Chega a nove número de mortos pelo rompimento de barragem em Minas

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
TRAGÉDIA: A LAMA CONTINUA SE ESPALHANDO PELA REGIÃO DE BRUMADINHO (MG), ONDE MAIS UMA BARRAGEM DA VALE ROMPEU NA TARDE DE SEXTA-FEIRA. HÁ RISCO DE CONTAMINAÇÃO DAS ÁGUAS DO RIO SÃO FRANCISCO
TRAGÉDIA: A LAMA CONTINUA SE ESPALHANDO PELA REGIÃO DE BRUMADINHO (MG), ONDE MAIS UMA BARRAGEM DA VALE ROMPEU NA TARDE DE SEXTA-FEIRA. HÁ RISCO DE CONTAMINAÇÃO DAS ÁGUAS DO RIO SÃO FRANCISCO

A lama se espalhou rapidamente e chegou a afluente do Rio São Francisco
A lama se espalhou rapidamente e chegou a afluente do Rio São Francisco

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 27/01/2019 às 07:42:00

 

Paula Laboissière 
Agência Brasil 
O Corpo de Bombei
ros Militar de Minas 
Gerais registrou, até o início da tarde de ontem (26), nove mortes em decorrência do rompimento de uma barragem de rejeitos da mineradora Vale, no município de Brumadinho. O último balanço da corporação informa ainda o resgate de nove pessoas retiradas com vida da lama de rejeitos e de cerca de 100 pessoas que estavam ilhadas.
A mineradora divulgou, na manhã de ontem, uma lista com o nome das pessoas que não fizeram contato desde o rompimento da barragem. Mais de 400 pessoas, entre funcionários do quadro e terceirizados, integram o levantamento da mineradora.
De acordo com a empresa, a lista está sendo atualizada constantemente, conforme as pessoas são localizadas. "Se o seu nome está na lista, favor entrar em contato com a nossa ouvidoria para comunicar", pediu a mineradora em comunicado. O telefone para atendimento é o 0800 821 500.

O Corpo de Bombei ros Militar de Minas  Gerais registrou, até o início da tarde de ontem (26), nove mortes em decorrência do rompimento de uma barragem de rejeitos da mineradora Vale, no município de Brumadinho. O último balanço da corporação informa ainda o resgate de nove pessoas retiradas com vida da lama de rejeitos e de cerca de 100 pessoas que estavam ilhadas.
A mineradora divulgou, na manhã de ontem, uma lista com o nome das pessoas que não fizeram contato desde o rompimento da barragem. Mais de 400 pessoas, entre funcionários do quadro e terceirizados, integram o levantamento da mineradora.
De acordo com a empresa, a lista está sendo atualizada constantemente, conforme as pessoas são localizadas. "Se o seu nome está na lista, favor entrar em contato com a nossa ouvidoria para comunicar", pediu a mineradora em comunicado. O telefone para atendimento é o 0800 821 500.