Arquivo Público de Sergipe será reinaugurado segunda-feira

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 26/01/2019 às 06:28:00

 

O governador Belivaldo Chagas reinaugura, no fim da tarde da próxima segunda-feira, 28, o prédio sede do Arquivo Público do Estado de Sergipe Palácio Carvalho Neto (Apes), que passou por reforma e modernização. A obra, contratada pela Companhia Elétrica de Sergipe (Celse), recebeu investimentos de cerca de R$ 900 mil. A iniciativa  é fruto de uma parceria com o governo do Estado, e visa a preservação de prédios públicos e históricos como esse, construído em 1936, para abrigar a então 'Biblioteca Pública e a Secção do Arquivo Público'. 
O gigantesco arquivo teve sua origem na Seção de Arquivo da Biblioteca Pública Provincial, criada em 1848 (Lei n° 2.33), com a finalidade de guardar os originais ou cópias de quaisquer papéis do Governo Geral ou Provincial, cuja guarda no arquivo se julgava conveniente, além de notícias importantes.
As obras do Arquivo Público foram iniciadas em abril de 2018. O auditório, com capacidade para 96 pessoas, foi totalmente recuperado e nele implantado uma plataforma de elevação para cadeirantes. A acessibilidade foi contemplada com a colocação de um elevador com acessos ao ambiente de pesquisa, bem como a reforma de banheiros para adequação à lei de acessibilidade.
Modernização do patrimônio público - O governo de Sergipe e a Centrais Elétricas celebraram Protocolo de Intenções para promover ações de preservação do patrimônio cultural e histórico e de espaços públicos que integram o meio ambiente cultural do Estado de Sergipe. O Protocolo tem duração de cinco anos e, por meio dele, a empresa assegurou fazer a reforma do Teatro Tobias Barreto, da Biblioteca Pública Epifânio Dória e do Arquivo Público de Sergipe.
A Biblioteca também está com as obras concluídas e a previsão é que seja entregue oficialmente à população em março. Com 60% dos serviços concluídos, a reforma do Teatro Tobias Barreto deve ser finalizada em abril.

O governador Belivaldo Chagas reinaugura, no fim da tarde da próxima segunda-feira, 28, o prédio sede do Arquivo Público do Estado de Sergipe Palácio Carvalho Neto (Apes), que passou por reforma e modernização. A obra, contratada pela Companhia Elétrica de Sergipe (Celse), recebeu investimentos de cerca de R$ 900 mil. A iniciativa  é fruto de uma parceria com o governo do Estado, e visa a preservação de prédios públicos e históricos como esse, construído em 1936, para abrigar a então 'Biblioteca Pública e a Secção do Arquivo Público'. 
O gigantesco arquivo teve sua origem na Seção de Arquivo da Biblioteca Pública Provincial, criada em 1848 (Lei n° 2.33), com a finalidade de guardar os originais ou cópias de quaisquer papéis do Governo Geral ou Provincial, cuja guarda no arquivo se julgava conveniente, além de notícias importantes.
As obras do Arquivo Público foram iniciadas em abril de 2018. O auditório, com capacidade para 96 pessoas, foi totalmente recuperado e nele implantado uma plataforma de elevação para cadeirantes. A acessibilidade foi contemplada com a colocação de um elevador com acessos ao ambiente de pesquisa, bem como a reforma de banheiros para adequação à lei de acessibilidade.

Modernização do patrimônio público - O governo de Sergipe e a Centrais Elétricas celebraram Protocolo de Intenções para promover ações de preservação do patrimônio cultural e histórico e de espaços públicos que integram o meio ambiente cultural do Estado de Sergipe. O Protocolo tem duração de cinco anos e, por meio dele, a empresa assegurou fazer a reforma do Teatro Tobias Barreto, da Biblioteca Pública Epifânio Dória e do Arquivo Público de Sergipe.
A Biblioteca também está com as obras concluídas e a previsão é que seja entregue oficialmente à população em março. Com 60% dos serviços concluídos, a reforma do Teatro Tobias Barreto deve ser finalizada em abril.