Os Caretas e o Judas

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 12/04/2019 às 09:46:00

 

* Maria Conceição
Em um povoado de Ribeirópolis - SE, distante 60 Km de Aracaju, Serra do Machado, terra natal do fundador da Rede de Supermercados Bompreço, o Pedro Paes Mendonça, existe uma tradicional "festa das Caretas", a festa tem sua origem no povoado Esteios, mas acontece nos dois povoados.
Um grupo de jovens e adultos vestidos de caretas, com uma média de 20 participantes, se reúnem no domingo da Páscoa para perseguir o Judas, além de brincar com os moradores da localidade.  
O coordenador do Grupo, Genivaldo Gois disse que nos primeiros anos, as caretas se reuniam no sábado de Aleluia, mas, em virtude da maioria dos participantes serem trabalhadores rurais e os mesmos trabalharem no sábado, devido ao feriado prolongado da Semana Santa, resolveram fazer a brincadeira no domingo de páscoa. 
De acordo com as sagradas escrituras, Judas Iscariotes queria ser um homem rico, juntou aos apóstolos de Jesus, foi tesoureiro do grupo e durante a Ceia de Páscoa traiu Jesus, entregando-lhes a Pilatos. Judas recebeu 30 moedas de prata e Jesus foi torturado e morto na Cruz. Logo após o episódio de morte de Jesus, Judas comete suicídio, morre enforcado. 
A festa das caretas faz alusão ao período de morte e crucificação de Jesus, as caretas seguem em perseguição ao traidor de Jesus. 
Esta é uma festa popular que já tem mais de 50 anos de tradição, as caretas percorrem as ruas dos Povoados Serra do Machado e esteios, em perseguição ao Judas por traição a Jesus. Ao meio dia do Domingo de Páscoa, os participantes se reúnem no Grupo Escalar do Esteio, lá eles se arrumam, fazem oração, dizem as regras das atividades e às 13horas inicia o cortejo que segue por uma antiga estrada de chão até o antigo campo de futebol, hoje conjunto habitacional, segue pela Serra do Machado até chegar ao Esteio. Durante o percurso, as caretas perseguem o Judas, um boneco do tamanho de ser humano guiado e montado em um jegue ou cavalo, brincam com a população, até chegar ao destino. 
Durante a festa, na praça de Esteios acontece também uma Gincana Cultural com as crianças, a atividade inclui brincadeiras populares como corrida do saco, corrida de ovo, quebra-pote, pau de sebo e muito mais, os participantes ganhadores recebem premiações em dinheiro. 
É uma tarde de páscoa de festa e participação popular para os moradores da Serra do Machado e Esteios. 
Segundo Valéria Santana, moradora de Serra do machado, a festa tem a participação da população, muitos pedem que os caretas assustem aos outros moradores, neste contexto, acaba sendo uma atividade lúdica e envolve a todos. Ela participa todos os anos e nos informou que a culminância da festa se dá no final da tarde do domingo com a leitura do testamento, momento esperado pelos moradores que se aglomeram na praça para ouvirem atentos a leitura que se dá de forma engraçada. 
Durante a leitura são mencionados nomes de muitos moradores que segundo Genivaldo Gois, responsável por criar o texto do testamento, envolve nomes de moradores da localidade e também políticos e de forma satírica o texto é escrito, dessa forma, todos ficam de ouvidos atentos à leitura. Após a leitura, o Judas é queimado.
A festa das Caretas acontece do próximo dia 21 nos Povoados Serra do Machado e Esteios, município de Ribeiropolis-SE. 
* Maria Conceição, Pedagoga - Universidade Federal de Sergipe

* Maria Conceição

Em um povoado de Ribeirópolis - SE, distante 60 Km de Aracaju, Serra do Machado, terra natal do fundador da Rede de Supermercados Bompreço, o Pedro Paes Mendonça, existe uma tradicional "festa das Caretas", a festa tem sua origem no povoado Esteios, mas acontece nos dois povoados.
Um grupo de jovens e adultos vestidos de caretas, com uma média de 20 participantes, se reúnem no domingo da Páscoa para perseguir o Judas, além de brincar com os moradores da localidade.  
O coordenador do Grupo, Genivaldo Gois disse que nos primeiros anos, as caretas se reuniam no sábado de Aleluia, mas, em virtude da maioria dos participantes serem trabalhadores rurais e os mesmos trabalharem no sábado, devido ao feriado prolongado da Semana Santa, resolveram fazer a brincadeira no domingo de páscoa. 
De acordo com as sagradas escrituras, Judas Iscariotes queria ser um homem rico, juntou aos apóstolos de Jesus, foi tesoureiro do grupo e durante a Ceia de Páscoa traiu Jesus, entregando-lhes a Pilatos. Judas recebeu 30 moedas de prata e Jesus foi torturado e morto na Cruz. Logo após o episódio de morte de Jesus, Judas comete suicídio, morre enforcado. 
A festa das caretas faz alusão ao período de morte e crucificação de Jesus, as caretas seguem em perseguição ao traidor de Jesus. 
Esta é uma festa popular que já tem mais de 50 anos de tradição, as caretas percorrem as ruas dos Povoados Serra do Machado e esteios, em perseguição ao Judas por traição a Jesus. Ao meio dia do Domingo de Páscoa, os participantes se reúnem no Grupo Escalar do Esteio, lá eles se arrumam, fazem oração, dizem as regras das atividades e às 13horas inicia o cortejo que segue por uma antiga estrada de chão até o antigo campo de futebol, hoje conjunto habitacional, segue pela Serra do Machado até chegar ao Esteio. Durante o percurso, as caretas perseguem o Judas, um boneco do tamanho de ser humano guiado e montado em um jegue ou cavalo, brincam com a população, até chegar ao destino. 
Durante a festa, na praça de Esteios acontece também uma Gincana Cultural com as crianças, a atividade inclui brincadeiras populares como corrida do saco, corrida de ovo, quebra-pote, pau de sebo e muito mais, os participantes ganhadores recebem premiações em dinheiro. 
É uma tarde de páscoa de festa e participação popular para os moradores da Serra do Machado e Esteios. 
Segundo Valéria Santana, moradora de Serra do machado, a festa tem a participação da população, muitos pedem que os caretas assustem aos outros moradores, neste contexto, acaba sendo uma atividade lúdica e envolve a todos. Ela participa todos os anos e nos informou que a culminância da festa se dá no final da tarde do domingo com a leitura do testamento, momento esperado pelos moradores que se aglomeram na praça para ouvirem atentos a leitura que se dá de forma engraçada. 
Durante a leitura são mencionados nomes de muitos moradores que segundo Genivaldo Gois, responsável por criar o texto do testamento, envolve nomes de moradores da localidade e também políticos e de forma satírica o texto é escrito, dessa forma, todos ficam de ouvidos atentos à leitura. Após a leitura, o Judas é queimado.
A festa das Caretas acontece do próximo dia 21 nos Povoados Serra do Machado e Esteios, município de Ribeiropolis-SE. 

* Maria Conceição, Pedagoga - Universidade Federal de Sergipe