Novos vereadores Zé Valter e Cabo Didi são empossados

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 05/02/2019 às 05:27:00

 

O prefeito Edvaldo Nogueira participou da posse dos novos vereadores Zé Valter (PSD) e Adriano Souza Santana, o Cabo Didi (Rede), na manhã desta segunda-feira, 4, ocorrida no Plenário da Câmara Municipal de Aracaju. Os parlamentares assumiram as vagas de Kitty Lima (Rede) e Iran Barbosa (PT), eleitos deputados estaduais e empossados na Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe (Alese) na última sexta-feira.
"É um momento de muita significação e alegria. Para os novos vereadores, que assumem posições de destaque na política, para a população aracajuana, que votou nos dois vereadores e vê seus candidatos assumirem o cargo, também para essa Casa e para a Prefeitura, porque passam a ter dois novos representantes comprometidos, éticos e com objetivos bem estabelecidos. Saúdo a esses dois homens extraordinários, que, com certeza, vão colaborar de forma significativa para os avanços da cidade", destacou o prefeito Edvaldo Nogueira.
Em seu discurso, o gestor municipal lembrou-se de quando esteve na Câmara de Vereadores, por duas vezes, como vereador, e enfatizou a relevância do cargo no processo de construção de uma cidade melhor. "É o vereador que está presente nas comunidades, que sente os anseios e as agruras, é ele que debate ideias, dificuldades e que aprova as políticas que nós, do Executivo, tocamos adiante. Recordo-me com carinho das experiências que tive aqui porque foram elas que me fizeram ser o político que sou hoje. Tenho muito orgulho de ter tido dois mandatos e acredito que todo político que almeja ser presidente, governador, senador e prefeito, deve passar por essa Casa", salientou.
Expectativa - Já empossado, o vereador Zé Valter afirmou estar preparado para assumir o cargo e enfatizou que seu mandato "terá como norte a implantação de ações voltadas ao resgate das pessoas". "A expectativa é grande, mas buscarei honrar com a confiança que me foi depositada. Nossa sociedade enfrenta uma grave crise econômica e, principalmente, moral. A corrupção é uma doença que causa inquietude e desperta nas pessoas o sentimento de desconfiança. É preciso resgatar a fé das pessoas e isso só será possível com políticos que assumam posturas éticas e cidadãs. É assim que buscarei fazer a política", garantiu.

O prefeito Edvaldo Nogueira participou da posse dos novos vereadores Zé Valter (PSD) e Adriano Souza Santana, o Cabo Didi (Rede), na manhã desta segunda-feira, 4, ocorrida no Plenário da Câmara Municipal de Aracaju. Os parlamentares assumiram as vagas de Kitty Lima (Rede) e Iran Barbosa (PT), eleitos deputados estaduais e empossados na Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe (Alese) na última sexta-feira.
"É um momento de muita significação e alegria. Para os novos vereadores, que assumem posições de destaque na política, para a população aracajuana, que votou nos dois vereadores e vê seus candidatos assumirem o cargo, também para essa Casa e para a Prefeitura, porque passam a ter dois novos representantes comprometidos, éticos e com objetivos bem estabelecidos. Saúdo a esses dois homens extraordinários, que, com certeza, vão colaborar de forma significativa para os avanços da cidade", destacou o prefeito Edvaldo Nogueira.
Em seu discurso, o gestor municipal lembrou-se de quando esteve na Câmara de Vereadores, por duas vezes, como vereador, e enfatizou a relevância do cargo no processo de construção de uma cidade melhor. "É o vereador que está presente nas comunidades, que sente os anseios e as agruras, é ele que debate ideias, dificuldades e que aprova as políticas que nós, do Executivo, tocamos adiante. Recordo-me com carinho das experiências que tive aqui porque foram elas que me fizeram ser o político que sou hoje. Tenho muito orgulho de ter tido dois mandatos e acredito que todo político que almeja ser presidente, governador, senador e prefeito, deve passar por essa Casa", salientou.

Expectativa - Já empossado, o vereador Zé Valter afirmou estar preparado para assumir o cargo e enfatizou que seu mandato "terá como norte a implantação de ações voltadas ao resgate das pessoas". "A expectativa é grande, mas buscarei honrar com a confiança que me foi depositada. Nossa sociedade enfrenta uma grave crise econômica e, principalmente, moral. A corrupção é uma doença que causa inquietude e desperta nas pessoas o sentimento de desconfiança. É preciso resgatar a fé das pessoas e isso só será possível com políticos que assumam posturas éticas e cidadãs. É assim que buscarei fazer a política", garantiu.