Sergipe continua treinando com portões fechados

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 10/01/2019 às 06:41:00

 

Mais um dia de treino no Sergipe. Mas um dia de expectativa do torcedor e da imprensa que não pode ver os jogadores em ação. A determinação continua firme e os treinos não tem imagem nem a presença do torcedor. O treinador Luizinho Vieira justifica a atitude como uma forma de dar tranquilidade ao elenco para desenvolver as atividades na semana que antecede ao grande clássico.
Uma baixa no Sergipe é certa para o clássico de domingo, o zagueiro Edivan se lesionou no amistoso contra o Coruripe, está em tratamento, mas já tem como certa a sua ausência na partida. Luizinho terá mais alguns dias para definir o substituto de Edivan.  
Na tarde desta quarta-feira, 9, o Sergipe continuou sua preparação para o jogo de domingo contra o Confiança. O time participou de um treino tático com atividades em campo reduzido, um artifício usado pelo técnico Luizinho Vieira para trabalhar os reflexos e a velocidade do time.
 - O campo reduzido serve para trabalharmos a parte cognitiva, o pensamento rápido, o reflexo e principalmente a velocidade de passe. Treinamos isso para tirar a pressão do adversário, principalmente no campo do oponente. É como penso futebol. Fizemos isso com grande volume na pré-temporada - garantiu o treinador.

Mais um dia de treino no Sergipe. Mas um dia de expectativa do torcedor e da imprensa que não pode ver os jogadores em ação. A determinação continua firme e os treinos não tem imagem nem a presença do torcedor. O treinador Luizinho Vieira justifica a atitude como uma forma de dar tranquilidade ao elenco para desenvolver as atividades na semana que antecede ao grande clássico.
Uma baixa no Sergipe é certa para o clássico de domingo, o zagueiro Edivan se lesionou no amistoso contra o Coruripe, está em tratamento, mas já tem como certa a sua ausência na partida. Luizinho terá mais alguns dias para definir o substituto de Edivan.  
Na tarde desta quarta-feira, 9, o Sergipe continuou sua preparação para o jogo de domingo contra o Confiança. O time participou de um treino tático com atividades em campo reduzido, um artifício usado pelo técnico Luizinho Vieira para trabalhar os reflexos e a velocidade do time.
 - O campo reduzido serve para trabalharmos a parte cognitiva, o pensamento rápido, o reflexo e principalmente a velocidade de passe. Treinamos isso para tirar a pressão do adversário, principalmente no campo do oponente. É como penso futebol. Fizemos isso com grande volume na pré-temporada - garantiu o treinador.