Primeira parcela do IPTU vence hoje

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 05/02/2019 às 05:28:00

 

O vencimento da primeira parcelo do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) para quem optou por parcelar o tributo, vence nesta terça-feira (05). O pagamento deve ser efetuado utilizando o mesmo carnê do início do ano, recebido através dos Correios ou retirado pelo Portal do Contribuinte, onde a quantidade de parcelas já está definida. 
O IPTU é o segundo imposto mais importante para a cidade, sendo responsável por cerca de 28% da receita tributária própria do município. Com a arrecadação, a Prefeitura de Aracaju, além de manter em dias os salários dos servidores públicos, investe em obras de reestruturação da cidade, como explica o secretário municipal da Fazenda, Jeferson Passos. 
"A Constituição determina que 25% do que é arrecadado pelo IPTU seja investido em Educação, 15% em Saúde - embora Aracaju esteja encaminhando 20%. Além disso, a gestão utiliza o recurso para aplicação na limpeza urbana, coleta de lixo, operação de recapeamento asfáltico e contrapartida de obras. É um recurso que volta diretamente para a sociedade", pontua.

O vencimento da primeira parcelo do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) para quem optou por parcelar o tributo, vence nesta terça-feira (05). O pagamento deve ser efetuado utilizando o mesmo carnê do início do ano, recebido através dos Correios ou retirado pelo Portal do Contribuinte, onde a quantidade de parcelas já está definida. 
O IPTU é o segundo imposto mais importante para a cidade, sendo responsável por cerca de 28% da receita tributária própria do município. Com a arrecadação, a Prefeitura de Aracaju, além de manter em dias os salários dos servidores públicos, investe em obras de reestruturação da cidade, como explica o secretário municipal da Fazenda, Jeferson Passos. 
"A Constituição determina que 25% do que é arrecadado pelo IPTU seja investido em Educação, 15% em Saúde - embora Aracaju esteja encaminhando 20%. Além disso, a gestão utiliza o recurso para aplicação na limpeza urbana, coleta de lixo, operação de recapeamento asfáltico e contrapartida de obras. É um recurso que volta diretamente para a sociedade", pontua.