Betinho ainda acredita na classificação

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Sem poder contar com Genivaldo, Jean que já jogou contra o Fortaleza será titular do Confiança, contra o Dorense
Sem poder contar com Genivaldo, Jean que já jogou contra o Fortaleza será titular do Confiança, contra o Dorense

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 09/03/2019 às 05:57:00

 

Givaldo Batista
givaldobs@yahoo.com.br
Ainda pressionados 
com as duas golea
das sofridas nos dois últimos jogos, a delegação do Confiança desembarcou na manhã desta sexta-feira em Aracaju e à tarde, os jogadores já estavam no Sabino Ribeiro treinando com foco no jogo deste domingo contra o Dorense pelo certame estadual. Nessa partida o time ainda terá alguns desfalques como o goleiro Genivaldo, que cumpre suspensão automática e o zagueiro João Paulo em tratamento de uma lesão. Tito ainda é dúvida na equipe. 
 Sobre o Nordestão, Betinho ainda acredita na classificação: "Ainda temos chances reais de classificação", lembra. O Fortaleza foi muito superior, nós tivemos muita dificuldade. É uma derrota que não esperávamos da maneira como foi", avaliou o treinador do Confiança após a derrota.
Após três jogos sem perder na Copa do Nordeste, o Confiança foi derrotado na noite da última quinta-feira. Com alguns desfalques, o time azulino não conseguiu segurar o Fortaleza na Arena Castelão e só no primeiro tempo sofreu dois gols.
- Tudo que tínhamos treinado e imaginado caiu por terra logo com três minutos. Nós tínhamos alertado que seríamos pressionados, que eles viriam para cima e nós teríamos que segurar essa pressão, para depois sair mais para o jogo, como até fizemos depois do gol. Conseguimos equilibrar o jogo, mas não tivemos chances efetivas, mas o Fortaleza já teve uma dificuldade maior para chegar ao nosso gol. E, quando tudo parecia que estava normal, tomamos o segundo gol no final do primeiro tempo. Foi até um lance duvidoso, não sei se estava impedido ou não, mas enfim isso acabou dificultando ainda mais - afirmou o técnico Betinho.
Veio o segundo tempo e com ele a chance de buscar o empate. Betinho já retornou do intervalo fazendo uma mudança: Ítalo no lugar de Romarinho. Depois o treinador ainda colocaria Flávio e Júnior Timbó, mas de nada adiantou e o time proletário sofreu mais dois gols.
Com o resultado negativo, o time proletário caiu para a sétima colocação do Grupo B da Copa do Nordeste, mas ainda tem três jogos para buscar a classificação: dois seguidos em casa (Vitória e CRB) e um fora (Santa Cruz). Pelo Nordestão, o time proletário voltará a jogar no dia 14 de março, às 21h30, na Arena Batistão contra o Vitória.
- Agora, é continuar trabalhando, pois ainda temos chances reais de classificação dentro da competição e vamos ter dois jogos em casa. Se derrotarmos o Vitória aqui, poderemos continuar na briga por uma vaga na próxima fase do Nordestão - ressaltou o técnico do Dragão.
O Confiança já terá um novo desafio no próximo domingo, às 15h30, desta vez pelo Campeonato Sergipano, quando vai encarar o Dorense pela última rodada da primeira fase no estádio Ariston Azevedo, em Nossa Senhora das Dores. A equipe lidera a competição com um ponto a mais para o segundo, que é o Lagarto. Se terminar como líder, garantirá vaga na Copa do Brasil do próximo ano.

Ainda pressionados  com as duas golea das sofridas nos dois últimos jogos, a delegação do Confiança desembarcou na manhã desta sexta-feira em Aracaju e à tarde, os jogadores já estavam no Sabino Ribeiro treinando com foco no jogo deste domingo contra o Dorense pelo certame estadual. Nessa partida o time ainda terá alguns desfalques como o goleiro Genivaldo, que cumpre suspensão automática e o zagueiro João Paulo em tratamento de uma lesão. Tito ainda é dúvida na equipe. 
 Sobre o Nordestão, Betinho ainda acredita na classificação: "Ainda temos chances reais de classificação", lembra. O Fortaleza foi muito superior, nós tivemos muita dificuldade. É uma derrota que não esperávamos da maneira como foi", avaliou o treinador do Confiança após a derrota.
Após três jogos sem perder na Copa do Nordeste, o Confiança foi derrotado na noite da última quinta-feira. Com alguns desfalques, o time azulino não conseguiu segurar o Fortaleza na Arena Castelão e só no primeiro tempo sofreu dois gols.
- Tudo que tínhamos treinado e imaginado caiu por terra logo com três minutos. Nós tínhamos alertado que seríamos pressionados, que eles viriam para cima e nós teríamos que segurar essa pressão, para depois sair mais para o jogo, como até fizemos depois do gol. Conseguimos equilibrar o jogo, mas não tivemos chances efetivas, mas o Fortaleza já teve uma dificuldade maior para chegar ao nosso gol. E, quando tudo parecia que estava normal, tomamos o segundo gol no final do primeiro tempo. Foi até um lance duvidoso, não sei se estava impedido ou não, mas enfim isso acabou dificultando ainda mais - afirmou o técnico Betinho.
Veio o segundo tempo e com ele a chance de buscar o empate. Betinho já retornou do intervalo fazendo uma mudança: Ítalo no lugar de Romarinho. Depois o treinador ainda colocaria Flávio e Júnior Timbó, mas de nada adiantou e o time proletário sofreu mais dois gols.
Com o resultado negativo, o time proletário caiu para a sétima colocação do Grupo B da Copa do Nordeste, mas ainda tem três jogos para buscar a classificação: dois seguidos em casa (Vitória e CRB) e um fora (Santa Cruz). Pelo Nordestão, o time proletário voltará a jogar no dia 14 de março, às 21h30, na Arena Batistão contra o Vitória.
- Agora, é continuar trabalhando, pois ainda temos chances reais de classificação dentro da competição e vamos ter dois jogos em casa. Se derrotarmos o Vitória aqui, poderemos continuar na briga por uma vaga na próxima fase do Nordestão - ressaltou o técnico do Dragão.
O Confiança já terá um novo desafio no próximo domingo, às 15h30, desta vez pelo Campeonato Sergipano, quando vai encarar o Dorense pela última rodada da primeira fase no estádio Ariston Azevedo, em Nossa Senhora das Dores. A equipe lidera a competição com um ponto a mais para o segundo, que é o Lagarto. Se terminar como líder, garantirá vaga na Copa do Brasil do próximo ano.