deixar de ser assistido. Nossa equipe está toda preparada para atender tanto a clínica médica, como a enfermagem. Qualquer paciente que tiver alguma queixa clínica, como diarreia, febre, vômito, tontura ou dor no peito, pode procurar nossa unidade", garantiu.
Exemplo disso foi o professor de Educação Física Alexandro Silveira dos Santos. Ele teve um dos sintomas citados por Camila, e também pode receber atendimento no zona Norte. "Está sendo ótimo. Cheguei aqui tonto, com a pressão alta e o atendimento foi rápido. Eu vim do Huse e logo fui atendido, muito bom", constatou.
As outras duas especialidades que possuem oferta na unidade hospitalar, ortopedia e sutura ainda estão passando por readequações nas escalas médicas, porém, até o final desta semana, todos os atendimentos já devem estar liberados.

Na tarde desta terça-feira8, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) reiniciou os atendimentos ambulatoriais no Hospital Nestor Piva (Zona Norte). A retomada foi possível graças ao contrato emergencial de uma empresa terceirizada, que passou a ficar responsável por toda administração da unidade, da segurança e composição das escalas profissionais, ao abastecimento de medicamentos. Até o início da noite, já tinham sido atendidos cerca de 20 pacientes.
Um deles foi a dona de casa e moradora do bairro 17 de Março Janete Santos, que procurou atendimento médico no Zona Norte com a sobrinha, motivada por um quadro de depressão. "O atendimento foi ótimo e hoje eu tiro o chapéu. O hospital está de parabéns porque o atendimento foi muito rápido. Logo que cheguei fui para a sala da triagem, e imediatamente entrei na sala do médico, que passou a medicação e em seguida não demorei para ser medicada. Foi ótimo mesmo o atendimento de hoje" reconheceu.
A coordenadora do Hospital Nestor Piva, Camila Beatriz Oliveira, diz que a agilidade no atendimento se deu pela normalização das escalas. "O atendimento da clínica médica está normal, estamos funcionando com quatro profissionais para atender a população. Quem precisar de atendimento no setor de clínica não vai deixar de ser assistido. Nossa equipe está toda preparada para atender tanto a clínica médica, como a enfermagem. Qualquer paciente que tiver alguma queixa clínica, como diarreia, febre, vômito, tontura ou dor no peito, pode procurar nossa unidade", garantiu.
Exemplo disso foi o professor de Educação Física Alexandro Silveira dos Santos. Ele teve um dos sintomas citados por Camila, e também pode receber atendimento no zona Norte. "Está sendo ótimo. Cheguei aqui tonto, com a pressão alta e o atendimento foi rápido. Eu vim do Huse e logo fui atendido, muito bom", constatou.
As outras duas especialidades que possuem oferta na unidade hospitalar, ortopedia e sutura ainda estão passando por readequações nas escalas médicas, porém, até o final desta semana, todos os atendimentos já devem estar liberados.