Delegações chegam em clima de euforia

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O Colégio Amorim de São Paulo é um dos favoritos para a conquista do título
O Colégio Amorim de São Paulo é um dos favoritos para a conquista do título

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 22/02/2019 às 07:49:00

 

Delegações de diversas 
localidades do país 
desembarcaram na manhã desta quinta-feira (21), para participar do IX Campeonato Brasileiro de Futebol Escolar, evento promovido pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE) em parceria com a Federação Sergipana de Futebol (FSF), que acontece na capital sergipana entre os dias 21 e dia 28 de fevereiro.
Entre os entusiastas estava o delegado da equipe do Espírito Santos, Luís Fernandes de Oliveira, que ressaltou logo de início, a principal motivação de sua equipe. "Primeiro fazer um belo intercâmbio já que essas atividades da CBDE, são de grande importância para o engrandecimento de cada atleta, seja no social e até mesmo no futebol, já que eles são apaixonados pelo futebol. Temos a expectativa de fazermos um bom intercâmbio tanto que alguns deles já se conheceram, por fazerem testes em clubes. Então, temos certeza que este intercâmbio influenciará até mesmo no futebol deles", disse. 
Entre as delegações que pisaram em solo sergipano na manhã desta quinta-feira estava o técnico do Centro Educacional Senador Camará, representante do Rio de Janeiro, o professor Michel Gustavo. Questionado sobre a definição de sua equipe em campo durante a competição, ele foi incisivo. "A equipe é bem qualificada temos jogadores de vários clubes do Rio de Janeiro que estudam na escola e a gente faz um bom trabalho no esporte. Acreditamos sim que temos potencial para sermos campeões e representar o Brasil na Sérvia".
Para o atleta carioca Bruno Viana, de 16 anos, que faz parte do time de base do Nova Iguaçu, o evento promovido pela CBDE tem uma importância especial. "Minha expectativa com o evento é que algum olheiro me veja e possa me levar para um clube maior", declarou o lateral esquerdo, que sonha com o futebol profissional desde os 4 anos de idade.
Um dos favoritos ao título de campeão brasileiro é a equipe de São Paulo, representada pela Instituição de Ensino Colégio Amorim, que é um dos modelos de referência, quando o assunto é desporto escolar.
O técnico Vinicius Giovanini de Morares posou ao lado dos atletas e revelou o porquê de a equipe ter essa fama de favorito ao título de campeão brasileiro de futebol escolar. 
 - Acredito que o número de competições escolares em São Paulo, e as boa participação do Amorim, faz com o que o estado acabe tendo essa fama de favorito, que os demais estados. 
Ainda sobre o trabalho desenvolvido pela escola junto com os atletas o técnico Vinicius Giovanini foi categórico. 
- O segredo é alinhar o pedagógico com o esporte, já que se trata de um colégio, então os alunos têm que ter esse entendimento de que estudar é o primeiro passo é depois ter um carinho com o esporte, que é uma ferramenta que a gente utiliza nos últimos 15 anos e vem dando muito certo. Revelou o técnico da equipe do Instituto de Ensino Colégio Amorim, de São Paulo.
Reflexo do trabalho exercido pelo Colégio Amorim, o meio campista Matheus Araújo já atua na base de um dos times de maior torcida do país, o Corinthians Paulista. O atleta soube de prontidão destacar seus pontos fortes é que para ele, fará a diferença dentro da competição. 
- Sou um jogador ofensivo, gosto de verticalizar o jogo. Gosto de partir para cima o tempo todo e gosto de dar os passes finais para os meus companheiros. Assim se descreveu o atleta paulista Matheus Araújo.

Delegações de diversas  localidades do país  desembarcaram na manhã desta quinta-feira (21), para participar do IX Campeonato Brasileiro de Futebol Escolar, evento promovido pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE) em parceria com a Federação Sergipana de Futebol (FSF), que acontece na capital sergipana entre os dias 21 e dia 28 de fevereiro.
Entre os entusiastas estava o delegado da equipe do Espírito Santos, Luís Fernandes de Oliveira, que ressaltou logo de início, a principal motivação de sua equipe. "Primeiro fazer um belo intercâmbio já que essas atividades da CBDE, são de grande importância para o engrandecimento de cada atleta, seja no social e até mesmo no futebol, já que eles são apaixonados pelo futebol. Temos a expectativa de fazermos um bom intercâmbio tanto que alguns deles já se conheceram, por fazerem testes em clubes. Então, temos certeza que este intercâmbio influenciará até mesmo no futebol deles", disse. 
Entre as delegações que pisaram em solo sergipano na manhã desta quinta-feira estava o técnico do Centro Educacional Senador Camará, representante do Rio de Janeiro, o professor Michel Gustavo. Questionado sobre a definição de sua equipe em campo durante a competição, ele foi incisivo. "A equipe é bem qualificada temos jogadores de vários clubes do Rio de Janeiro que estudam na escola e a gente faz um bom trabalho no esporte. Acreditamos sim que temos potencial para sermos campeões e representar o Brasil na Sérvia".
Para o atleta carioca Bruno Viana, de 16 anos, que faz parte do time de base do Nova Iguaçu, o evento promovido pela CBDE tem uma importância especial. "Minha expectativa com o evento é que algum olheiro me veja e possa me levar para um clube maior", declarou o lateral esquerdo, que sonha com o futebol profissional desde os 4 anos de idade.
Um dos favoritos ao título de campeão brasileiro é a equipe de São Paulo, representada pela Instituição de Ensino Colégio Amorim, que é um dos modelos de referência, quando o assunto é desporto escolar.
O técnico Vinicius Giovanini de Morares posou ao lado dos atletas e revelou o porquê de a equipe ter essa fama de favorito ao título de campeão brasileiro de futebol escolar. 
 - Acredito que o número de competições escolares em São Paulo, e as boa participação do Amorim, faz com o que o estado acabe tendo essa fama de favorito, que os demais estados. 
Ainda sobre o trabalho desenvolvido pela escola junto com os atletas o técnico Vinicius Giovanini foi categórico. 
- O segredo é alinhar o pedagógico com o esporte, já que se trata de um colégio, então os alunos têm que ter esse entendimento de que estudar é o primeiro passo é depois ter um carinho com o esporte, que é uma ferramenta que a gente utiliza nos últimos 15 anos e vem dando muito certo. Revelou o técnico da equipe do Instituto de Ensino Colégio Amorim, de São Paulo.
Reflexo do trabalho exercido pelo Colégio Amorim, o meio campista Matheus Araújo já atua na base de um dos times de maior torcida do país, o Corinthians Paulista. O atleta soube de prontidão destacar seus pontos fortes é que para ele, fará a diferença dentro da competição. 
- Sou um jogador ofensivo, gosto de verticalizar o jogo. Gosto de partir para cima o tempo todo e gosto de dar os passes finais para os meus companheiros. Assim se descreveu o atleta paulista Matheus Araújo.