CATÓLICOS DE TODO O BRASIL, UNI-VOS!

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 18/04/2019 às 11:28:00

 

* Rômulo Rodrigues
No domingo, 07 de Abril, marcou para o Brasil o 1º aniversário da prisão política do maior brasileiro dos séculos 20 e 21. E veio, com a passagem de um ano dele como prisioneiro de guerra, a efervescência da luta ideológica sob o manto de luta religiosa, insuflada por duas vertentes, com um só objetivo: aprofundar ainda mais o fosso entre a civilidade e a barbárie após a explosão de irracionalidade de mais de 57 milhões de idiotas que; 1) são incapazes de reagir ante afirmação de Steve Bannon de que o Papa Francisco é o inimigo a ser batido e; 2) Jair Bolsonaro conceder Passaportes Diplomáticos a Edir Macedo e esposa em troca de apoio midiático. 
Foi este contingente, entre os quais milhões de católicos, que empurrou o País para o precipício ao dar a Sergio Moro o poder de quebrar as 32 maiores empresas brasileiras e, no embalo, outras 51 mil pequenas e médias, destruindo cadeias produtivas afundando o País na maior crise econômica da sua história, para atender aos interesses americanos.
As ocupações dos cérebros dos incautos foram em doses calculadas; primeiro fizeram-nos acreditarem que era só tirar a Dilma que a economia ia crescer.
Incrível como essa massa acreditou, mesmo sabendo que no final de 2014, o Brasil alcançou os melhores índices e indicadores econômicos de sua história após Lula receber um País endividado, pagar ao FMI e, ainda por cima se tornar credor.
Consumado o golpe convenceram os convertidos de que era preciso fazer uma Reforma Trabalhista que reduziria os salários e desempregaria em massa, para depois criar empregos precários nos lugares dos que tinham sido extintos. Resultado: o País que terminara 2014 com pleno emprego, atinge em início de 2019, 13 milhões de desempregados.
O passo seguinte foi congelar por 20 anos os investimentos em saúde e Educação dizendo que a economia ia Bombar. Não Bombou!
Agora estão tentando convencer que acabar com as aposentadorias é o remédio para todos poderem trabalhar até morrer e se aposentarem no Céu; a dona da goiabeira diz que está na Bíblia.
Como o PIB está em queda livre, negativo no primeiro trimestre, o consumo interno chegou aos níveis mais baixos e o combustível e gás estão nas alturas; diferente de quando o pleno emprego fazia dos Aeroportos o espetáculo da horizontalidade e da miscigenação, só lhes resta culpar o PT.
Passados quatro anos e quatro meses, um cruel reflexo está na crise da Avianca que teve que cancelar 154 voos ontem, por dever e não pagar.
O quadro de alienação é tão grande que ainda são muitos os que acreditam que a desgraceira instalada é para combater o Comunismo.
Não leram "Incidente em Antares", de Érico Veríssimo, de 1971. Diz ele: "Comunista é o pseudônimo que os conservadores e os saudosistas do Fascismo inventaram para designar simplesmente todo sujeito que clama e luta por justiça social".
Sabem quando nasceu todo o ódio aos petistas que fez de vocês instrumentos úteis para quebrarem o Brasil? Foi quando pessoas como vocês podiam encher aeroportos assustando os burgueses e filhos e quando seus filhos começaram a ocupar os lugares dos filhos deles nas Universidades.
Na letargia, vocês repetem que Lula está preso porque roubou. Só que 99,9% dos que engoliram a mentira, sequer conseguem dizer do que realmente Lula é acusado; e mais, são incapazes de recolherem uma mísera prova para ser levada a Sergio Moro, que até hoje não encontrou nenhuma. Sabem por quê? Porque na hora de votar no BBB, fizeram parte dos 11 milhões de alienados que votaram na final, mas que na hora de defenderem seus direitos, não fazem parte dos 2 milhões que assinaram petições contra a Reforma da Previdência.
Também pudera! Em oito milhões de contas secretas de brasileiros no HSBC da Suiça, nenhuma delas em nome de Lula, e vocês continuam satisfeitos em perderem os empregos e as aposentadorias, de verem seus filhos perderem as chances de se formarem, de verem as economias dos seus municípios desabarem, desde que Lula continue preso sem ter cometido qualquer deslize.
No entanto, vocês que são católicos estão sendo engolidos pela Guerra Santa que Bolsonaro e seus pastores mercenários estão levando a cabo para abrir um fosso nesta Nação e ela nunca mais ser de todos, como já foi, para que ele entregue tudo a Trump e Netanyahu.
Domingo, vocês que são católicos, irão às Igrejas, após jejuar, na Semana Santa, e vão até chorar com o sofrimento de Jesus, que pregava o que Bolsonaro nega, mas, cuja maioria escolheu Barrabás;  vão aceitar passivamente sem refletir que a maioria escolheu Hitler e também escolheu Mussolini, como vocês acabaram de escolher Bolsonaro e seus pastores Malafaia, Damares, Edir Macedo, Magno Malta e todos os demais.
Se você acredita nessa gente, acredita também que o holocausto deva ser perdoado, que Brumadinho não foi crime, que em Suzano não houve nada, que 80 tiros numa família de Negos que ia a um chá de bebê foi um incidente e que a desembargadora que insultou Marielle, ameaçou Jean Wyllys, derrubou a proibição da Prefeitura do Rio para as construções dos prédios de Muzema, construídos pela Milícia do Capitão Adriano, amigo dos Bolsonaros, é uma magistrada; deixe Jesus em Paz e vá cuidar do que fazer.
* Rômulo Rodrigues é militante político

