Homem morre enquanto dirigia

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O carro se chocou com um poste no Bairro Industrial
O carro se chocou com um poste no Bairro Industrial

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 22/01/2019 às 07:41:00

 

Peritos criminalistas seguem estudando as causas do acidente que vitimou fatalmente um homem na madrugada de ontem, no bairro Industrial, zona Norte de Aracaju. De acordo com a Companhia de Polícia de Trânsito (CPTran), uma unidade da corporação foi acionada pelo Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) para atender a ocorrência. Ao se aproximar do local foi possível se deparar com o condutor já sem apresentar sinais vitais. Profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados, mas não conseguiram reverter o quadro clínico da vítima. A Polícia Militar se deparou com documentos referentes à Joismarques Santos Bomfim, 44 anos.
De acordo com a corporação policial essa identidade de fato pode ser da vítima que no momento do impacto - por volta das 4h -, estava sozinho no veículo. Análises iniciais dão a entender que Joismarques pode ter sofrido um mal súbito que o levou a perder o controle da direção e bater em um poste da rede elétrica. O resultado da perícia deve ser apresentado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública, através do Instituto Médico Legal (IML) em até 30 dias úteis. Um dos responsáveis por acionar o Ciosp, o morador João Maria informou que apesar do óbito o barulho não foi grande ao ponto de despertar o sono de muitos vizinhos.
"Por ser uma área de muito movimento somos acostumados a ouvir freadas de carros, diferente desse. Eu ouvi porque costumo acordar cedo e ouvir rádio. Fui ver o que tinha acontecido e na mesma hora liguei para a polícia. Alguns vizinhos se acordaram mais com as luzes e sirenes das viaturas do que com o próprio impacto da batida. Mais um caso triste no trânsito dessa área que realmente é muito perigosa", disse a testemunha antes de ser informado do possível mal súbito sofrido pelo motorista. Contabilidade da Segurança Pública indicam que esse foi o terceiro registro de morte no trânsito da capital sergipana somente neste início de 2019.
Somente neste final de semana, conforme oficializou a CPtran, foram registrados 10 acidentes com sete vítimas lesionadas e uma vítima fatal. No acumulado do ano até a tarde de ontem foram registrados 44 acidentes automotivos. "Por isso as campanhas preventivas são muito importantes nesse período. E é o que nós fazemos, além de aumentar o policiamento ostensivo e de fiscalização. Mas sem a participação e a consciência do motorista da vez, não vamos conseguir diminuir os casos", declarou o capitão Adelvan Silveira, comandante da CPTran. "Para evitar acidentes é preciso que todos os motoristas, motociclistas e pedestres redobrem as atenções", concluiu. (Milton Alves Júnior)

Peritos criminalistas seguem estudando as causas do acidente que vitimou fatalmente um homem na madrugada de ontem, no bairro Industrial, zona Norte de Aracaju. De acordo com a Companhia de Polícia de Trânsito (CPTran), uma unidade da corporação foi acionada pelo Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) para atender a ocorrência. Ao se aproximar do local foi possível se deparar com o condutor já sem apresentar sinais vitais. Profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados, mas não conseguiram reverter o quadro clínico da vítima. A Polícia Militar se deparou com documentos referentes à Joismarques Santos Bomfim, 44 anos.
De acordo com a corporação policial essa identidade de fato pode ser da vítima que no momento do impacto - por volta das 4h -, estava sozinho no veículo. Análises iniciais dão a entender que Joismarques pode ter sofrido um mal súbito que o levou a perder o controle da direção e bater em um poste da rede elétrica. O resultado da perícia deve ser apresentado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública, através do Instituto Médico Legal (IML) em até 30 dias úteis. Um dos responsáveis por acionar o Ciosp, o morador João Maria informou que apesar do óbito o barulho não foi grande ao ponto de despertar o sono de muitos vizinhos.
"Por ser uma área de muito movimento somos acostumados a ouvir freadas de carros, diferente desse. Eu ouvi porque costumo acordar cedo e ouvir rádio. Fui ver o que tinha acontecido e na mesma hora liguei para a polícia. Alguns vizinhos se acordaram mais com as luzes e sirenes das viaturas do que com o próprio impacto da batida. Mais um caso triste no trânsito dessa área que realmente é muito perigosa", disse a testemunha antes de ser informado do possível mal súbito sofrido pelo motorista. Contabilidade da Segurança Pública indicam que esse foi o terceiro registro de morte no trânsito da capital sergipana somente neste início de 2019.
Somente neste final de semana, conforme oficializou a CPtran, foram registrados 10 acidentes com sete vítimas lesionadas e uma vítima fatal. No acumulado do ano até a tarde de ontem foram registrados 44 acidentes automotivos. "Por isso as campanhas preventivas são muito importantes nesse período. E é o que nós fazemos, além de aumentar o policiamento ostensivo e de fiscalização. Mas sem a participação e a consciência do motorista da vez, não vamos conseguir diminuir os casos", declarou o capitão Adelvan Silveira, comandante da CPTran. "Para evitar acidentes é preciso que todos os motoristas, motociclistas e pedestres redobrem as atenções", concluiu. (Milton Alves Júnior)