Leandro Campos trabalha forte no Sergipe

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Treinador do Sergipe assumiu o comando na segunda-feira e vem trabalhando com atenção o bloco defensivo do time rubro
Treinador do Sergipe assumiu o comando na segunda-feira e vem trabalhando com atenção o bloco defensivo do time rubro

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 08/03/2019 às 07:07:00

 

Givaldo Batista
givaldobs@yahoo.com.br
A partida contra o 
Olímpico na tarde 
do próximo sábado (9) marca a estreia do treinador Leandro Campos à frente do Sergipe. Além de Leandro Campos, o Sergipe conta também com um novo preparador físico. O professor Carlos Alberto que em outras oportunidades já trabalhou no time rubro, está de volta ao Mundão do Siquera Campos. 
Portanto será uma tarde de estreias no time rubro, que quer dar a arrancada para a conquista do título, o bicampeonato do certame estadual.  E para que isso aconteça. No João Hora é só trabalho. Leandro Campos deve fazer algumas modificações na equipe, mas inicialmente, ele está trabalhado mais o bloco defensivo. Garantindo uma boa defesa, do meio para frente o time se acerta mais facilmente. É assim que pensa o novo treinador do Sergipe assumiu na segunda-feira de Carnaval, mas que já teve duas passagens pelo Itabaiana, onde se sagrou vice-campeão. Nas duas oportunidades coincidentemente o título foi perdido para o Sergipe.  
O treinador promove ajustes na defesa do Sergipe, que tem pior média de gols sofridos em quatro anos. O sistema defensivo do Colorado sofreu 17 gols em 13 jogos nesta temporada. Um retrospecto muito ruim para uma grande equipe como o Sergipe. 
Priorizar a defesa e sair para o ataque organizado. Esse é o lema do novo Sergipe comandado por Leandro Campos. Ele realizou os primeiros trabalhos esta semana e busca ajustar um time que em 13 jogos até aqui, sofreu 17 gols, uma média de 1,3 gol por jogo. É a maior média dos últimos quatro anos, se contabilizarmos as primeiras 13 partidas do clube nas temporadas 2016, 2017, 2018 e 2019. A próxima partida será contra o Olímpico. O objetivo é vencer para conquistar a terceira posição no turno, para jogar três partidas do hexagonal final com o mando de campo.
 Os trabalhos para a partida contra o Olímpico serão encerrados na manhã desta sexta-feira com um treino técnico no estádio João Hora. Na oportunidade Leandro Campos define a equipe para enfrentar o Olímpico.  A partir daí os atletas entram em regime de concentração até a hora do jogo. Todo o elenco está consciente da responsabilidade da partida e o que ela representa em termos de classificação para o time rubro. 

A partida contra o  Olímpico na tarde  do próximo sábado (9) marca a estreia do treinador Leandro Campos à frente do Sergipe. Além de Leandro Campos, o Sergipe conta também com um novo preparador físico. O professor Carlos Alberto que em outras oportunidades já trabalhou no time rubro, está de volta ao Mundão do Siquera Campos. 
Portanto será uma tarde de estreias no time rubro, que quer dar a arrancada para a conquista do título, o bicampeonato do certame estadual.  E para que isso aconteça. No João Hora é só trabalho. Leandro Campos deve fazer algumas modificações na equipe, mas inicialmente, ele está trabalhado mais o bloco defensivo. Garantindo uma boa defesa, do meio para frente o time se acerta mais facilmente. É assim que pensa o novo treinador do Sergipe assumiu na segunda-feira de Carnaval, mas que já teve duas passagens pelo Itabaiana, onde se sagrou vice-campeão. Nas duas oportunidades coincidentemente o título foi perdido para o Sergipe.  
O treinador promove ajustes na defesa do Sergipe, que tem pior média de gols sofridos em quatro anos. O sistema defensivo do Colorado sofreu 17 gols em 13 jogos nesta temporada. Um retrospecto muito ruim para uma grande equipe como o Sergipe. 
Priorizar a defesa e sair para o ataque organizado. Esse é o lema do novo Sergipe comandado por Leandro Campos. Ele realizou os primeiros trabalhos esta semana e busca ajustar um time que em 13 jogos até aqui, sofreu 17 gols, uma média de 1,3 gol por jogo. É a maior média dos últimos quatro anos, se contabilizarmos as primeiras 13 partidas do clube nas temporadas 2016, 2017, 2018 e 2019. A próxima partida será contra o Olímpico. O objetivo é vencer para conquistar a terceira posição no turno, para jogar três partidas do hexagonal final com o mando de campo.
 Os trabalhos para a partida contra o Olímpico serão encerrados na manhã desta sexta-feira com um treino técnico no estádio João Hora. Na oportunidade Leandro Campos define a equipe para enfrentar o Olímpico.  A partir daí os atletas entram em regime de concentração até a hora do jogo. Todo o elenco está consciente da responsabilidade da partida e o que ela representa em termos de classificação para o time rubro.