Empresas de ônibus e trabalhadores fecham acordo

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Motoristas e cobradores aceitaram a proposta de reajuste de 5%
Motoristas e cobradores aceitaram a proposta de reajuste de 5%

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 28/02/2019 às 23:12:00

 

Milton Alves Júnior
Depois de ameaçar 
suspender os ser-
viços de transporte coletivo urbano na Região Metropolitana de Aracaju já a partir de hoje, motoristas e cobradores oficializaram na manhã de ontem que uma negociação positiva junto ao Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp), resultou na garantia operacional do sistema. A garantia de manutenção do sistema ocorreu após o setor empresarial ter aceitado conceder reajuste salarial de 5%, acima da inflação registrada nacionalmente no ano passado. As negociações administrativas fazem parte da Convenção Coletiva da classe trabalhadora realizada sempre no primeiro trimestre de cada ano.
Em nota pública emitida na tarde de ontem a direção do Setransp enaltece que o acordo aconteceu diante do empenho de ambos os sindicatos para atender da melhor forma possível aos anseios dos trabalhadores rodoviários, de maneira que se conciliasse com a situação econômica do setor e o desenvolvimento do serviço do transporte público coletivo. O Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário (Sinttra) reconheceu o desejo do setor patronal em buscar um percentual de reajuste salarial que de fato fosse possível e agradável para ambos os lados. Para o motorista Emersson Santos, o bom diálogo ajuda a minimizar os conflitos.
"Essa postura compreensiva por parte dos donos de empresas de ônibus contribuiu para que as ameaças de greve e paralisação do sistema não passassem de suposições. No final das contas a compreensão mais por parte dos patrões acabou prevalecendo. Apesar de a convenção coletiva deste ano já ter definida, nada impede que o diálogo visando melhorias continuem e que nos próximos anos todos ajudem a melhorar o serviço prestado aos passageiros e as condições de trabalho para os motoristas e cobradores", declarou. O sistema de transporte de passageiros em Aracaju e demais municípios da Região Metropolitana é responsável por garantir a logística diária aproximadamente 300 mil sergipanos.

Milton Alves Júnior

Depois de ameaçar  suspender os ser- viços de transporte coletivo urbano na Região Metropolitana de Aracaju já a partir de hoje, motoristas e cobradores oficializaram na manhã de ontem que uma negociação positiva junto ao Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp), resultou na garantia operacional do sistema. A garantia de manutenção do sistema ocorreu após o setor empresarial ter aceitado conceder reajuste salarial de 5%, acima da inflação registrada nacionalmente no ano passado. As negociações administrativas fazem parte da Convenção Coletiva da classe trabalhadora realizada sempre no primeiro trimestre de cada ano.
Em nota pública emitida na tarde de ontem a direção do Setransp enaltece que o acordo aconteceu diante do empenho de ambos os sindicatos para atender da melhor forma possível aos anseios dos trabalhadores rodoviários, de maneira que se conciliasse com a situação econômica do setor e o desenvolvimento do serviço do transporte público coletivo. O Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário (Sinttra) reconheceu o desejo do setor patronal em buscar um percentual de reajuste salarial que de fato fosse possível e agradável para ambos os lados. Para o motorista Emersson Santos, o bom diálogo ajuda a minimizar os conflitos.
"Essa postura compreensiva por parte dos donos de empresas de ônibus contribuiu para que as ameaças de greve e paralisação do sistema não passassem de suposições. No final das contas a compreensão mais por parte dos patrões acabou prevalecendo. Apesar de a convenção coletiva deste ano já ter definida, nada impede que o diálogo visando melhorias continuem e que nos próximos anos todos ajudem a melhorar o serviço prestado aos passageiros e as condições de trabalho para os motoristas e cobradores", declarou. O sistema de transporte de passageiros em Aracaju e demais municípios da Região Metropolitana é responsável por garantir a logística diária aproximadamente 300 mil sergipanos.