* Rômulo Rodrigues

No domingo, 07 de Abril, marcou para o Brasil o 1º aniversário da prisão política do maior brasileiro dos séculos 20 e 21. E veio, com a passagem de um ano dele como prisioneiro de guerra, a efervescência da luta ideológica sob o manto de luta religiosa, insuflada por duas vertentes, com um só objetivo: aprofundar ainda mais o fosso entre a civilidade e a barbárie após a explosão de irracionalidade de mais de 57 milhões de idiotas que; 1) são incapazes de reagir ante afirmação de Steve Bannon de que o Papa Francisco é o inimigo a ser batido e; 2) Jair Bolsonaro conceder Passaportes Diplomáticos a Edir Macedo e esposa em troca de apoio midiático. 
Foi este contingente, entre os quais milhões de católicos, que empurrou o País para o precipício ao dar a Sergio Moro o poder de quebrar as 32 maiores empresas brasileiras e, no embalo, outras 51 mil pequenas e médias, destruindo cadeias produtivas afundando o País na maior crise econômica da sua história, para atender aos interesses americanos.
As ocupações dos cérebros dos incautos foram em doses calculadas; primeiro fizeram-nos acreditarem que era só tirar a Dilma que a economia ia crescer.
Incrível como essa massa acreditou, mesmo sabendo que no final de 2014, o Brasil alcançou os melhores índices e indicadores econômicos de sua história após Lula receber um País endividado, pagar ao FMI e, ainda por cima se tornar credor.
Consumado o golpe convenceram os convertidos de que era preciso fazer uma Reforma Trabalhista que reduziria os salários e desempregaria em massa, para depois criar empregos precários nos lugares dos que tinham sido extintos. Resultado: o País que terminara 2014 com pleno emprego, atinge em início de 2019, 13 milhões de desempregados.
O passo seguinte foi congelar por 20 anos os investimentos em saúde e Educação dizendo que a economia ia Bombar. Não Bombou!
Agora estão tentando convencer que acabar com as aposentadorias é o remédio para todos poderem trabalhar até morrer e se aposentarem no Céu; a dona da goiabeira diz que está na Bíblia.
Como o PIB está em queda livre, negativo no primeiro trimestre, o consumo interno chegou aos níveis mais baixos e o combustível e gás estão nas alturas; diferente de quando o pleno emprego fazia dos Aeroportos o espetáculo da horizontalidade e da miscigenação, só lhes resta culpar o PT.
Passados quatro anos e quatro meses, um cruel reflexo está na crise da Avianca que teve que cancelar 154 voos ontem, por dever e não pagar.
O quadro de alienação é tão grande que ainda são muitos os que acreditam que a desgraceira instalada é para combater o Comunismo.
Não leram "Incidente em Antares", de Érico Veríssimo, de 1971. Diz ele: "Comunista é o pseudônimo que os conservadores e os saudosistas do Fascismo inventaram para designar simplesmente todo sujeito que clama e luta por justiça social".
Sabem quando nasceu todo o ódio aos petistas que fez de vocês instrumentos úteis para quebrarem o Brasil? Foi quando pessoas como vocês podiam encher aeroportos assustando os burgueses e filhos e quando seus filhos começaram a ocupar os lugares dos filhos deles nas Universidades.
Na letargia, vocês repetem que Lula está preso porque roubou. Só que 99,9% dos que engoliram a mentira, sequer conseguem dizer do que realmente Lula é acusado; e mais, são incapazes de recolherem uma mísera prova para ser levada a Sergio Moro, que até hoje não encontrou nenhuma. Sabem por quê? Porque na hora de votar no BBB, fizeram parte dos 11 milhões de alienados que votaram na final, mas que na hora de defenderem seus direitos, não fazem parte dos 2 milhões que assinaram petições contra a Reforma da Previdência.
Também pudera! Em oito milhões de contas secretas de brasileiros no HSBC da Suiça, nenhuma delas em nome de Lula, e vocês continuam satisfeitos em perderem os empregos e as aposentadorias, de verem seus filhos perderem as chances de se formarem, de verem as economias dos seus municípios desabarem, desde que Lula continue preso sem ter cometido qualquer deslize.
No entanto, vocês que são católicos estão sendo engolidos pela Guerra Santa que Bolsonaro e seus pastores mercenários estão levando a cabo para abrir um fosso nesta Nação e ela nunca mais ser de todos, como já foi, para que ele entregue tudo a Trump e Netanyahu.
Domingo, vocês que são católicos, irão às Igrejas, após jejuar, na Semana Santa, e vão até chorar com o sofrimento de Jesus, que pregava o que Bolsonaro nega, mas, cuja maioria escolheu Barrabás;  vão aceitar passivamente sem refletir que a maioria escolheu Hitler e também escolheu Mussolini, como vocês acabaram de escolher Bolsonaro e seus pastores Malafaia, Damares, Edir Macedo, Magno Malta e todos os demais.
Se você acredita nessa gente, acredita também que o holocausto deva ser perdoado, que Brumadinho não foi crime, que em Suzano não houve nada, que 80 tiros numa família de Negos que ia a um chá de bebê foi um incidente e que a desembargadora que insultou Marielle, ameaçou Jean Wyllys, derrubou a proibição da Prefeitura do Rio para as construções dos prédios de Muzema, construídos pela Milícia do Capitão Adriano, amigo dos Bolsonaros, é uma magistrada; deixe Jesus em Paz e vá cuidar do que fazer.

* Rômulo Rodrigues é militante político