São Paulo é bicampeão brasileiro de futebol escolar

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O Colégio Amorim, de São Paulo venceu o Carolina Lupion, do Paraná e conquistou o bicampeonato brasileiro de futebol escolar
O Colégio Amorim, de São Paulo venceu o Carolina Lupion, do Paraná e conquistou o bicampeonato brasileiro de futebol escolar

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 28/02/2019 às 22:45:00

 

Durante uma sema-
na, de 21 a 28 de fe-
vereiro, a capital sergipana transformou-se na capital brasileira de futebol escolar, sediando o IX Campeonato Brasileiro Escolar de Futebol. Mais de 500 atletas, representando 28 equipes de 26 estados da Federação, mais o Distrito Federal, disputaram o direito de representar o Brasil no Mundial da Sérvia.
Promovido pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), a competição contou com o apoio do Governo do Estado de Sergipe, através da Superintendência Especial de Esportes, da Seduz. 
A competição chegou ao final na tarde da quarta-feira (27), na Arena Batistão com a realização da partida entre São Paulo e Paraná. Vitória de São Paulo, por 4x0. São Paulo foi representado pelo Colégio Amorim. Vice-campeão, Paraná foi representado pelo Colégio Carolina Lupion. 
Sendo assim, São Paulo sagrou-se bicampeão brasileiro de futebol escolar masculino. É   o   segundo   título   consecutivo, conquistado pelo colégio paulista. A conquista garante ao Colégio Amorim, o direito de representar o Brasil no mundial da modalidade, que este ano será disputado Sérvia, entre os dias 6 e 14 de abril. O terceiro lugar ficou com o Colégio Júlia Fialho do Ceará, que venceu o IDFG de Sergipe por 2x0, no campo do Anchietão.  
Melhor   equipe   da   competição, São   Paulo   deixou   isso demonstrado desde a estreia, até a partida final contra o Paraná. Além das emoções proporcionadas pelo futebol em uma decisão, a partida teve um alto índice técnico. A equipe do Paraná vinha de uma decisão desgastante na semifinal contra o IDFG e sentiu a responsabilidade de enfrentar a melhor equipe da competição, em uma decisão. Mesmo assim, os paranaenses ainda resistiram todo o primeiro, tempo que terminou em 1x0, para São Paulo.
Na segunda fase, Paraná visivelmente cansado, se desarticulou e abriu caminho para a goleada. Os gols foram marcados por Mateus (2), aos 3' do primeiro tempo. Na segunda fase novamente Mateus fez aos e 5'. Marco Antônio aos 23' e Denilson aos 29', completaram a goleada. Depois foi só comemoração e a certeza de que cada um deu o máximo para chegar a essa brilhante conquista.
Sobre a organização do evento que reuniu cerca de 500 atletas de28 equipes, dos 26 estados do país mais o Distrito Federal, o técnico paulista Vinicius Moraes só teve elogios.
- O Paraná é uma equipe muito qualificada. Respeito demais e parabenizo   o   adversário.   Graças   a   Deus   vencemos   e somos bicampeões brasileiros. Aproveito o momento para parabenizar a CBDE, pela organização dessa competição, pelas estruturas de alimentação, transporte, equipe   médica   e   estádio   e pelos profissionais envolvidos - destacou o técnico paulista Vinicius Moraes.
Destaque da equipe, o atacante Mateus autor de dois gols, ressalta s emoção de ser bicampeão brasileiro: "Não tenho nem palavras para descrever   esse   momento.   Agora   é   comemorar   a nossa classificação   e   aproveitar   o   mundial   da   Sérvia, para representarmos muito bem o Brasil e sairmos de lá como campeões mundo - comemorou o atleta de 17 anos, que já atua no time de base do Corinthians Paulista.
Premiação   -   A   festa   de   encerramento   e   premiação   do   IX Campeonato Brasileiro Escolar de Futebol Masculino aconteceu na noite do dia 27, no Centro de Convenções do Orion Hotel. O vice-presidente da CBDE, Robson Aguiar, abriu a solenidade, agradecendo a todos os    participantes, atletas, dirigentes, técnicos, professores, presidentes de entidades estaduais, equipe de organização. "Enfim, todos   que contribuíram   para o sucesso   dessa competição, a maior já realizada no país, com 28 equipes, mais de 500 atletas e a participação   de todos   os   26   estados da federação, mais o   Distrito   Federal. Muito obrigado a todos", concluiu Robson Aguiar.
A cerimônia   de   premiação teve   sequência   com a entrega das medalhas e   troféus   aos   campeões, vice-campeões   e   terceiro colocados das Series Ouro, Prata e Bronze. A classificação final ficou assim:
Série Ouro
Colégio Amorim (SP) - medalha de ouro - Colégio Carolina Lupion (PR) - medalha de prata e Colégio Júlia Fialho (CE) - medalha de bronze.
Série Prata
Instituto Educacional Magnólia o (MA) - medalha de ouro - Escola Sonia Henrique Barreto (AP) - medalha de prata e Colégio Acreano (AC) - medalha de bronze.
Série Bronze
Colégio Teorema (PA) - medalha de ouro - Escola Emilio Nemer (ES) - medalha de prata e Escola Adelaide Tavares Macedo (AM) medalha de bronze.

