Prefeitura de Aracaju distribui 22 mil exemplares da Caderneta de Saúde da Criança

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Depois de muito tempo em falta, a Caderneta de vacinação voltou a ser distribuída na rede municipal
Depois de muito tempo em falta, a Caderneta de vacinação voltou a ser distribuída na rede municipal

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 22/02/2019 às 08:13:00

 

Toda criança nascida em Aracaju tem direito a receber gratuitamente a Caderneta de Saúde da Criança. O material é disponibilizado pelo Ministério da Saúde e distribuído pela Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), que viabiliza a distribuição para as maternidades e Unidades Básicas de Saúde (UBS). Esta semana, a SMS recebeu 22 mil novos exemplares do material do Governo Federal, que devem ser completamente distribuídos nas unidades de saúde até a próxima sexta-feira, 22.
A caderneta é um documento importante para acompanhar a saúde, o crescimento e o desenvolvimento da criança, do nascimento até os nove anos de idade, reunindo o registro dos mais significativos eventos para a saúde infantil.
A área técnica do Programa Saúde da Criança, Cerisa Ribeiro Bonfim, explica que as cartilhas são diferenciadas para meninos e meninas, devido aos gráficos que são específicos com o sexo da criança, e alerta sobre o cuidado que a família deve ter com o material.
"Vale ressaltar que a caderneta não deve ser trocada, pois ela contém todo o histórico do bebê, desde o seu nascimento, e deve ser levada pelos responsáveis às consultas médicas e em dias de vacinação", esclareceu Cerisa.
Sobre a caderneta - A primeira parte da caderneta é mais direcionada à família que cuida da criança. Contém informações e orientações sobre saúde, direitos da criança e dos pais, registro de nascimento, amamentação, alimentação saudável, vacinação, crescimento e desenvolvimento.
"Já a segunda parte  é destinada aos profissionais de saúde, com espaço para registro de informações importantes relacionadas à saúde da criança. Contém também, os gráficos de crescimento, instrumentos de vigilância do desenvolvimento e tabelas para registro de vacinas aplicadas", destacou Cerisa.
A entrega da caderneta à mãe é feita pelo Projeto Corujinha dentro das próprias maternidades públicas, logo após o nascimento da criança, e consiste num importante instrumento de educação, prevenção e promoção da saúde.

Toda criança nascida em Aracaju tem direito a receber gratuitamente a Caderneta de Saúde da Criança. O material é disponibilizado pelo Ministério da Saúde e distribuído pela Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), que viabiliza a distribuição para as maternidades e Unidades Básicas de Saúde (UBS). Esta semana, a SMS recebeu 22 mil novos exemplares do material do Governo Federal, que devem ser completamente distribuídos nas unidades de saúde até a próxima sexta-feira, 22.
A caderneta é um documento importante para acompanhar a saúde, o crescimento e o desenvolvimento da criança, do nascimento até os nove anos de idade, reunindo o registro dos mais significativos eventos para a saúde infantil.
A área técnica do Programa Saúde da Criança, Cerisa Ribeiro Bonfim, explica que as cartilhas são diferenciadas para meninos e meninas, devido aos gráficos que são específicos com o sexo da criança, e alerta sobre o cuidado que a família deve ter com o material.
"Vale ressaltar que a caderneta não deve ser trocada, pois ela contém todo o histórico do bebê, desde o seu nascimento, e deve ser levada pelos responsáveis às consultas médicas e em dias de vacinação", esclareceu Cerisa.

Sobre a caderneta -
A primeira parte da caderneta é mais direcionada à família que cuida da criança. Contém informações e orientações sobre saúde, direitos da criança e dos pais, registro de nascimento, amamentação, alimentação saudável, vacinação, crescimento e desenvolvimento.
"Já a segunda parte  é destinada aos profissionais de saúde, com espaço para registro de informações importantes relacionadas à saúde da criança. Contém também, os gráficos de crescimento, instrumentos de vigilância do desenvolvimento e tabelas para registro de vacinas aplicadas", destacou Cerisa.
A entrega da caderneta à mãe é feita pelo Projeto Corujinha dentro das próprias maternidades públicas, logo após o nascimento da criança, e consiste num importante instrumento de educação, prevenção e promoção da saúde.