Sintasa consegue garantia de pagamento do piso da Convenção Coletiva

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 10/04/2019 às 10:02:00

 

A diretoria do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa), nesta terça-feira visitou o Hospital Cirurgia, com a missão de esclarecer dúvidas dos trabalhadores acerca do não cumprimento da Convenção Coletiva do Trabalho (CCT) pela parte do hospital, mesmo com uma ação judicial feita pelo Sintasa. Na ocasião, houve reunião com a gestão do hospital e ficou acertado que os funcionários receberão o piso salarial corretamente.
No mês passado, a ação judicial relativa ao descumprimento do hospital foi acatada pela justiça. Diante disto, os representantes do Cirurgia convidaram a diretoria do sindicato para dialogar sobre a ação. No final da reunião, o Sintasa acatou a proposta da gestão na qual garante, a partir deste mês, o cumprimento da convenção. Contudo, o pagamento do retroativo referente a 1° de junho de 2016 terá que passar por cálculos mais detalhados. Após esta etapa, o Sintasa será convidado novamente para debater sobre os valores e impactos da convenção.
O presidente do Sintasa, Augusto Couto, aprovou o avanço da negociação entre o sindicato e hospital. "O Sintasa viu com bons olhos a proposta do hospital. A gente veio com a intenção de mostrar para os trabalhadores como estava o andamento da ação judicial, mas com o resultado da reunião com a direção, conseguimos avisar aos funcionários sobre a atualização no salário. Agora, vamos esperar a situação referente ao retroativo. Temos que analisar isto também. Afinal, é um direito deles", disse Couto, que foi acompanhado pelos diretores José Cícero e Maria Edite.

A diretoria do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa), nesta terça-feira visitou o Hospital Cirurgia, com a missão de esclarecer dúvidas dos trabalhadores acerca do não cumprimento da Convenção Coletiva do Trabalho (CCT) pela parte do hospital, mesmo com uma ação judicial feita pelo Sintasa. Na ocasião, houve reunião com a gestão do hospital e ficou acertado que os funcionários receberão o piso salarial corretamente.
No mês passado, a ação judicial relativa ao descumprimento do hospital foi acatada pela justiça. Diante disto, os representantes do Cirurgia convidaram a diretoria do sindicato para dialogar sobre a ação. No final da reunião, o Sintasa acatou a proposta da gestão na qual garante, a partir deste mês, o cumprimento da convenção. Contudo, o pagamento do retroativo referente a 1° de junho de 2016 terá que passar por cálculos mais detalhados. Após esta etapa, o Sintasa será convidado novamente para debater sobre os valores e impactos da convenção.
O presidente do Sintasa, Augusto Couto, aprovou o avanço da negociação entre o sindicato e hospital. "O Sintasa viu com bons olhos a proposta do hospital. A gente veio com a intenção de mostrar para os trabalhadores como estava o andamento da ação judicial, mas com o resultado da reunião com a direção, conseguimos avisar aos funcionários sobre a atualização no salário. Agora, vamos esperar a situação referente ao retroativo. Temos que analisar isto também. Afinal, é um direito deles", disse Couto, que foi acompanhado pelos diretores José Cícero e Maria Edite.