Começa a fiscalização nas rodovias federais e estaduais

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
As rodovias estaduais já estão recebendo fiscalização
As rodovias estaduais já estão recebendo fiscalização

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 28/02/2019 às 09:41:00

 

Faltando pouco mais de 24 horas para a abertura oficial do carnaval no Brasil, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), começam a multiplicar o monitoramento em vias expressas que cortam o Estado de Sergipe. Semelhantemente às ações promovidas nos anos anteriores, a perspectiva das guarnições é contribuir na redução de acidentes, bem como punir todos os motoristas e motociclistas que sejam flagrados desrespeitando o Código Brasileiro de Trânsito (CTB). A expectativa dos oficiais é que o balanço deste ano apresente avanços reais, assim como ocorreu no comparativo entre 2017 e 2018.
Dados apurados na edição anterior mostram que durante a 'Operação de Carnaval 2018' o índice de acidentes automotivos apresentou uma redução de 30,7%, sendo 13 registros em 2017, e nove entre os dias 09 e 14 de fevereiro do ano passado. Apesar do aumento real de vítimas com ferimentos leves - passando de nove em 2017, para 16 em 2018, o comando geral da PRF chegou a avaliar os resultados como positivos. O destaque da ação ficou por conta do número de ultrapassagens proibidas e de veículos flagrados circulando acima da velocidade máxima permitida. 1.388 condutores foram notificados; 174 por realizar ultrapassagens indevidas - em trechos onde o risco de colisão é maior, e 678 motoristas por serem flagrados dirigindo acima da velocidade máxima permitida.
"O resultado do trabalho desenvolvido pela Polícia Rodoviária foi positivo a partir do momento em que as pessoas buscaram se conscientizar dos riscos no trânsito e buscaram triplicar as atenções. Respeitar as sinalizações, não consumir bebidas alcoólicas antes de dirigir, e realizar manutenções periódicas nos veículos ajudam diretamente a diminuir as estatísticas negativas. Esse ano esperamos que a consciência prevaleça mais uma vez e possamos apresentar um balanço operacional ainda mais positivo", declarou o agente Borges. Além dos riscos iminentes de gravidade em colisões automotivas, a PRF enaltece as penalidades financeiras.
Os motoristas que por exemplo forem flagrados conduzido automóveis com excesso de velocidade receberão notificações e deverão pagar entre R$ 130,16 e R$ 880,41; já os condutores que porventura realizarem ultrapassagens indevidas, a multa varia entre R$ 880,41 e R$ 2.934,70. As penalidades resultam ainda na retirada de quatro a 21 pontos na respectiva Carteira Nacional de Habitação (CNH). "É um risco para a integridade física e para o bolso. Respeitar as determinações presentes no CTB é a única forma de evitar situações desagradáveis. Quem não se recorda das leis de trânsito estudadas na auto-escola, basta ler e refrescar a memória. O conteúdo é de fácil compreensão", concluiu o agente.
Vias estadu
ais - No contexto local, durante os cinco dias de operação no ano passado foram confeccionados 154 autos de infração de trânsito, que na prática significa redução real de 55,2% no número de notificações, comparados com os 344 de 2017. Com efeito, houve queda nos registros de crimes de embriaguez ao volante, 43,2%, como também no recolhimento de CNHs,  CRLVs e remoção de veículos com 44,4%, 85,7% e 78,3%, respectivamente. Em relação aos números de acidentes a Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran), registrou nove casos durante todo o carnaval, sendo uma com vítima fatal.
Na tarde de ontem já houve intensificação de blitzes na estradas estatuais. Entre os municípios de Lagarto e Itabaiana, homens do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv) realizaram abordagens a motoristas e vistoriaram automóveis. Ação semelhante foi realizada no município de Campo do Brito. De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública essa medida deve permanecer até o dia 06 de março, quarta-feira de cinzas. (Milton Alves Júnior)

Faltando pouco mais de 24 horas para a abertura oficial do carnaval no Brasil, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), começam a multiplicar o monitoramento em vias expressas que cortam o Estado de Sergipe. Semelhantemente às ações promovidas nos anos anteriores, a perspectiva das guarnições é contribuir na redução de acidentes, bem como punir todos os motoristas e motociclistas que sejam flagrados desrespeitando o Código Brasileiro de Trânsito (CTB). A expectativa dos oficiais é que o balanço deste ano apresente avanços reais, assim como ocorreu no comparativo entre 2017 e 2018.
Dados apurados na edição anterior mostram que durante a 'Operação de Carnaval 2018' o índice de acidentes automotivos apresentou uma redução de 30,7%, sendo 13 registros em 2017, e nove entre os dias 09 e 14 de fevereiro do ano passado. Apesar do aumento real de vítimas com ferimentos leves - passando de nove em 2017, para 16 em 2018, o comando geral da PRF chegou a avaliar os resultados como positivos. O destaque da ação ficou por conta do número de ultrapassagens proibidas e de veículos flagrados circulando acima da velocidade máxima permitida. 1.388 condutores foram notificados; 174 por realizar ultrapassagens indevidas - em trechos onde o risco de colisão é maior, e 678 motoristas por serem flagrados dirigindo acima da velocidade máxima permitida.
"O resultado do trabalho desenvolvido pela Polícia Rodoviária foi positivo a partir do momento em que as pessoas buscaram se conscientizar dos riscos no trânsito e buscaram triplicar as atenções. Respeitar as sinalizações, não consumir bebidas alcoólicas antes de dirigir, e realizar manutenções periódicas nos veículos ajudam diretamente a diminuir as estatísticas negativas. Esse ano esperamos que a consciência prevaleça mais uma vez e possamos apresentar um balanço operacional ainda mais positivo", declarou o agente Borges. Além dos riscos iminentes de gravidade em colisões automotivas, a PRF enaltece as penalidades financeiras.
Os motoristas que por exemplo forem flagrados conduzido automóveis com excesso de velocidade receberão notificações e deverão pagar entre R$ 130,16 e R$ 880,41; já os condutores que porventura realizarem ultrapassagens indevidas, a multa varia entre R$ 880,41 e R$ 2.934,70. As penalidades resultam ainda na retirada de quatro a 21 pontos na respectiva Carteira Nacional de Habitação (CNH). "É um risco para a integridade física e para o bolso. Respeitar as determinações presentes no CTB é a única forma de evitar situações desagradáveis. Quem não se recorda das leis de trânsito estudadas na auto-escola, basta ler e refrescar a memória. O conteúdo é de fácil compreensão", concluiu o agente.
Vias estaduais - No contexto local, durante os cinco dias de operação no ano passado foram confeccionados 154 autos de infração de trânsito, que na prática significa redução real de 55,2% no número de notificações, comparados com os 344 de 2017. Com efeito, houve queda nos registros de crimes de embriaguez ao volante, 43,2%, como também no recolhimento de CNHs,  CRLVs e remoção de veículos com 44,4%, 85,7% e 78,3%, respectivamente. Em relação aos números de acidentes a Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran), registrou nove casos durante todo o carnaval, sendo uma com vítima fatal.
Na tarde de ontem já houve intensificação de blitzes na estradas estatuais. Entre os municípios de Lagarto e Itabaiana, homens do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv) realizaram abordagens a motoristas e vistoriaram automóveis. Ação semelhante foi realizada no município de Campo do Brito. De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública essa medida deve permanecer até o dia 06 de março, quarta-feira de cinzas. (Milton Alves Júnior)