Denarc prende acusado de tráfico no bairro São Carlos

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 09/04/2019 às 07:12:00

 

Policiais civis do Departamento de Narcóticos (Denarc) prenderam nesta segunda-feira José Augusto dos Santos Júnior, o "Júnior Negão", acusado de tráfico de drogas. A prisão ocorreu no bairro São Carlos, em Aracaju.
Segundo as informações, a ação policial começou no dia 20 de março, quando os agentes apreenderam oito quilos de maconha; 1,5 quilo de crack; uma pistola .40; carregadores; e mais de 70 munições no bairro Olaria, na capital. Durante as investigações, constatou-se que o material pertencia a José Augusto dos Santos Júnior e Nelson Perelo de Deus Neto, que se encontra foragido. 
Após identificar os acusados, os policiais iniciaram diligências a fim de localizá-los. De acordo com os agentes, já foram expedidos quatro mandados de prisão pela prática de crimes de homicídio contra José Augusto dos Santos Júnior. Diante dos fatos, a Polícia Civil solicita que informações sobre a localização de Nelson Perelo de Deus Neto, conhecido como "Bahia", sejam repassadas pelo Disque-Denúncia (181). O anonimato e o sigilo absoluto do informante é garantido.

Policiais civis do Departamento de Narcóticos (Denarc) prenderam nesta segunda-feira José Augusto dos Santos Júnior, o "Júnior Negão", acusado de tráfico de drogas. A prisão ocorreu no bairro São Carlos, em Aracaju.
Segundo as informações, a ação policial começou no dia 20 de março, quando os agentes apreenderam oito quilos de maconha; 1,5 quilo de crack; uma pistola .40; carregadores; e mais de 70 munições no bairro Olaria, na capital. Durante as investigações, constatou-se que o material pertencia a José Augusto dos Santos Júnior e Nelson Perelo de Deus Neto, que se encontra foragido. 
Após identificar os acusados, os policiais iniciaram diligências a fim de localizá-los. De acordo com os agentes, já foram expedidos quatro mandados de prisão pela prática de crimes de homicídio contra José Augusto dos Santos Júnior. Diante dos fatos, a Polícia Civil solicita que informações sobre a localização de Nelson Perelo de Deus Neto, conhecido como "Bahia", sejam repassadas pelo Disque-Denúncia (181). O anonimato e o sigilo absoluto do informante é garantido.