Instalada no SergipeTec, Acone assina convênio do Edital Fundeci do BNB

Cidades

 

Instalada no Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec), a Acone, empresa gerenciadora do Sistema Único de Saúde (SUS) em Sergipe, assina o convênio do Edital Fundeci - Produtividade e Competitividade, do Banco do Nordeste (BNB). Específico a inovações tecnológicas e organizacionais para incremento da produtividade e competitividade nos setores produtivos, o Edital visa fomentar, com recursos não reembolsáveis, projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação, por meio de convênios com instituições públicas e privadas, sem fins lucrativos.
Há 20 anos, a Acone atua na área de gestão e regulação do SUS, em Sergipe. De acordo com José Roberto Oliveira, sócio-administrador da empresa, a proposta é oferecer aos estados e municípios, de todo o país, ferramentas de gestão e regulação para o Sistema. "A execução do nosso trabalho é baseada em evidências, com o intuito de aproximar o paciente dos serviços de saúde, transformando as unidades de saúde pública em pontos sistêmicos, no qual o paciente poderá consultar, sempre, sua situação", frisa. 
Roberto reforça que isso é feito através de um serviço de informação de saúde único. "Fornecer aos gestores informações sobre esse fluxo de pacientes que utilizam o SUS, dando aos gerentes das unidades públicas de saúde [unidades básicas, diagnósticas ou hospitais, na capital e do interior], a autonomia e liberdade suficientes e necessárias para planejar e ofertar serviços, definir seus orçamentos, realocar recursos ou gerenciar insumos", explica José Roberto.
O empresário lembra que esse é terceiro projeto de Inovação do qual a empresa participou nos últimos seis anos. "Essa conquista é ainda mais especial e gratificante, por termos sido a única empresa classificada em Sergipe. Vale ressaltar que nós obtivemos conhecimento dessa modalidade de projeto mediante o nosso convívio no SergipeTec, cuja participação foi fundamental em todo o processo, e também no desenvolvimento e ampliação dos nossos negócios, orientando-nos a novos horizontes e mercados", destaca.
De acordo com o gestor de Negócios, do SergipeTec, Marcelo Dósea, um dos vários papéis do Parque Tecnológico é criar, desenvolver, e fortalecer a rede de contatos e de ideias entre as empresas de base tecnológicas, instaladas no local, e instituições de fomento e desenvolvimento de projetos (de produtos e serviços). "Essa conquista da Acone mostra a importância de acompanharmos e nos mantermos, sempre, atento às novidades empresariais, nas mais diversas áreas, inclusive, quanto às especificidades de regras e de submissão de projetos e editais de fomento", reforça.

Instalada no Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec), a Acone, empresa gerenciadora do Sistema Único de Saúde (SUS) em Sergipe, assina o convênio do Edital Fundeci - Produtividade e Competitividade, do Banco do Nordeste (BNB). Específico a inovações tecnológicas e organizacionais para incremento da produtividade e competitividade nos setores produtivos, o Edital visa fomentar, com recursos não reembolsáveis, projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação, por meio de convênios com instituições públicas e privadas, sem fins lucrativos.
Há 20 anos, a Acone atua na área de gestão e regulação do SUS, em Sergipe. De acordo com José Roberto Oliveira, sócio-administrador da empresa, a proposta é oferecer aos estados e municípios, de todo o país, ferramentas de gestão e regulação para o Sistema. "A execução do nosso trabalho é baseada em evidências, com o intuito de aproximar o paciente dos serviços de saúde, transformando as unidades de saúde pública em pontos sistêmicos, no qual o paciente poderá consultar, sempre, sua situação", frisa. 
Roberto reforça que isso é feito através de um serviço de informação de saúde único. "Fornecer aos gestores informações sobre esse fluxo de pacientes que utilizam o SUS, dando aos gerentes das unidades públicas de saúde [unidades básicas, diagnósticas ou hospitais, na capital e do interior], a autonomia e liberdade suficientes e necessárias para planejar e ofertar serviços, definir seus orçamentos, realocar recursos ou gerenciar insumos", explica José Roberto.
O empresário lembra que esse é terceiro projeto de Inovação do qual a empresa participou nos últimos seis anos. "Essa conquista é ainda mais especial e gratificante, por termos sido a única empresa classificada em Sergipe. Vale ressaltar que nós obtivemos conhecimento dessa modalidade de projeto mediante o nosso convívio no SergipeTec, cuja participação foi fundamental em todo o processo, e também no desenvolvimento e ampliação dos nossos negócios, orientando-nos a novos horizontes e mercados", destaca.
De acordo com o gestor de Negócios, do SergipeTec, Marcelo Dósea, um dos vários papéis do Parque Tecnológico é criar, desenvolver, e fortalecer a rede de contatos e de ideias entre as empresas de base tecnológicas, instaladas no local, e instituições de fomento e desenvolvimento de projetos (de produtos e serviços). "Essa conquista da Acone mostra a importância de acompanharmos e nos mantermos, sempre, atento às novidades empresariais, nas mais diversas áreas, inclusive, quanto às especificidades de regras e de submissão de projetos e editais de fomento", reforça.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS