Tite convoca Vinicius Júnior e Daniel Alves

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Em ascensão no Real Madri, o jovem Vinicius Junior ganha a primeira oportunidade na seleção principal
Em ascensão no Real Madri, o jovem Vinicius Junior ganha a primeira oportunidade na seleção principal

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 28/02/2019 às 22:43:00

 

Givaldo Batista
givaldobs@yahoo.com.br
O técnico Tite convo
cou nesta quinta-
feira a seleção brasileira para os seus primeiros compromissos em 2019 e chamou o atacante Vinicius Junior para os amistosos contra Panamá e República Checa, em março. Essa é a primeira vez que o jogador, de 18 anos, é incluído em uma lista para a equipe principal. E a relação também conta com o retorno de Daniel Alves.
Vinicius Junior vem em ascensão no Real Madrid, tendo conquistado a titularidade do setor ofensivo do clube nas últimas semanas da sua primeira temporada na Europa. E, observado pela comissão técnica, agora recebe uma chance com Tite.
Após perder a Copa do Mundo por lesão, o veterano lateral-direito Daniel Alves, de 35 anos, voltou a ser lembrado por Tite. O jogador do Paris Saint-Germain tem atuado mais como meio-campista no clube, mas foi incluído em sua posição de origem na convocação desta quinta.
Como já havia sido adiantado pelo auxiliar Cleber Xavier, Tite também chamou o meia Lucas Paquetá. Ele já havia sido lembrado para os primeiros compromissos do Brasil após a Copa do Mundo, diante de El Salvador e Estados Unidos, e agora voltará a ser observado. Assim, o jovem meio-campista, de 21 anos, deve se tornar uma das "caras" da renovação da seleção, realizada paulatinamente pelo treinador, assim como o atacante Richarlison e o meio-campista Arthur.
Tite tem aproveitado os amistosos após a Copa da Rússia para realizar testes na seleção, aumentando as observações nesse início de ciclo para o Mundial no Catar, com 40 jogadores sendo convocados. Mas agora reduziu, em parte, as observações.
O treinador, porém, chamou o meia Felipe Anderson, que vem se destacando pelo West Ham, pela primeira vez - ele até já havia sido convocado para a seleção, mas por Dunga, em 2015, para um amistoso contra o México. A convocação também conta com apenas dois jogadores que atuam no futebol brasileiro, casos do goleiro Weverton, do Palmeiras, e o atacante Everton, do Grêmio.
A principal ausência da lista é, evidentemente, Neymar. O atacante do Paris Saint-Germain se lesionou no fim de janeiro. O atacante deverá voltar aos gramados antes do fim da temporada 2018/2019 europeia e também a tempo de defender a seleção brasileira na Copa América.
Confira a lista de convocados do Brasil para os amistosos contra Panamá e República Checa:
Goleiros - Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras). 
Defensores - Daniel Alves (Paris Saint-Germain), Eder Militão (Porto), Danilo (Manchester City), Alex Sandro (Juventus), Filipe Luís (Atlético de Madrid), Marquinhos (Paris Saint-Germain), Miranda (Inter de Milão) e Thiago Silva (Paris Saint-Germain).
Meio-campistas - Allan (Napoli), Arthur (Barcelona), Casemiro (Real Madrid), Fabinho (Liverpool), Felipe Anderson (West Ham), Lucas Paquetá (Milan) e Philippe Coutinho (Barcelona).
Atacantes - Vinicius Junior (Real Madrid), Roberto Firmino (Liverpool), Everton (Grêmio), Gabriel Jesus (Manchester City) e Richarlison (Everton).

O técnico Tite convo cou nesta quinta- feira a seleção brasileira para os seus primeiros compromissos em 2019 e chamou o atacante Vinicius Junior para os amistosos contra Panamá e República Checa, em março. Essa é a primeira vez que o jogador, de 18 anos, é incluído em uma lista para a equipe principal. E a relação também conta com o retorno de Daniel Alves.
Vinicius Junior vem em ascensão no Real Madrid, tendo conquistado a titularidade do setor ofensivo do clube nas últimas semanas da sua primeira temporada na Europa. E, observado pela comissão técnica, agora recebe uma chance com Tite.
Após perder a Copa do Mundo por lesão, o veterano lateral-direito Daniel Alves, de 35 anos, voltou a ser lembrado por Tite. O jogador do Paris Saint-Germain tem atuado mais como meio-campista no clube, mas foi incluído em sua posição de origem na convocação desta quinta.
Como já havia sido adiantado pelo auxiliar Cleber Xavier, Tite também chamou o meia Lucas Paquetá. Ele já havia sido lembrado para os primeiros compromissos do Brasil após a Copa do Mundo, diante de El Salvador e Estados Unidos, e agora voltará a ser observado. Assim, o jovem meio-campista, de 21 anos, deve se tornar uma das "caras" da renovação da seleção, realizada paulatinamente pelo treinador, assim como o atacante Richarlison e o meio-campista Arthur.
Tite tem aproveitado os amistosos após a Copa da Rússia para realizar testes na seleção, aumentando as observações nesse início de ciclo para o Mundial no Catar, com 40 jogadores sendo convocados. Mas agora reduziu, em parte, as observações.
O treinador, porém, chamou o meia Felipe Anderson, que vem se destacando pelo West Ham, pela primeira vez - ele até já havia sido convocado para a seleção, mas por Dunga, em 2015, para um amistoso contra o México. A convocação também conta com apenas dois jogadores que atuam no futebol brasileiro, casos do goleiro Weverton, do Palmeiras, e o atacante Everton, do Grêmio.
A principal ausência da lista é, evidentemente, Neymar. O atacante do Paris Saint-Germain se lesionou no fim de janeiro. O atacante deverá voltar aos gramados antes do fim da temporada 2018/2019 europeia e também a tempo de defender a seleção brasileira na Copa América.
Confira a lista de convocados do Brasil para os amistosos contra Panamá e República Checa:
Goleiros - Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras). 
Defensores - Daniel Alves (Paris Saint-Germain), Eder Militão (Porto), Danilo (Manchester City), Alex Sandro (Juventus), Filipe Luís (Atlético de Madrid), Marquinhos (Paris Saint-Germain), Miranda (Inter de Milão) e Thiago Silva (Paris Saint-Germain).
Meio-campistas - Allan (Napoli), Arthur (Barcelona), Casemiro (Real Madrid), Fabinho (Liverpool), Felipe Anderson (West Ham), Lucas Paquetá (Milan) e Philippe Coutinho (Barcelona).
Atacantes - Vinicius Junior (Real Madrid), Roberto Firmino (Liverpool), Everton (Grêmio), Gabriel Jesus (Manchester City) e Richarlison (Everton).