Pai que agrediu o filho com socos é preso em Frei Paulo

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 24/01/2019 às 06:48:00

 

Policiais civis da Delegacia de Frei Paulo (Agreste) prenderam, no fim da manhã de ontem, um lavrador de 45 anos acusado de agredir fisicamente o próprio filho, um adolescente de 13 anos, com um soco no olho. De acordo com o delegado Leógenes Corrêa Bispo, a agressão ocorreu porque o pai, que tem porte físico muito maior do que o adolescente, queria uma corrente dourada que o adolescente comprou com o próprio dinheiro. Com a negativa, o acusado agrediu o filho com um soco no olho e outro na boca, golpes que deixaram o rosto da vítima roxo e inchado.
Ainda segundo o delegado, o acusado não fornece nenhum tipo de auxílio aos filhos e atualmente convive com uma outra companheira, a qual também já prestou boletim de ocorrência contra o lavrador por violência doméstica. O homem foi preso, encaminhado à delegacia e ficará à disposição do Poder Judiciário. O acusado irá responder por lesão corporal em situação de violência familiar e doméstica. O adolescente estuda e mora com a mãe, ajudando nos cuidados com os três irmãos, também menores de idade. 

Policiais civis da Delegacia de Frei Paulo (Agreste) prenderam, no fim da manhã de ontem, um lavrador de 45 anos acusado de agredir fisicamente o próprio filho, um adolescente de 13 anos, com um soco no olho. De acordo com o delegado Leógenes Corrêa Bispo, a agressão ocorreu porque o pai, que tem porte físico muito maior do que o adolescente, queria uma corrente dourada que o adolescente comprou com o próprio dinheiro. Com a negativa, o acusado agrediu o filho com um soco no olho e outro na boca, golpes que deixaram o rosto da vítima roxo e inchado.
Ainda segundo o delegado, o acusado não fornece nenhum tipo de auxílio aos filhos e atualmente convive com uma outra companheira, a qual também já prestou boletim de ocorrência contra o lavrador por violência doméstica. O homem foi preso, encaminhado à delegacia e ficará à disposição do Poder Judiciário. O acusado irá responder por lesão corporal em situação de violência familiar e doméstica. O adolescente estuda e mora com a mãe, ajudando nos cuidados com os três irmãos, também menores de idade.