SMTT implanta fiscalização eletrônica na Etelvino Alves de Lima

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
SMTT implanta fiscalização eletrônica na Avenida Etelvino Alves de Lima, palco de inúmeros acidentes graves
SMTT implanta fiscalização eletrônica na Avenida Etelvino Alves de Lima, palco de inúmeros acidentes graves

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 05/02/2019 às 05:31:00

 

A avenida Etelvino Alves de Lima, que interliga as avenidas Augusto Franco (Rio de Janeiro) e Francisco José da Fonseca (Gasoduto), foi inaugurada em 2018 e trouxe significativos avanços para a mobilidade urbana da capital. No entanto, embora esteja devidamente sinalizada, tanto com sinalizações horizontais (faixas de pedestres e divisores de pista) e também verticais que indicam, inclusive, o limite de velocidade permitido da via (60km/h), muitos condutores desobedecem as leis de trânsito e passam pelo local em alta velocidade, ocasionando acidentes de trânsito. Nos últimos meses, foram registrados 34 acidentes na avenida - 13 com vítimas não fatais e um com vítima fatal.
Por causa dos altos índices de acidentes na via, a população da capital tem solicitado providências à Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), através dos diversos canais de comunicação do órgão, para que medidas sejam tomadas para coibir a velocidade dos veículos que transitam pela via. Na SMTT, no momento, há mais de 30 solicitações registradas. Após ter conhecimento da demanda e de realizar minuciosos estudos no local, a SMTT, atendendo o anseio da população, começará a instalar nesta terça-feira, 5, dois radares na Etelvino Alves de Lima. 
Segundo o superintendente interino da SMTT, Renato Telles, a medida visa dar mais segurança a todos. "A Etelvino Alves é uma importante avenida para a mobilidade de Aracaju e ela está sinalizada, como determina a legislação, mas, infelizmente, alguns condutores insistem em não obedecer as sinalizações e o limite de velocidade da via, e isso vem causando acidentes. A população tem nos procurado para denunciar esse desrespeito dos condutores e, depois de realizar diversas ações educativas na avenida, analisamos com calma a situação do local e decidimos implantar a fiscalização eletrônica na via para coibir o excesso de velocidade e dar mais segurança e tranquilidade à população, sem interferir, ressalto, na fluidez do trânsito na avenida", explica. 
O diretor de Trânsito da SMTT, Thiago Alcântara, conta que o órgão tem feito rotineiramente um trabalho de canalização na avenida para coibir a alta velocidade dos veículos no local, e também ações educativas, levando mensagens de conscientização para condutores e pedestres. Além disso, a superintendência colocou um letreiro luminoso no início da Etelvino Alves de Lima, reforçando o limite permitido de velocidade da via.

A avenida Etelvino Alves de Lima, que interliga as avenidas Augusto Franco (Rio de Janeiro) e Francisco José da Fonseca (Gasoduto), foi inaugurada em 2018 e trouxe significativos avanços para a mobilidade urbana da capital. No entanto, embora esteja devidamente sinalizada, tanto com sinalizações horizontais (faixas de pedestres e divisores de pista) e também verticais que indicam, inclusive, o limite de velocidade permitido da via (60km/h), muitos condutores desobedecem as leis de trânsito e passam pelo local em alta velocidade, ocasionando acidentes de trânsito. Nos últimos meses, foram registrados 34 acidentes na avenida - 13 com vítimas não fatais e um com vítima fatal.
Por causa dos altos índices de acidentes na via, a população da capital tem solicitado providências à Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), através dos diversos canais de comunicação do órgão, para que medidas sejam tomadas para coibir a velocidade dos veículos que transitam pela via. Na SMTT, no momento, há mais de 30 solicitações registradas. Após ter conhecimento da demanda e de realizar minuciosos estudos no local, a SMTT, atendendo o anseio da população, começará a instalar nesta terça-feira, 5, dois radares na Etelvino Alves de Lima. 
Segundo o superintendente interino da SMTT, Renato Telles, a medida visa dar mais segurança a todos. "A Etelvino Alves é uma importante avenida para a mobilidade de Aracaju e ela está sinalizada, como determina a legislação, mas, infelizmente, alguns condutores insistem em não obedecer as sinalizações e o limite de velocidade da via, e isso vem causando acidentes. A população tem nos procurado para denunciar esse desrespeito dos condutores e, depois de realizar diversas ações educativas na avenida, analisamos com calma a situação do local e decidimos implantar a fiscalização eletrônica na via para coibir o excesso de velocidade e dar mais segurança e tranquilidade à população, sem interferir, ressalto, na fluidez do trânsito na avenida", explica. 
O diretor de Trânsito da SMTT, Thiago Alcântara, conta que o órgão tem feito rotineiramente um trabalho de canalização na avenida para coibir a alta velocidade dos veículos no local, e também ações educativas, levando mensagens de conscientização para condutores e pedestres. Além disso, a superintendência colocou um letreiro luminoso no início da Etelvino Alves de Lima, reforçando o limite permitido de velocidade da via.