Confiança já voltou aos trabalhos

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Jogadores do Confiança comemoram a vitória contra o Sergipe, mas já estão trabalhando de olho no jogo contra o Itabaiana
Jogadores do Confiança comemoram a vitória contra o Sergipe, mas já estão trabalhando de olho no jogo contra o Itabaiana

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 05/04/2019 às 06:58:00

 

Givaldo Batista
givaldobs@yahoo.com.br
A vitória de 2x1 do Confiança contra oi Sergipe, a terceira consecutiva nesta temporada, foi importante, encaminhou a classificação do time proletário, mas ainda não definiu a classificação da equipe para a grande final. "Estamos muito bem encaminhado. O time está evoluindo a cada jogo, mas ainda não conquistamos nada. Precisamos encerrar a campanha com mais uma vitória e assim poder comemorar. Até porque, o adversário de sábado também precisa vencer", disse o treinador Daniel Paulista, ainda no vestiário momento de euforia pela vitória contra o grande rival.  
E uma prova de que o técnico não está brincando é que mesmo tendo jogado na quarta-feira, na tarde desta quinta, os jogadores já estavam em campo, no Sabino Ribeiro trabalhando já de olho na partida contra o Itabaiana. 
- Temos certeza que será mais um jogo duro como foi contra o Sergipe. Mas a gente tem que entrar novamente pensando na vitória, querendo ganhar. O Confiança por ser grande com a torcida que possui, tem que entrar sempre para ganhar - disse o treinador.
Hoje o Confiança volta ao Sabino Ribeiro, quando Daniel Paulista vai comandar o treino apronto para definição da equipe que enfrentará o Itabaiana amanhã à tarde na Arena Batistão. 
Depois de um longo período de turbulência, aos poucos o Confiança vai se reencontrando na temporada e navegando por marés mais favoráveis. Com a vitória, contra o Sergipe, o Confiança eliminou o rival da competição e se aproximou muito da classificação para a final. O Dragão está com oito pontos e lidera o Hexagonal. 
- Vencer o seu grande rival, ainda mais eliminar o adversário e fazer um jogo bom, né?! Nós já prevíamos um jogo equilibrado, de muita disputa, muita pegada, mas a equipe foi muito consciente, foi mais ajustada dentro de campo, lógico que o adversário encontrou um gol e criou uma dificuldade para nós no segundo tempo que poderia ter sido evitada - disse Daniel Paulista.

A vitória de 2x1 do Confiança contra oi Sergipe, a terceira consecutiva nesta temporada, foi importante, encaminhou a classificação do time proletário, mas ainda não definiu a classificação da equipe para a grande final. "Estamos muito bem encaminhado. O time está evoluindo a cada jogo, mas ainda não conquistamos nada. Precisamos encerrar a campanha com mais uma vitória e assim poder comemorar. Até porque, o adversário de sábado também precisa vencer", disse o treinador Daniel Paulista, ainda no vestiário momento de euforia pela vitória contra o grande rival.  
E uma prova de que o técnico não está brincando é que mesmo tendo jogado na quarta-feira, na tarde desta quinta, os jogadores já estavam em campo, no Sabino Ribeiro trabalhando já de olho na partida contra o Itabaiana. 
- Temos certeza que será mais um jogo duro como foi contra o Sergipe. Mas a gente tem que entrar novamente pensando na vitória, querendo ganhar. O Confiança por ser grande com a torcida que possui, tem que entrar sempre para ganhar - disse o treinador.
Hoje o Confiança volta ao Sabino Ribeiro, quando Daniel Paulista vai comandar o treino apronto para definição da equipe que enfrentará o Itabaiana amanhã à tarde na Arena Batistão. 
Depois de um longo período de turbulência, aos poucos o Confiança vai se reencontrando na temporada e navegando por marés mais favoráveis. Com a vitória, contra o Sergipe, o Confiança eliminou o rival da competição e se aproximou muito da classificação para a final. O Dragão está com oito pontos e lidera o Hexagonal. 
- Vencer o seu grande rival, ainda mais eliminar o adversário e fazer um jogo bom, né?! Nós já prevíamos um jogo equilibrado, de muita disputa, muita pegada, mas a equipe foi muito consciente, foi mais ajustada dentro de campo, lógico que o adversário encontrou um gol e criou uma dificuldade para nós no segundo tempo que poderia ter sido evitada - disse Daniel Paulista.