Polícia de Lagarto investiga acidente com ônibus

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A casa ficou totalmente destruída
A casa ficou totalmente destruída

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 19/02/2019 às 07:57:00

 

A Delegacia Regional de Lagarto já deu início às investigações para apurar as causas do acidente envolvendo um ônibus de turismo que saiu do interior da Bahia e bateu em pelo menos duas com residências no povoado Queiroz, na entrada da cidade. O caso ocorreu na manhã do último sábado, deixando um morto e nove feridos. A equipe responsável pelas investigações, coordenadas pela delegada regional Michele Araújo, já identificaram testemunhas, que serão ouvidas a partir de hoje. 
Além disso, os agentes estiveram no local, captaram imagens terrestres e aéreas, que também podem servir na completa elucidação do caso. O Hospital Regional de Lagarto, o Corpo de Bombeiros, o Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv), a Defesa Civil e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) já foram notificados para que também repassem os relatórios de atendimento realizados durante a prestação de socorro às vítimas.
Ao todo, nove pessoas foram socorridas pelo Samu e levadas ao hospital regional. Destas, sete receberam alta e duas foram transferidas para Aracaju, sendo uma internada no Hospital de Urgência de Sergipe e outra, uma criança, em um hospital pediátrico particular. A delegada pede que todas as vítimas tanto as que sofreram algum tipo de lesão, quanto as que tiveram apenas danos materiais compareçam até a Delegacia Regional de Lagarto para que prestem maiores informações, por meio de Boletim de Ocorrência. Ao todo, 50 passageiros estavam no ônibus. 
As vítimas são da cidade de Araci (BA) e faziam uma excursão até Aracaju, mas ao passar pela entrada do povoado de Lagarto, o motorista teria perdido o controle e atingido as residências, deixando-as destruídas. Não havia pessoas nas casas no momento em que elas foram atingidas. A suspeita é de que o choque aconteceu depois que o motorista teria possivelmente desviado de um cachorro que vagava na pista. O condutor não ficou ferido, mas passou mal depois do acidente e foi internado no Huse com dores no tórax. Já a vítima fatal, Mateus Silva de Oliveira, 18 anos, era filho do dono da empresa responsável pelo ônibus.  

A Delegacia Regional de Lagarto já deu início às investigações para apurar as causas do acidente envolvendo um ônibus de turismo que saiu do interior da Bahia e bateu em pelo menos duas com residências no povoado Queiroz, na entrada da cidade. O caso ocorreu na manhã do último sábado, deixando um morto e nove feridos. A equipe responsável pelas investigações, coordenadas pela delegada regional Michele Araújo, já identificaram testemunhas, que serão ouvidas a partir de hoje. 
Além disso, os agentes estiveram no local, captaram imagens terrestres e aéreas, que também podem servir na completa elucidação do caso. O Hospital Regional de Lagarto, o Corpo de Bombeiros, o Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv), a Defesa Civil e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) já foram notificados para que também repassem os relatórios de atendimento realizados durante a prestação de socorro às vítimas.
Ao todo, nove pessoas foram socorridas pelo Samu e levadas ao hospital regional. Destas, sete receberam alta e duas foram transferidas para Aracaju, sendo uma internada no Hospital de Urgência de Sergipe e outra, uma criança, em um hospital pediátrico particular. A delegada pede que todas as vítimas tanto as que sofreram algum tipo de lesão, quanto as que tiveram apenas danos materiais compareçam até a Delegacia Regional de Lagarto para que prestem maiores informações, por meio de Boletim de Ocorrência. Ao todo, 50 passageiros estavam no ônibus. 
As vítimas são da cidade de Araci (BA) e faziam uma excursão até Aracaju, mas ao passar pela entrada do povoado de Lagarto, o motorista teria perdido o controle e atingido as residências, deixando-as destruídas. Não havia pessoas nas casas no momento em que elas foram atingidas. A suspeita é de que o choque aconteceu depois que o motorista teria possivelmente desviado de um cachorro que vagava na pista. O condutor não ficou ferido, mas passou mal depois do acidente e foi internado no Huse com dores no tórax. Já a vítima fatal, Mateus Silva de Oliveira, 18 anos, era filho do dono da empresa responsável pelo ônibus.