PL pode impedir contratação de cargos comissionados de agressores de mulheres

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 12/03/2019 às 06:37:00

 

O deputado Estadual, Garibalde Mendonça  MDB) utilizou a tribuna da Casa Legislativa de Sergipe na tarde desta segunda-feira para registrar que irá apresentar na Assembleia Legislativa um Projeto de Lei que irá minimizar crimes contra a mulher. Parlamentar faz menção  da não  contratação, por meio de cargos comissionados daqueles que estão penalizados por meio da Lei Federal de nº 11.340. Lei, de 07 de agosto de 2206 - Lei Maria da Penha,  destinada a proteger a mulher contra a violência doméstica e familiar.
"Baseado no Dia Internacional da Mulher, nós tivemos uma grande surpresa que aconteceu no Rio de Janeiro. O governador daquele Estado sancionou uma Lei que realmente estamos colocando para aqui também, no âmbito do Estado de Sergipe. A lei  proíbe a contratação em Cargos de Comissão de pessoas que tenha sido condenadas pela Lei Federal de nº 11340", destaca Garibalde.
Parlamentar ressalta que lei irá minimizar a violência, dada outras mais penalidades extra lei, que já são aplicadas pela Lei Maria da Penha. "Claro que essa lei estadual em consonância com a Lei Federal 11.340 não irá minimizar o sofrimento da mulher, mas irá penalizar muita gente por conta da sua aplicabilidade. Lei estadual  irá minimizar esses crimes contra mulheres,  como o feminicídio.  Então, esse projeto já está sendo executado  em muitas capitais brasileiras, não será  pioneiro em Sergipe,  e fez muito sucesso no Rio de Janeiro. Inclusive, essa lei foi sancionada no Rio de Janeiro no Dia Internacional da Mulher", comemora Garibalde a implantação da lei no Estado de Sergipe por meio de Projeto de Lei que será apresentado à casa.
Garibalde Mendonça ressalta que a implantação do projeto de lei em Sergipe é uma iniciativa, também, do deputado Gilmar Carvalho, do PSC.

O deputado Estadual, Garibalde Mendonça  MDB) utilizou a tribuna da Casa Legislativa de Sergipe na tarde desta segunda-feira para registrar que irá apresentar na Assembleia Legislativa um Projeto de Lei que irá minimizar crimes contra a mulher. Parlamentar faz menção  da não  contratação, por meio de cargos comissionados daqueles que estão penalizados por meio da Lei Federal de nº 11.340. Lei, de 07 de agosto de 2206 - Lei Maria da Penha,  destinada a proteger a mulher contra a violência doméstica e familiar.
"Baseado no Dia Internacional da Mulher, nós tivemos uma grande surpresa que aconteceu no Rio de Janeiro. O governador daquele Estado sancionou uma Lei que realmente estamos colocando para aqui também, no âmbito do Estado de Sergipe. A lei  proíbe a contratação em Cargos de Comissão de pessoas que tenha sido condenadas pela Lei Federal de nº 11340", destaca Garibalde.
Parlamentar ressalta que lei irá minimizar a violência, dada outras mais penalidades extra lei, que já são aplicadas pela Lei Maria da Penha. "Claro que essa lei estadual em consonância com a Lei Federal 11.340 não irá minimizar o sofrimento da mulher, mas irá penalizar muita gente por conta da sua aplicabilidade. Lei estadual  irá minimizar esses crimes contra mulheres,  como o feminicídio.  Então, esse projeto já está sendo executado  em muitas capitais brasileiras, não será  pioneiro em Sergipe,  e fez muito sucesso no Rio de Janeiro. Inclusive, essa lei foi sancionada no Rio de Janeiro no Dia Internacional da Mulher", comemora Garibalde a implantação da lei no Estado de Sergipe por meio de Projeto de Lei que será apresentado à casa.Garibalde Mendonça ressalta que a implantação do projeto de lei em Sergipe é uma iniciativa, também, do deputado Gilmar Carvalho, do PSC.