Federação de Futsal divulga calendário 2019

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 08/02/2019 às 06:05:00

 

A Federação Sergipana de Futsal (FSFS) já divulgou o calendário de competições da modalidade para a temporada 2019. Somando as categorias de base e o adulto, a FSFS fechará o ano com 29 eventos. O número pode chegar aos 30, pois, diferente do ano passado, o Campeonato Escolar, que se chamava Copa Duplichaves, não foi incluído na programação. Para o presidente da Junta Governativa da FSFS, Laércio Santa Bárbara, a federação pretende fechar em breve com o patrocinador - neste caso, a própria Duplichaves. 
O diretor de competições da federação, Josué dos Santos, já planeja quando irá acontecer: "Se não acontecer no final de março e início de abril, será no mês de agosto e setembro".
Por outro lado, a programação de 2019 da FSFS contempla a Taça Governador do Estado, que vai acontecer de 3 a 30 de novembro. Mas o diretor de competições, Josué dos Santos, faz um alerta: "Ainda iremos solicitar uma reunião com o secretário ou governador. Caso não haja interesse e apoio por parte do governo, possivelmente mudaremos o nome da competição, e o apoiador".

A Federação Sergipana de Futsal (FSFS) já divulgou o calendário de competições da modalidade para a temporada 2019. Somando as categorias de base e o adulto, a FSFS fechará o ano com 29 eventos. O número pode chegar aos 30, pois, diferente do ano passado, o Campeonato Escolar, que se chamava Copa Duplichaves, não foi incluído na programação. Para o presidente da Junta Governativa da FSFS, Laércio Santa Bárbara, a federação pretende fechar em breve com o patrocinador - neste caso, a própria Duplichaves. 
O diretor de competições da federação, Josué dos Santos, já planeja quando irá acontecer: "Se não acontecer no final de março e início de abril, será no mês de agosto e setembro".
Por outro lado, a programação de 2019 da FSFS contempla a Taça Governador do Estado, que vai acontecer de 3 a 30 de novembro. Mas o diretor de competições, Josué dos Santos, faz um alerta: "Ainda iremos solicitar uma reunião com o secretário ou governador. Caso não haja interesse e apoio por parte do governo, possivelmente mudaremos o nome da competição, e o apoiador".