Reunião na UFS discute o curso de Farmácia

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 22/01/2019 às 07:41:00

 

Na manhã desta segunda-feira, a Diretoria do Conselho Regional de Farmácia de Sergipe (CRF/SE) e os representantes no Conselho Federal se reuniram com o reitor da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Ângelo Antoniolli, e com membros do corpo docente do curso de Farmácia da instituição. 
O encontro foi motivado pelo Dia do Farmacêutico, comemorado no domingo, 20 de janeiro, e teve como objetivo debater políticas públicas na área da saúde, reforçando a importância do Farmacêutico enquanto profissional essencial. 
Outro aspecto tratado na reunião diz respeito à atuação do CRF/SE. Por se tratar de um órgão fiscalizador, o Conselho de Farmácia tem papel fundamental na garantia da assistência farmacêutica no estado, zelando pela ética e disciplina profissional e assegurando que não haja irregularidades nos estabelecimentos. Apesar dos avanços que têm sido feitos, o presidente do CRF/SE, Marcos Cardoso Rios, demonstra preocupação com o estado atual da assistência farmacêutica em Sergipe. 
Segundo a professora Adriana Andrade Carvalho, diretora do Campus da UFS em Lagarto. "Acho que seria interessante, por exemplo, termos momentos nos quais representantes do Conselho possam ir até as salas de aula para explicar aos alunos a sua importância e a necessidade dessa valorização profissional", sugere durante a reunião. 

Na manhã desta segunda-feira, a Diretoria do Conselho Regional de Farmácia de Sergipe (CRF/SE) e os representantes no Conselho Federal se reuniram com o reitor da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Ângelo Antoniolli, e com membros do corpo docente do curso de Farmácia da instituição. 
O encontro foi motivado pelo Dia do Farmacêutico, comemorado no domingo, 20 de janeiro, e teve como objetivo debater políticas públicas na área da saúde, reforçando a importância do Farmacêutico enquanto profissional essencial. 
Outro aspecto tratado na reunião diz respeito à atuação do CRF/SE. Por se tratar de um órgão fiscalizador, o Conselho de Farmácia tem papel fundamental na garantia da assistência farmacêutica no estado, zelando pela ética e disciplina profissional e assegurando que não haja irregularidades nos estabelecimentos. Apesar dos avanços que têm sido feitos, o presidente do CRF/SE, Marcos Cardoso Rios, demonstra preocupação com o estado atual da assistência farmacêutica em Sergipe. 
Segundo a professora Adriana Andrade Carvalho, diretora do Campus da UFS em Lagarto. "Acho que seria interessante, por exemplo, termos momentos nos quais representantes do Conselho possam ir até as salas de aula para explicar aos alunos a sua importância e a necessidade dessa valorização profissional", sugere durante a reunião.