FSF cancela contrato com a empresa JJ Invest

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 23/02/2019 às 14:28:00

 

A JJ Invest surgiu no sul. do pais como uma empresa disposta a investir no futebol, fez isso em vários clubes do Rio de Janeiro. Mas esta semana soube-se que seus dirigentes sumiram de circulação, deixando muito investidores a "ver navios". 
A Federação Sergipana de Futebol (FSF) tinha contrato de patrocínio com essa empresa e nesta sexta-feira, o presidente Milton Dantas rescindiu o contrato unilateralmente. "Depois de várias tentativas de localizar os dirigentes da empresa e com dois meses de atraso no repasse do patrocínio, resolvemos cumprir uma das cláusulas contratuais e suspendemos o contrato até decisão judicial", informou Milton Dantas. 
O Departamento Jurídico da entidade estará acionando judicialmente a empresa JJ Invest, pelo não cumprimento do contrato. A FSF ressalta que as parcelas dos meses de janeiro e fevereiro estão em aberto, mas a entidade fez questão de arcar com os débitos da empresa JJ Invest com os clubes sergipanos.
Os funcionários da FSF e em especial o presidente Milton Dantas procuraram durante todo o mês de fevereiro o diretor-presidente da empresa, Jonas Jaimovick, para solucionar os débitos e resolver essa questão, no entanto o empresário não foi localizado.
A FSF fechou contrato com a empresa no dia 03 de dezembro de 2018. O referido contrato de parceria com a entidade entrou em vigência no dia 10 de janeiro e será encerrado no dia 10 abril. Os recursos do patrocínio estavam sendo destinados aos clubes de menor porte do Campeonato Sergipano da Série A1.

A JJ Invest surgiu no sul. do pais como uma empresa disposta a investir no futebol, fez isso em vários clubes do Rio de Janeiro. Mas esta semana soube-se que seus dirigentes sumiram de circulação, deixando muito investidores a "ver navios". 
A Federação Sergipana de Futebol (FSF) tinha contrato de patrocínio com essa empresa e nesta sexta-feira, o presidente Milton Dantas rescindiu o contrato unilateralmente. "Depois de várias tentativas de localizar os dirigentes da empresa e com dois meses de atraso no repasse do patrocínio, resolvemos cumprir uma das cláusulas contratuais e suspendemos o contrato até decisão judicial", informou Milton Dantas. 
O Departamento Jurídico da entidade estará acionando judicialmente a empresa JJ Invest, pelo não cumprimento do contrato. A FSF ressalta que as parcelas dos meses de janeiro e fevereiro estão em aberto, mas a entidade fez questão de arcar com os débitos da empresa JJ Invest com os clubes sergipanos.
Os funcionários da FSF e em especial o presidente Milton Dantas procuraram durante todo o mês de fevereiro o diretor-presidente da empresa, Jonas Jaimovick, para solucionar os débitos e resolver essa questão, no entanto o empresário não foi localizado.
A FSF fechou contrato com a empresa no dia 03 de dezembro de 2018. O referido contrato de parceria com a entidade entrou em vigência no dia 10 de janeiro e será encerrado no dia 10 abril. Os recursos do patrocínio estavam sendo destinados aos clubes de menor porte do Campeonato Sergipano da Série A1.