Tiroteio deixa dois feridos em universidade de Campina Grande

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 02/04/2019 às 07:38:00

 

Jonas Valente 
Agência Brasil 
Um vigilante e uma estudante ficaram foram baleados ontem (1º) em um campus de Campina Grande da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Segundo a Polícia Militar do estado, um grupo tentou assaltar um carro-forte que entregava malotes a uma agência bancária dentro da sede da instituição.
Dois seguranças foram baleados, mas um foi protegido pelo colete. Outro foi atingido na perna, foi levado a um hospital e passa bem. De acordo com a assessoria da UEPB, uma estudante foi atingida de raspão por uma bala que ricocheteou na troca de tiros. Ela também foi encaminhada ao hospital de traumas e já recebeu alta.
Outros alunos também foram atendidos no hospital com escoriações ocasionadas quando tentavam se proteger. Foram registradas pessoas com fraturas na tíbia e no tornozelo. No total, 11 pessoas precisaram de socorro médico.
A troca de tiros começou quando os seguranças e os vigias do carro-forte reagiram após os assaltantes anunciarem o roubo quando a equipe de transporte do veículo começou a desembarcar os malotes. A Polícia Militar foi acionada pelo 190 e tentou perseguir os assaltantes, mas eles escaparam com malotes de dinheiro. 
O Comandante do 2º Batalhão da PM da Paraíba, tenente-coronel Damasceno, informou que a corporação segue nas buscas dos responsáveis.
Pânico - O incidente deixou estudantes em pânico. Nas redes sociais, alunos publicaram relatos sobre o caso. Uma estudante escreveu no Twitter: "Pânico. Estava no CCT [uma das unidades acadêmicas] morrendo de medo". Fotos foram publicadas na internet com pessoas escondidas em salas no momento do confronto.
A assessoria da UEPB relatou à Agência Brasil que disponibilizou apoio psicológico aos estudantes que estavam no local. Muitos estavam assustados e foram registrados casos de crise de pânico. A área de enfermagem também foi acionada.

Um vigilante e uma estudante ficaram foram baleados ontem (1º) em um campus de Campina Grande da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Segundo a Polícia Militar do estado, um grupo tentou assaltar um carro-forte que entregava malotes a uma agência bancária dentro da sede da instituição.
Dois seguranças foram baleados, mas um foi protegido pelo colete. Outro foi atingido na perna, foi levado a um hospital e passa bem. De acordo com a assessoria da UEPB, uma estudante foi atingida de raspão por uma bala que ricocheteou na troca de tiros. Ela também foi encaminhada ao hospital de traumas e já recebeu alta.
Outros alunos também foram atendidos no hospital com escoriações ocasionadas quando tentavam se proteger. Foram registradas pessoas com fraturas na tíbia e no tornozelo. No total, 11 pessoas precisaram de socorro médico.
A troca de tiros começou quando os seguranças e os vigias do carro-forte reagiram após os assaltantes anunciarem o roubo quando a equipe de transporte do veículo começou a desembarcar os malotes. A Polícia Militar foi acionada pelo 190 e tentou perseguir os assaltantes, mas eles escaparam com malotes de dinheiro. 
O Comandante do 2º Batalhão da PM da Paraíba, tenente-coronel Damasceno, informou que a corporação segue nas buscas dos responsáveis.

Pânico - O incidente deixou estudantes em pânico. Nas redes sociais, alunos publicaram relatos sobre o caso. Uma estudante escreveu no Twitter: "Pânico. Estava no CCT [uma das unidades acadêmicas] morrendo de medo". Fotos foram publicadas na internet com pessoas escondidas em salas no momento do confronto.
A assessoria da UEPB relatou à Agência Brasil que disponibilizou apoio psicológico aos estudantes que estavam no local. Muitos estavam assustados e foram registrados casos de crise de pânico. A área de enfermagem também foi acionada.