Emsurb mobiliza mais de 140 agentes para limpeza de manguezal

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Gari trabalha na limpeza de mangue
Gari trabalha na limpeza de mangue

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 05/02/2019 às 05:24:00

 

Preocupada em manter a limpeza e, consequentemente, a preservação de um dos principais ecossistemas encontrados na capital, as equipes da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) deram continuidade, nesta segunda-feira, 4, ao trabalho de limpeza da faixa de manguezal da avenida Governador Paulo Barreto de Menezes, no bairro Farolândia, na zona Sul da cidade.
Para esta ação, que teve início no último sábado, 2, a empresa mobilizou 13 equipes, somando mais de 140 agentes, que fizeram a coleta dos resíduos descartados irregularmente no mangue com o auxílio de sete caçambas. Por possuir uma vegetação densa e com predominância de raízes aéreas, que acumulam facilmente resíduos como embalagens plásticas, garrafas pet e outros tipos de materiais, o trabalho dos agentes acontece de maneira minuciosa. 
Mensalmente, os fiscais da empresa monitoram o descarte irregular de resíduos na extensão de mangue situada entre o terminal da Atalaia e a Praia Formosa, no bairro 13 de Julho, fazendo a limpeza sempre que alguma necessidade é identificada. "Com a proximidade do período de chuvas mais intensas na cidade e com marés mais altas, iremos reduzir o prazo desse monitoramento, que passará a ser semanal. Com essa ação queremos evitar possíveis transtornos para a população", enfatizou o diretor de Operações, Bruno Moraes.

Preocupada em manter a limpeza e, consequentemente, a preservação de um dos principais ecossistemas encontrados na capital, as equipes da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) deram continuidade, nesta segunda-feira, 4, ao trabalho de limpeza da faixa de manguezal da avenida Governador Paulo Barreto de Menezes, no bairro Farolândia, na zona Sul da cidade.
Para esta ação, que teve início no último sábado, 2, a empresa mobilizou 13 equipes, somando mais de 140 agentes, que fizeram a coleta dos resíduos descartados irregularmente no mangue com o auxílio de sete caçambas. Por possuir uma vegetação densa e com predominância de raízes aéreas, que acumulam facilmente resíduos como embalagens plásticas, garrafas pet e outros tipos de materiais, o trabalho dos agentes acontece de maneira minuciosa. 
Mensalmente, os fiscais da empresa monitoram o descarte irregular de resíduos na extensão de mangue situada entre o terminal da Atalaia e a Praia Formosa, no bairro 13 de Julho, fazendo a limpeza sempre que alguma necessidade é identificada. "Com a proximidade do período de chuvas mais intensas na cidade e com marés mais altas, iremos reduzir o prazo desse monitoramento, que passará a ser semanal. Com essa ação queremos evitar possíveis transtornos para a população", enfatizou o diretor de Operações, Bruno Moraes.