Volta às Aulas: SMTT inicia operação com ação educativa no bairro Grageru

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 15/01/2019 às 06:25:00

 

Crianças e adolescentes que estudam em escolas de Aracaju começaram o ano letivo nesta segunda-feira e a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) deu início à Operação Volta às Aulas 2019. O objetivo é levar uma mensagem de conscientização a pais, estudantes e funcionários das instituições de ensino, além de organização do trânsito em locais com maior fluxo de veículos.
O ponto de partida da operação foi o Colégio de Ciências Pura e Aplicada (CCPA), no bairro Grageru. O trabalho da Coordenadoria de Educação para o Trânsito (CET) e dos agentes da SMTT começou às 6h. Pais e responsáveis que chegavam à escola eram abordados pelo grupo e recebiam orientações sobre o uso da cadeirinha, cinto de segurança, travessia na faixa de pedestre e outras informações importantes para um desembarque seguro.
O coordenador de Trânsito da SMTT, major Alexandre Cardoso, ressaltou que os agentes também realizaram um trabalho educativo, junto aos condutores, para amenizar os transtornos no trânsito em entorno das escolas em horários de entrada e saída. "Reforçamos que o pai ou a mãe deve estacionar em local adequado, seguro e levar seu filho até a porta da escola ou, no caso de adolescentes e pré-adolescentes, combinar um ponto em que o aluno possa descer e caminhar em segurança. Isso dá maior fluidez ao trânsito", explicou. 

Crianças e adolescentes que estudam em escolas de Aracaju começaram o ano letivo nesta segunda-feira e a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) deu início à Operação Volta às Aulas 2019. O objetivo é levar uma mensagem de conscientização a pais, estudantes e funcionários das instituições de ensino, além de organização do trânsito em locais com maior fluxo de veículos.
O ponto de partida da operação foi o Colégio de Ciências Pura e Aplicada (CCPA), no bairro Grageru. O trabalho da Coordenadoria de Educação para o Trânsito (CET) e dos agentes da SMTT começou às 6h. Pais e responsáveis que chegavam à escola eram abordados pelo grupo e recebiam orientações sobre o uso da cadeirinha, cinto de segurança, travessia na faixa de pedestre e outras informações importantes para um desembarque seguro.
O coordenador de Trânsito da SMTT, major Alexandre Cardoso, ressaltou que os agentes também realizaram um trabalho educativo, junto aos condutores, para amenizar os transtornos no trânsito em entorno das escolas em horários de entrada e saída. "Reforçamos que o pai ou a mãe deve estacionar em local adequado, seguro e levar seu filho até a porta da escola ou, no caso de adolescentes e pré-adolescentes, combinar um ponto em que o aluno possa descer e caminhar em segurança. Isso dá maior fluidez ao trânsito", explicou.