Árbitros CBF participam de Jornada Técnica

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Árbitros sergipanos do quadro da CBF participaram de mais uma Técnica, para padronização da arbitragem brasileira
Árbitros sergipanos do quadro da CBF participaram de mais uma Técnica, para padronização da arbitragem brasileira

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 12/04/2019 às 09:51:00

 

Givaldo Batista
givaldobs@yahoo.com.br
Os árbitros sergipa-
nos pertencentes 
ao quadro nacional, participaram na sede da Federação Sergipana de Futebol (FSF), de mais uma Jornada Técnica. Segundo o presidente da Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol, Édmo Oliveira, o encontro tem como principal objetivo, promover uma padronização nos critérios de arbitragem das competições promovidas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).
- A CBF tem a preocupação anual, de antes do início das competições nacionais, enviar emissários a todas as federações do país, para que esses instrutores, repassem as diretrizes de padronização do futebol brasileiro. E aí eles abordam itens como impedimentos, faltas imprudentes, ações temerárias, mão na bola, bola na mão. Enfim, todos os conceitos que a CBF tem e massificar na cabeça do árbitro, para que eles possam ter uma padronização nacional - disse Edmo Oliveira.
As aulas foram através de videoconferência. A Jornada Técnica contou com instrutores renomados como Alício Pena Júnior e Manoel Serapião. O evento foi coordenado por membros da Comissão Nacional, entre eles Edson Rezende e do presidente Cel. Marinho. Além do presidente da Comissão Estadual, Edmo Oliveira, o vice-presidente Mário Sérgio Bancilon e o secretário Raniel de Jesus, o diretor de arbitragem da FSF, Coronel Carlos Rollemberg, esteve supervisionado todo o evento.

Os árbitros sergipa- nos pertencentes  ao quadro nacional, participaram na sede da Federação Sergipana de Futebol (FSF), de mais uma Jornada Técnica. Segundo o presidente da Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol, Édmo Oliveira, o encontro tem como principal objetivo, promover uma padronização nos critérios de arbitragem das competições promovidas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).
- A CBF tem a preocupação anual, de antes do início das competições nacionais, enviar emissários a todas as federações do país, para que esses instrutores, repassem as diretrizes de padronização do futebol brasileiro. E aí eles abordam itens como impedimentos, faltas imprudentes, ações temerárias, mão na bola, bola na mão. Enfim, todos os conceitos que a CBF tem e massificar na cabeça do árbitro, para que eles possam ter uma padronização nacional - disse Edmo Oliveira.
As aulas foram através de videoconferência. A Jornada Técnica contou com instrutores renomados como Alício Pena Júnior e Manoel Serapião. O evento foi coordenado por membros da Comissão Nacional, entre eles Edson Rezende e do presidente Cel. Marinho. Além do presidente da Comissão Estadual, Edmo Oliveira, o vice-presidente Mário Sérgio Bancilon e o secretário Raniel de Jesus, o diretor de arbitragem da FSF, Coronel Carlos Rollemberg, esteve supervisionado todo o evento.