Durante uma semana, de 21 a 28 de fe- vereiro, a capital sergipana transformou-se na capital brasileira de futebol escolar, sediando o IX Campeonato Brasileiro Escolar de Futebol. Mais de 500 atletas, representando 28 equipes de 26 estados da Federação, mais o Distrito Federal, disputaram o direito de representar o Brasil no Mundial da Sérvia.
Promovido pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), a competição contou com o apoio do Governo do Estado de Sergipe, através da Superintendência Especial de Esportes, da Seduz. 
A competição chegou ao final na tarde da quarta-feira (27), na Arena Batistão com a realização da partida entre São Paulo e Paraná. Vitória de São Paulo, por 4x0. São Paulo foi representado pelo Colégio Amorim. Vice-campeão, Paraná foi representado pelo Colégio Carolina Lupion. 
Sendo assim, São Paulo sagrou-se bicampeão brasileiro de futebol escolar masculino. É   o   segundo   título   consecutivo, conquistado pelo colégio paulista. A conquista garante ao Colégio Amorim, o direito de representar o Brasil no mundial da modalidade, que este ano será disputado Sérvia, entre os dias 6 e 14 de abril. O terceiro lugar ficou com o Colégio Júlia Fialho do Ceará, que venceu o IDFG de Sergipe por 2x0, no campo do Anchietão.  
Melhor   equipe   da   competição, São   Paulo   deixou   isso demonstrado desde a estreia, até a partida final contra o Paraná. Além das emoções proporcionadas pelo futebol em uma decisão, a partida teve um alto índice técnico. A equipe do Paraná vinha de uma decisão desgastante na semifinal contra o IDFG e sentiu a responsabilidade de enfrentar a melhor equipe da competição, em uma decisão. Mesmo assim, os paranaenses ainda resistiram todo o primeiro, tempo que terminou em 1x0, para São Paulo.
Na segunda fase, Paraná visivelmente cansado, se desarticulou e abriu caminho para a goleada. Os gols foram marcados por Mateus (2), aos 3' do primeiro tempo. Na segunda fase novamente Mateus fez aos e 5'. Marco Antônio aos 23' e Denilson aos 29', completaram a goleada. Depois foi só comemoração e a certeza de que cada um deu o máximo para chegar a essa brilhante conquista.
Sobre a organização do evento que reuniu cerca de 500 atletas de28 equipes, dos 26 estados do país mais o Distrito Federal, o técnico paulista Vinicius Moraes só teve elogios.
- O Paraná é uma equipe muito qualificada. Respeito demais e parabenizo   o   adversário.   Graças   a   Deus   vencemos   e somos bicampeões brasileiros. Aproveito o momento para parabenizar a CBDE, pela organização dessa competição, pelas estruturas de alimentação, transporte, equipe   médica   e   estádio   e pelos profissionais envolvidos - destacou o técnico paulista Vinicius Moraes.
Destaque da equipe, o atacante Mateus autor de dois gols, ressalta s emoção de ser bicampeão brasileiro: "Não tenho nem palavras para descrever   esse   momento.   Agora   é   comemorar   a nossa classificação   e   aproveitar   o   mundial   da   Sérvia, para representarmos muito bem o Brasil e sairmos de lá como campeões mundo - comemorou o atleta de 17 anos, que já atua no time de base do Corinthians Paulista.

Premiação   -   A   festa   de   encerramento   e   premiação   do   IX Campeonato Brasileiro Escolar de Futebol Masculino aconteceu na noite do dia 27, no Centro de Convenções do Orion Hotel. O vice-presidente da CBDE, Robson Aguiar, abriu a solenidade, agradecendo a todos os    participantes, atletas, dirigentes, técnicos, professores, presidentes de entidades estaduais, equipe de organização. "Enfim, todos   que contribuíram   para o sucesso   dessa competição, a maior já realizada no país, com 28 equipes, mais de 500 atletas e a participação   de todos   os   26   estados da federação, mais o   Distrito   Federal. Muito obrigado a todos", concluiu Robson Aguiar.
A cerimônia   de   premiação teve   sequência   com a entrega das medalhas e   troféus   aos   campeões, vice-campeões   e   terceiro colocados das Series Ouro, Prata e Bronze. A classificação final ficou assim:

Série Ouro

Colégio Amorim (SP) - medalha de ouro - Colégio Carolina Lupion (PR) - medalha de prata e Colégio Júlia Fialho (CE) - medalha de bronze.

Série Prata

Instituto Educacional Magnólia o (MA) - medalha de ouro - Escola Sonia Henrique Barreto (AP) - medalha de prata e Colégio Acreano (AC) - medalha de bronze.

Série Bronze

Colégio Teorema (PA) - medalha de ouro - Escola Emilio Nemer (ES) - medalha de prata e Escola Adelaide Tavares Macedo (AM) medalha de bronze.