Depatri desvenda latrocínio em bar no Marcos Freire

Cidades

 

Depatri desvenda latrocínio em bar no Marcos Freire
O Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri), da Polícia Civil, apresentou na manhã de ontem o resultado da investigação do latrocínio que vitimou o proprietário de um bar no Marcos Freire, em Nossa Senhora do Socorro (Grande Aracaju). O crime ocorreu na madrugada de 8 de outubro do ano passado, quando Luciano Marcelino dos Santos, 56 anos, trabalhava em seu estabelecimento. 
Na ocasião, dois homens se aproximaram em uma motocicleta e abordaram clientes e o proprietário do local, anunciando um roubo. Luciano reagiu e entrou em luta corporal com um dos suspeitos, que recebeu ajuda do parceiro e juntos espancaram a vítima fortemente. Em seguida, alvejaram a vítima com tiros de revólver, evadindo-se do local em seguida.
As investigações foram iniciadas logo em seguida, e a equipe de policiais descobriu outro roubo feito naquela mesma madrugada pela dupla, minutos antes do homicídio. Somando as provas nos dois casos e com a ajuda do Departamento de Inteligência da Polícia Civil (Dipol), o Depatri chegou à autoria delitiva apontando Luiz Fernando Mota Silva, 20 anos, e um adolescente de 17 anos, como os autores.
A polícia informou que, no curso da investigação, Luiz Fernando foi morto a tiros enquanto tentava praticar outro roubo com o adolescente, que restou alvejado e apreendido em flagrante. Esta ocorrência se deu em 22 de janeiro deste ano, no próprio Marcos Freire, onde o dono de uma pizzaria reagiu à tentativa de assalto e matou o suspeito. A internação do jovem pela prática dos fatos passados em outubro de 2018 já foi representada ao Judiciário.

O Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri), da Polícia Civil, apresentou na manhã de ontem o resultado da investigação do latrocínio que vitimou o proprietário de um bar no Marcos Freire, em Nossa Senhora do Socorro (Grande Aracaju). O crime ocorreu na madrugada de 8 de outubro do ano passado, quando Luciano Marcelino dos Santos, 56 anos, trabalhava em seu estabelecimento. 
Na ocasião, dois homens se aproximaram em uma motocicleta e abordaram clientes e o proprietário do local, anunciando um roubo. Luciano reagiu e entrou em luta corporal com um dos suspeitos, que recebeu ajuda do parceiro e juntos espancaram a vítima fortemente. Em seguida, alvejaram a vítima com tiros de revólver, evadindo-se do local em seguida.
As investigações foram iniciadas logo em seguida, e a equipe de policiais descobriu outro roubo feito naquela mesma madrugada pela dupla, minutos antes do homicídio. Somando as provas nos dois casos e com a ajuda do Departamento de Inteligência da Polícia Civil (Dipol), o Depatri chegou à autoria delitiva apontando Luiz Fernando Mota Silva, 20 anos, e um adolescente de 17 anos, como os autores.
A polícia informou que, no curso da investigação, Luiz Fernando foi morto a tiros enquanto tentava praticar outro roubo com o adolescente, que restou alvejado e apreendido em flagrante. Esta ocorrência se deu em 22 de janeiro deste ano, no próprio Marcos Freire, onde o dono de uma pizzaria reagiu à tentativa de assalto e matou o suspeito. A internação do jovem pela prática dos fatos passados em outubro de 2018 já foi representada ao Judiciário.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS