Daniel Paulista dirige o Confiança domingo

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Daniel Paulista ouve as informações de Geraldo Moreira, mas liberou a equipe para ser comandada por ele contra o Vitória
Daniel Paulista ouve as informações de Geraldo Moreira, mas liberou a equipe para ser comandada por ele contra o Vitória

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 15/03/2019 às 06:01:00

 

Givaldo Batista
givaldobs@yahoo.com.br
O novo treinador do 
Confiança, o jovem 
Daniel Paulista assume definitivamente o comando técnico da equipe nesta sexta-feira (15), já preparando a equipe para a partida de estreia do Dragão no Hexagonal, domingo (17), na Arena Batistão contra o Frei Paulistano.
Do camarote do Confiança nesta quinta-feira, ele assistiu à partida do Confiança contra o Vitória pela Copa do Nordeste. Independente do resultado, Daniel gostou do que viu na equipe. Ele elogiou o trabalho desenvolvido pelo treinador interino, Geraldo Moreira com quem já trabalhou no passado.
Daniel que se intitula como um treinador da nova geração. Um estudioso do assunto, pretende fazer um bom trabalho no Dragão. Ele chega com a proposta de conquistar a classificação inédita do time sergipano na Copa do Nordeste, conquistar o título estadual e levar o Confiança à Série B do Campeonato Brasileiro. Tarefas difíceis, mas factíveis.   
Pela tradição do clube, pela proposta de trabalho, pelo elenco que possui e a possibilidade de uma temporada de sucesso, Daniel disse que não pensou duas vezes para tomar a decisão, ao receber o convite dos dirigentes proletários.
- Morei muito tempo no Nordeste e conheço a tradição do clube. Sei de seu histórico no estado e do potencial do Confiança na região. Sei que existem chances reais de classificação na Copa do Nordeste e condições de buscar o campeonato estadual, além de condições de fazermos uma boa Série C para honrarmos a tradição do clube. Então porque não aceitar o desafio? Fui um vencedor por onde passei e espero também conquistar essas vitórias aqui no Confiança - disse Daniel Paulista.
No elenco atual, alguns jogadores já trabalharam com Daniel a exemplo de Júnior Timbó, Gustavinho Negretti e Felipe Lima. Mas isso não é garantia de titularidades. "Conhecer facilita, mas futebol é momento. Precisamos saber como esses atletas se encontram no momento atual". 

O novo treinador do  Confiança, o jovem  Daniel Paulista assume definitivamente o comando técnico da equipe nesta sexta-feira (15), já preparando a equipe para a partida de estreia do Dragão no Hexagonal, domingo (17), na Arena Batistão contra o Frei Paulistano.
Do camarote do Confiança nesta quinta-feira, ele assistiu à partida do Confiança contra o Vitória pela Copa do Nordeste. Independente do resultado, Daniel gostou do que viu na equipe. Ele elogiou o trabalho desenvolvido pelo treinador interino, Geraldo Moreira com quem já trabalhou no passado.
Daniel que se intitula como um treinador da nova geração. Um estudioso do assunto, pretende fazer um bom trabalho no Dragão. Ele chega com a proposta de conquistar a classificação inédita do time sergipano na Copa do Nordeste, conquistar o título estadual e levar o Confiança à Série B do Campeonato Brasileiro. Tarefas difíceis, mas factíveis.   
Pela tradição do clube, pela proposta de trabalho, pelo elenco que possui e a possibilidade de uma temporada de sucesso, Daniel disse que não pensou duas vezes para tomar a decisão, ao receber o convite dos dirigentes proletários.
- Morei muito tempo no Nordeste e conheço a tradição do clube. Sei de seu histórico no estado e do potencial do Confiança na região. Sei que existem chances reais de classificação na Copa do Nordeste e condições de buscar o campeonato estadual, além de condições de fazermos uma boa Série C para honrarmos a tradição do clube. Então porque não aceitar o desafio? Fui um vencedor por onde passei e espero também conquistar essas vitórias aqui no Confiança - disse Daniel Paulista.
No elenco atual, alguns jogadores já trabalharam com Daniel a exemplo de Júnior Timbó, Gustavinho Negretti e Felipe Lima. Mas isso não é garantia de titularidades. "Conhecer facilita, mas futebol é momento. Precisamos saber como esses atletas se encontram no momento atual".