Homem mata dois parentes e se suicida em Itabaiana

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A arma utilizada nas mortes em Itabaiana
A arma utilizada nas mortes em Itabaiana

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 27/01/2019 às 07:51:00

 

Gabriel Damásio
A polícia investiga a 
morte de três pes-
soas que tiveram seus corpos encontrados na manhã deste sábado, em um pequeno sítio no povoado Serra, em Itabaiana (Agreste). Segundo as primeiras informações confirmadas pelo 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM), um homem conhecido apenas como 'Vadinho' entrou armado na propriedade e assassinou dois parentes próximos: o irmão João Evangelista dos Santos e o sobrinho Adelmo Silva Santos, que era filho de João. A terceira morte foi a do próprio 'Vadinho', que cometeu suicídio com um tiro no peito. 
A PM foi chamada ao local por outro parente das vítimas, que esteve no local e encontrou os corpos. Os de João e de Adelmo foram achados no lado de fora, perto de um galinheiro, e tenham marcas de tiros na altura e do peito e da cabeça. Já o de 'Vadinho' estava caído em frente à porta da casa do sítio e, próximo a ele, estava caída a arma do crime. A posição indica que as vítimas teriam sido atacadas enquanto trabalhavam do lado de fora. 
Equipes da PM chegaram ao local pouco antes das 8h e isolaram toda a área para aguardar o trabalho dos peritos dos institutos Médico-Legal (IML) e de Criminalística. Até o fechamento desta edição, eles estavam a caminho do sítio para recolher os corpos. Os motivos do crime ainda são desconhecidos da polícia, mas uma gravação feita por um vizinho afirma que João e Adelmo eram cidadãos trabalhadores e nunca tiveram nenhum motivo para que eles fossem mortos. 
A principal suspeita é de que um suposto conflito familiar teria colaborado para a ocorrência. 'Vadinho' também era apontado como autor de uma tentativa de homicídio ocorrida na manhã de sexta-feira, após discutir com um carroceiro no Conjunto Gilton Garcia, periferia de Itabaiana. José Genilson Santos foi ferido com tiros na cabeça e no pescoço, socorrido ao Hospital Regional Pedro Garcia Moreno e transferido em estado grave para o Hospital de Urgência de Sergipe, em Aracaju. Ainda não está claro se há alguma relação entre os dois casos, que são investigados pelo setor de Homicídios da Delegacia Regional de Itabaiana. 

Gabriel Damásio

A polícia investiga a  morte de três pes- soas que tiveram seus corpos encontrados na manhã deste sábado, em um pequeno sítio no povoado Serra, em Itabaiana (Agreste). Segundo as primeiras informações confirmadas pelo 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM), um homem conhecido apenas como 'Vadinho' entrou armado na propriedade e assassinou dois parentes próximos: o irmão João Evangelista dos Santos e o sobrinho Adelmo Silva Santos, que era filho de João. A terceira morte foi a do próprio 'Vadinho', que cometeu suicídio com um tiro no peito. 
A PM foi chamada ao local por outro parente das vítimas, que esteve no local e encontrou os corpos. Os de João e de Adelmo foram achados no lado de fora, perto de um galinheiro, e tenham marcas de tiros na altura e do peito e da cabeça. Já o de 'Vadinho' estava caído em frente à porta da casa do sítio e, próximo a ele, estava caída a arma do crime. A posição indica que as vítimas teriam sido atacadas enquanto trabalhavam do lado de fora. 
Equipes da PM chegaram ao local pouco antes das 8h e isolaram toda a área para aguardar o trabalho dos peritos dos institutos Médico-Legal (IML) e de Criminalística. Até o fechamento desta edição, eles estavam a caminho do sítio para recolher os corpos. Os motivos do crime ainda são desconhecidos da polícia, mas uma gravação feita por um vizinho afirma que João e Adelmo eram cidadãos trabalhadores e nunca tiveram nenhum motivo para que eles fossem mortos. 
A principal suspeita é de que um suposto conflito familiar teria colaborado para a ocorrência. 'Vadinho' também era apontado como autor de uma tentativa de homicídio ocorrida na manhã de sexta-feira, após discutir com um carroceiro no Conjunto Gilton Garcia, periferia de Itabaiana. José Genilson Santos foi ferido com tiros na cabeça e no pescoço, socorrido ao Hospital Regional Pedro Garcia Moreno e transferido em estado grave para o Hospital de Urgência de Sergipe, em Aracaju. Ainda não está claro se há alguma relação entre os dois casos, que são investigados pelo setor de Homicídios da Delegacia Regional de Itabaiana.