Huse reforça escalas médicas e insumos para o período carnavalesco

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 01/03/2019 às 22:55:00

 

Já é carnaval e o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), unidade gerenciada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), está com todo o esquema de atendimento montado para garantir a assistência à população sergipana durante os dias de folia, que este ano se inicia nesta sexta-feira (1º) e vai até a quarta-feira de cinzas (06). O esquema prevê o aumento de escalas médicas nos setores de maior demanda do hospital, como o pronto-socorro e o centro de traumas.
Durante as festas carnavalescas, o Huse vai dispor de especialistas durante 24 horas em regime de sobreaviso, como cirurgiões plásticos e torácicos, otorrinolaringologistas e oftalmologistas. No Pronto-Socorro, que atende casos de clínica geral, as escalas de plantão contarão com reforço diariamente nesse período, como também no Centro Cirúrgico. "Estamos com todo o esquema preparado para os casos que chegarem ao hospital e necessitarem de procedimento cirúrgico, bem como para os agendamentos eletivos. Estaremos com sete salas funcionando e equipe completa para o atendimento", explicou a coordenadora do Centro Cirúrgico do Huse, Claudivânia Farah.
O coordenador do Pronto Socorro do Huse, Tony Nino, explica que está tudo pronto, caso aconteçam maiores intercorrências, e faz um alerta para as pessoas que vão brincar o carnaval. "Estaremos com um trabalho em conjunto com Samu, Hospitais Regionais e Hospital Cirurgia, tudo para garantir tranquilidade na regulação dos atendimentos. Nossa maior preocupação são os traumas por acidentes motociclísticos e também a violência urbana, então, eu oriento aos foliões que brinquem o carnaval com mais tranquilidade, consciência e muita precaução", disse.
O esquema montado pelo Huse para garantir a normalidade dos atendimentos no carnaval inclui também ortopedistas, pediatras, neurocirurgiões e cirurgiões buco-maxilo-faciais para atender pacientes no Centro Cirúrgico e no Pronto-Socorro Adulto, além de médicos residentes. Quanto aos insumos e medicamentos, todo o estoque foi devidamente reforçado para que não ocorra nenhuma falta durante esse período de festa.  

Já é carnaval e o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), unidade gerenciada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), está com todo o esquema de atendimento montado para garantir a assistência à população sergipana durante os dias de folia, que este ano se inicia nesta sexta-feira (1º) e vai até a quarta-feira de cinzas (06). O esquema prevê o aumento de escalas médicas nos setores de maior demanda do hospital, como o pronto-socorro e o centro de traumas.
Durante as festas carnavalescas, o Huse vai dispor de especialistas durante 24 horas em regime de sobreaviso, como cirurgiões plásticos e torácicos, otorrinolaringologistas e oftalmologistas. No Pronto-Socorro, que atende casos de clínica geral, as escalas de plantão contarão com reforço diariamente nesse período, como também no Centro Cirúrgico. "Estamos com todo o esquema preparado para os casos que chegarem ao hospital e necessitarem de procedimento cirúrgico, bem como para os agendamentos eletivos. Estaremos com sete salas funcionando e equipe completa para o atendimento", explicou a coordenadora do Centro Cirúrgico do Huse, Claudivânia Farah.
O coordenador do Pronto Socorro do Huse, Tony Nino, explica que está tudo pronto, caso aconteçam maiores intercorrências, e faz um alerta para as pessoas que vão brincar o carnaval. "Estaremos com um trabalho em conjunto com Samu, Hospitais Regionais e Hospital Cirurgia, tudo para garantir tranquilidade na regulação dos atendimentos. Nossa maior preocupação são os traumas por acidentes motociclísticos e também a violência urbana, então, eu oriento aos foliões que brinquem o carnaval com mais tranquilidade, consciência e muita precaução", disse.O esquema montado pelo Huse para garantir a normalidade dos atendimentos no carnaval inclui também ortopedistas, pediatras, neurocirurgiões e cirurgiões buco-maxilo-faciais para atender pacientes no Centro Cirúrgico e no Pronto-Socorro Adulto, além de médicos residentes. Quanto aos insumos e medicamentos, todo o estoque foi devidamente reforçado para que não ocorra nenhuma falta durante esse período de festa.