Tainá e Victoria são medalhas de prata do Sul-americano

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 12/04/2019 às 09:54:00

 

A sergipana Tainá Bigi e a sul-matogrossense Victoria Lopes conquistaram no último final de semana a medalha de prata da etapa de Brasília do Circuito Sul-americano de vôlei de praia. Na decisão, elas foram superadas pelas também brasileiras Carol Horta e Ângela por 2 sets a 0 - parciais de 21-15 e 21-18.
O resultado faz o Brasil subir para o primeiro lugar no ranking do Circuito Sul-Americano masculino, chegando aos 700 pontos, mesmo número de pontos do Chile. A Argentina aparece em segundo, com 640 pontos.
No naipe feminino, o Brasil entrou em quadra já sabendo que seria campeão, já que a partida envolveria duas duplas da casa. E melhor para Carolina Horta e Ângela (CE/DF), que venceram Tainá e Victoria (SE/MS) por 2 sets a 0 (21/15, 21/18), ficando com o ouro. Ângela, que treina e mora em Brasília (DF), comentou a alegria de vencer a etapa em casa.
Na disputa de bronze, Andressa e Solange (PB/DF) acabaram superadas pelas argentinas Ana Gallay e Fernanda Pereyra, por 2 sets a 1 (21/19, 18/21, 11/15), ficando na quarta colocação. Horas antes, pelas semifinais, Tainá/Victoria superou as argentinas por 2 sets a 1 (21/19, 19/21, 15/12), e Carol Horta/Ângela venceu Andressa/Solange também por 2 a 1 (21/17, 19/21, 15/10).
Tendo vencido as quatro etapas disputadas até agora no naipe feminino, o Brasil lidera o ranking continental com 800 pontos. A Argentina está em segundo, com 660 pontos.
O Circuito Sul-Americano conta com cinco etapas regulares e dois torneios 'Finals', com maior pontuação e premiação, sendo um para o masculino e outro para o naipe feminino. Além de São Francisco do Sul (SC), Coquimbo (Chile), Lima (Peru) e agora Brasília (DF), a competição passará por Camaçari (Bahia). Os torneios 'Finals' serão em Resistência (Argentina), para o naipe feminino, e Brasil, em cidade que será definida, no masculino.

A sergipana Tainá Bigi e a sul-matogrossense Victoria Lopes conquistaram no último final de semana a medalha de prata da etapa de Brasília do Circuito Sul-americano de vôlei de praia. Na decisão, elas foram superadas pelas também brasileiras Carol Horta e Ângela por 2 sets a 0 - parciais de 21-15 e 21-18.
O resultado faz o Brasil subir para o primeiro lugar no ranking do Circuito Sul-Americano masculino, chegando aos 700 pontos, mesmo número de pontos do Chile. A Argentina aparece em segundo, com 640 pontos.
No naipe feminino, o Brasil entrou em quadra já sabendo que seria campeão, já que a partida envolveria duas duplas da casa. E melhor para Carolina Horta e Ângela (CE/DF), que venceram Tainá e Victoria (SE/MS) por 2 sets a 0 (21/15, 21/18), ficando com o ouro. Ângela, que treina e mora em Brasília (DF), comentou a alegria de vencer a etapa em casa.
Na disputa de bronze, Andressa e Solange (PB/DF) acabaram superadas pelas argentinas Ana Gallay e Fernanda Pereyra, por 2 sets a 1 (21/19, 18/21, 11/15), ficando na quarta colocação. Horas antes, pelas semifinais, Tainá/Victoria superou as argentinas por 2 sets a 1 (21/19, 19/21, 15/12), e Carol Horta/Ângela venceu Andressa/Solange também por 2 a 1 (21/17, 19/21, 15/10).
Tendo vencido as quatro etapas disputadas até agora no naipe feminino, o Brasil lidera o ranking continental com 800 pontos. A Argentina está em segundo, com 660 pontos.
O Circuito Sul-Americano conta com cinco etapas regulares e dois torneios 'Finals', com maior pontuação e premiação, sendo um para o masculino e outro para o naipe feminino. Além de São Francisco do Sul (SC), Coquimbo (Chile), Lima (Peru) e agora Brasília (DF), a competição passará por Camaçari (Bahia). Os torneios 'Finals' serão em Resistência (Argentina), para o naipe feminino, e Brasil, em cidade que será definida, no masculino.