Sergipano radicado em São Paulo lança obra literária em Aracaju

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O sergipano Thiago Lee está radicado em São Paulo
O sergipano Thiago Lee está radicado em São Paulo

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 26/04/2019 às 23:06:00

 

Apesar de jovem, o sergipano Thiago Lee não brinca de escrever, embora sua habilidade desperte fortes emoções no leitor, ao elaborar histórias fascinantes que transitam entre o terror sobrenatural, ficção distópica e fantasia medieval. 
As editoras Andross e Rouxinol já publicaram   seus   contos   em   antologias,   tem   publicação   em   revistas   de   fantasia   como a Trasgo e Mafagalo, foi indicado ao Prêmio Strix 2015 e 2016 na categoria de contos, sendo também finalista do Concurso  Brasil em  Prosa 2015, realizado pela Amazon Brasil, além de fazer parte do cole?vo literário Zinescritos.
Autor   do   livro   "Réquiem   Para   a   Liberdade"   (2015),   que   traz   uma   narrativa   de   fantasia medieval, em 2017 lançou uma Antologia inspirada nos mitos de Cthulhu - Guerras Cthulhu.
Atualmente   é   apresentador   e   roteirista   no   podcast   de   literatura   "Curta   ficção",   além   de prestar serviço em "leitura crítica", especialmente para novos escritores. Possui formação em diversos cursos para criação, publicação, roteiro, revisão e tradução na área literária. 
O Homem Vazio - A obra premiada no I Edital de Publicação de Livros na Cidade de São Paulo, 2018, revela um autor atento ao seu tempo e o comportamento urbano.   A obra  de ficção traz ao leitor a história de um jovem comum que busca meios de sobrevivência após uma descoberta numa selva sem afetos.  Na trama o autor revela seu talento quando constrói uma narrativa plural que   fascina   pelo   suspense   e   a   capacidade   de   inserir   na   ficção,   traços   de   uma   possível "realidade semiótica", no socorro solitário que quase ninguém diz. Ao escolher a Cidade de São Paulo como cenário e personagens associativos, a atração pela leitura fascina em cada capítulo e promete surpreender o leitor com desfechos impactantes. Vale a pena mergulhar no talento inaugural de Lee, sergipano destinado ao sucesso. 

Apesar de jovem, o sergipano Thiago Lee não brinca de escrever, embora sua habilidade desperte fortes emoções no leitor, ao elaborar histórias fascinantes que transitam entre o terror sobrenatural, ficção distópica e fantasia medieval. 
As editoras Andross e Rouxinol já publicaram   seus   contos   em   antologias,   tem   publicação   em   revistas   de   fantasia   como a Trasgo e Mafagalo, foi indicado ao Prêmio Strix 2015 e 2016 na categoria de contos, sendo também finalista do Concurso  Brasil em  Prosa 2015, realizado pela Amazon Brasil, além de fazer parte do cole?vo literário Zinescritos.
Autor   do   livro   "Réquiem   Para   a   Liberdade"   (2015),   que   traz   uma   narrativa   de   fantasia medieval, em 2017 lançou uma Antologia inspirada nos mitos de Cthulhu - Guerras Cthulhu.
Atualmente   é   apresentador   e   roteirista   no   podcast   de   literatura   "Curta   ficção",   além   de prestar serviço em "leitura crítica", especialmente para novos escritores. Possui formação em diversos cursos para criação, publicação, roteiro, revisão e tradução na área literária. 

O Homem Vazio - A obra premiada no I Edital de Publicação de Livros na Cidade de São Paulo, 2018, revela um autor atento ao seu tempo e o comportamento urbano.   A obra  de ficção traz ao leitor a história de um jovem comum que busca meios de sobrevivência após uma descoberta numa selva sem afetos.  Na trama o autor revela seu talento quando constrói uma narrativa plural que   fascina   pelo   suspense   e   a   capacidade   de   inserir   na   ficção,   traços   de   uma   possível "realidade semiótica", no socorro solitário que quase ninguém diz. Ao escolher a Cidade de São Paulo como cenário e personagens associativos, a atração pela leitura fascina em cada capítulo e promete surpreender o leitor com desfechos impactantes. Vale a pena mergulhar no talento inaugural de Lee, sergipano destinado ao sucesso.