Ocupe a Praça lembra 'Amoras e amores'

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Jorge Lins, atento e forte
Jorge Lins, atento e forte

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 26/03/2019 às 22:28:00

 

Rian Santos
riansantos@jornaldodiase.com.br
Se há um segmento na 
gestão Edvaldo Noguei-
ra a salvo de qualquer crítica, este diz respeito à promoção da sensibilidade nativa. À frente da Funcaju, o professor Cássio Murilo tem uma afinidade natural com os tambores da aldeia. E não perde oportunidade de abrir as portas do Centro Cultural localizado na praça General Valadão, enchendo o coração da  cidade de gente.
Hoje à noite, por exemplo, o Núcleo de Produção Digital lança luz sobre o passado da cena local, junto a artistas de todas as linguagens e vertentes. A página se refere a profissionais atentos e fortes, que atuam aqui e agora. Fosse realizado no último 17 de março, quando a capital de Sergipe completou 164 anos, ninguém poderia dizer que o aniversário de Aracaju passou em brancas nuvens, como nos anos de triste memória do ex-prefeito João Alves Filho.
Ocupe a praça - Um dos principais palcos da cena cultural de Aracaju dos anos 80, o circo 'Amoras e Amores' ganha uma releitura especial nesta quarta-feira, 27, Dia Mundial do Teatro, no picadeiro do  projeto Ocupe a Praça. Em celebração aos 164 anos da capital, a Prefeitura de Aracaju realiza uma homenagem ao movimento cultural que influenciou uma geração inteira. O evento começa a partir das 18h30, no Centro Cultural de Aracaju, localizado na praça General Valadão, marco zero da capital.
Dedicado ao universo teatral, espaço onde a dramaturgia e diversas expressões artísticas ganham força, o 'Ocupe a Praça: Amoras e Amores' convidou Perfeito Fortuna, fundador do 'Circo Voador' no Rio de Janeiro, para debater sobre formação cultural. Ao lado de Perfeito Fortuna estará Jorge Lins, o ator e produtor cultural sergipano que, impressionado com o 'Circo Voador', criou o 'Amoras e Amores', em 1980. 
A programação do 'Ocupe a Praça: Amoras e Amores' também contará com a exibição de um documentário produzido pelo NPD, com o depoimento de figuras sergipanas importantes, a exemplo de Irineu Fontes, Solange Gomes, Erê, Silvio (Karne Krua), dentre outros. Em seguida, o público entenderá "Como surgiu o Amoras e Amores", em esquete dirigida por Jorge Lins. 
Em sua trajetória, o circo 'Amoras e Amores' abrigou a apresentação de artistas como os Titãs, Luiz Gonzaga, Capital Inicial, Geraldo Azevedo, Tânia Alves, etc. Por isso, para celebrar e reviver a época, quatro bandas sergipanas farão a releitura de músicas nacionais e sergipanas que faziam sucesso. Donali, Mestre Madruguinha, A Banda dos Corações Partidos e Cidade Dormitório também pretendem animar o picadeiro com o seu repertório original.
Segundo a coordenadora do NPD, Graziele Ferreira, a proposta desta edição do Ocupe a Praça não é somente reviver o 'Circo Amoras e Amores', mas, principalmente, investir em formação cultural e no resgate da história. 
"O projeto traz uma programação com diversas atrações, diversidade de repertório e uma releitura cênica, cinematográfica e musical, além de estimular a nossa autoestima, mexendo com a estrutura do pensamento cultural  sobre nós mesmos", afirmou.

Se há um segmento na  gestão Edvaldo Noguei- ra a salvo de qualquer crítica, este diz respeito à promoção da sensibilidade nativa. À frente da Funcaju, o professor Cássio Murilo tem uma afinidade natural com os tambores da aldeia. E não perde oportunidade de abrir as portas do Centro Cultural localizado na praça General Valadão, enchendo o coração da  cidade de gente.
Hoje à noite, por exemplo, o Núcleo de Produção Digital lança luz sobre o passado da cena local, junto a artistas de todas as linguagens e vertentes. A página se refere a profissionais atentos e fortes, que atuam aqui e agora. Fosse realizado no último 17 de março, quando a capital de Sergipe completou 164 anos, ninguém poderia dizer que o aniversário de Aracaju passou em brancas nuvens, como nos anos de triste memória do ex-prefeito João Alves Filho.

Ocupe a praça - Um dos principais palcos da cena cultural de Aracaju dos anos 80, o circo 'Amoras e Amores' ganha uma releitura especial nesta quarta-feira, 27, Dia Mundial do Teatro, no picadeiro do  projeto Ocupe a Praça. Em celebração aos 164 anos da capital, a Prefeitura de Aracaju realiza uma homenagem ao movimento cultural que influenciou uma geração inteira. O evento começa a partir das 18h30, no Centro Cultural de Aracaju, localizado na praça General Valadão, marco zero da capital.
Dedicado ao universo teatral, espaço onde a dramaturgia e diversas expressões artísticas ganham força, o 'Ocupe a Praça: Amoras e Amores' convidou Perfeito Fortuna, fundador do 'Circo Voador' no Rio de Janeiro, para debater sobre formação cultural. Ao lado de Perfeito Fortuna estará Jorge Lins, o ator e produtor cultural sergipano que, impressionado com o 'Circo Voador', criou o 'Amoras e Amores', em 1980. 
A programação do 'Ocupe a Praça: Amoras e Amores' também contará com a exibição de um documentário produzido pelo NPD, com o depoimento de figuras sergipanas importantes, a exemplo de Irineu Fontes, Solange Gomes, Erê, Silvio (Karne Krua), dentre outros. Em seguida, o público entenderá "Como surgiu o Amoras e Amores", em esquete dirigida por Jorge Lins. 
Em sua trajetória, o circo 'Amoras e Amores' abrigou a apresentação de artistas como os Titãs, Luiz Gonzaga, Capital Inicial, Geraldo Azevedo, Tânia Alves, etc. Por isso, para celebrar e reviver a época, quatro bandas sergipanas farão a releitura de músicas nacionais e sergipanas que faziam sucesso. Donali, Mestre Madruguinha, A Banda dos Corações Partidos e Cidade Dormitório também pretendem animar o picadeiro com o seu repertório original.
Segundo a coordenadora do NPD, Graziele Ferreira, a proposta desta edição do Ocupe a Praça não é somente reviver o 'Circo Amoras e Amores', mas, principalmente, investir em formação cultural e no resgate da história. 
"O projeto traz uma programação com diversas atrações, diversidade de repertório e uma releitura cênica, cinematográfica e musical, além de estimular a nossa autoestima, mexendo com a estrutura do pensamento cultural  sobre nós mesmos", afirmou.

Programação 

18h30 | Liquidifica Diálogos- Amoras e Amores: Jorge Lins e Perfeito Fortuna

20h30 | Exibição Doc. Amoras e Amores 

21h | Apresentação Teatral - "Como Surgiu o Circo Amoras e Amores" 

21h30 | Apresentação Musical

Donali

Banda dos Corações Partidos 

Mestre Madruguinha 

Cidade Dormitório