Riscos da hibernação e privatização da Fafen serão debatidos na Alese

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 23/02/2019 às 15:05:00

 

Será realizada nesta segunda-feira, no plenário da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), uma audiência pública com o tema: "A hibernação e os riscos de privatização da Fafen" . O evento é uma realização conjunta dos mandatos do deputado federal por Sergipe, João Daniel (PT) e do deputado estadual Iran Barbosa (PT), do Sindicato dos Petroleiros de Sergipe (Sindipetro), Federação Única dos Petroleiros (FUP) e Central Única dos Trabalhadores (CUT).
O palestrante será ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli, que falará sobre todas as consequências dessa hibernação e uma possível privatização, entre elas, o risco de demissão em massa dos trabalhadores da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen), a alta dos preços dos fertilizantes, insumos essenciais à produção agrícola, o que coloca em risco nossa soberania nacional, uma vez que a produção de alimentos é fundamental para qualquer nação e a demanda do mercado brasileiro de fertilizantes é maior que a produção nacional.
Para se ter uma ideia, atualmente, a produção nacional de fertilizantes corresponde a apenas 30% do que é necessário. "Não compactuamos com essa medida do governo federal, porque ela trará e já está trazendo prejuízos ao estado e ao país, tanto no que diz respeito aos trabalhadores diretos e indiretos, à economia do estado, à produção de fertilizantes, entre outros danos", ressalta o deputado João Daniel.

Será realizada nesta segunda-feira, no plenário da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), uma audiência pública com o tema: "A hibernação e os riscos de privatização da Fafen" . O evento é uma realização conjunta dos mandatos do deputado federal por Sergipe, João Daniel (PT) e do deputado estadual Iran Barbosa (PT), do Sindicato dos Petroleiros de Sergipe (Sindipetro), Federação Única dos Petroleiros (FUP) e Central Única dos Trabalhadores (CUT).
O palestrante será ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli, que falará sobre todas as consequências dessa hibernação e uma possível privatização, entre elas, o risco de demissão em massa dos trabalhadores da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen), a alta dos preços dos fertilizantes, insumos essenciais à produção agrícola, o que coloca em risco nossa soberania nacional, uma vez que a produção de alimentos é fundamental para qualquer nação e a demanda do mercado brasileiro de fertilizantes é maior que a produção nacional.
Para se ter uma ideia, atualmente, a produção nacional de fertilizantes corresponde a apenas 30% do que é necessário. "Não compactuamos com essa medida do governo federal, porque ela trará e já está trazendo prejuízos ao estado e ao país, tanto no que diz respeito aos trabalhadores diretos e indiretos, à economia do estado, à produção de fertilizantes, entre outros danos", ressalta o deputado João Daniel.