Inovação na Indústria Esportiva

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 04/05/2019 às 14:36:00

 

O Sistema de Madri para o Registro Internacional de Marcas da WIPO oferece aos proprietários de marcas esportivas uma maneira econômica e de fácil utilização para proteger suas marcas registradas nos mercados internacionais. Dessa forma, o sistema internacional de marcas comerciais apoia o crescimento dos negócios e reforça a confiança nos negócios; empresas com direitos de marca registrada podem construir uma vantagem competitiva e estão bem posicionadas para lidar com qualquer uso ilícito de seus direitos. Os consumidores também se beneficiam e podem ter certeza de que os bens e serviços de marca registrada que compram são autênticos, genuínos e seguros. Em suma, os direitos de marca registrada são benéficos para os negócios e para os consumidores.
Cabe destacar que os melhores atletas também estão participando do sistema de Madri. Muitos estão alavancando suas marcas pessoais (construídas em torno de seu sucesso esportivo) para gerar receita significativa por meio de contratos de patrocínio com grandes empresas esportivas e outras empresas. Reconhecendo o potencial de marketing significativo desses superstars, as empresas muitas vezes pagam milhões de dólares por personalidades esportivas de alto perfil para endossar seus produtos.
Ainda nesta questão do Sistema de Madri, vale salientar que muitas organizações esportivas também usam sua marca registrada e outros direitos de propriedade intelectual para alavancar o valor de sua marca, licenciando-as  a terceiros para produzir mercadorias, incluindo roupas, acessórios, calçados e muito mais. O time inglês Manchester United, por exemplo, tem um contrato de 10 anos, em vigor até julho de 2025, com a gigante de roupas esportivas, ADIDAS, com relação ao patrocínio técnico global e aos direitos de licenciamento de duas marcas.
Verifica-se então que as alianças estratégicas de marketing que agora existem entre organizações esportivas e grandes empresas de vestuário como ADIDAS, PUMA, ARMOR, entre outras, significam que os clubes e ligas esportivas estão rapidamente se tornando marcas globais de estilo de vida, à medida que os consumidores compram a imagem e os valores.
Um fato é relevante, conforme informações da Organização Mundial de Propriedade Intelectual (WIPO), os patrocínios esportivos são sustentados por direitos de marca registrada e podem ser extremamente lucrativos. Reconhecendo seu apelo global e poder como uma plataforma de marketing, empresas de muitos setores estão se voltando para o esporte para aumentar a conscientização de seus produtos entre os consumidores e impulsionar as vendas.

Saumíneo Nascimento

A Organização Mundial de Propriedade Intelectual (WIPO) apresentou dados da atividade global de patenteamento nos últimos cinco anos na indústria do esporte. Foram números revelados para o Dia Mundial da Propriedade Intelectual de 2019, comemorado no dia 26 de abril. Os dados revelam que a gigante norte-americana de esportes Nike é a empresa que mãos apresentou pedidos de patentes internacionais relacionadas a esportes através da WIPO.

No total, 2.078 solicitações relacionadas a esportes sob o Tratado de Cooperação de Patentesda WIPO (PCT) foram publicadas pela organização internacional em 2018, um aumento de 9% nos números de 2017 (1.900 pedidos de PCT) e um aumento de 41% em relação a 2014 (1.470 Aplicações PCT).

As principais empresas com pedidos de patentes no sistema PCT da WIPO no período de 2014-2018, foram as seguintes: Nike - 239 pedidos, Karsten Manufacturing Corporation - 77 pedidos, Empresa de Propriedades Inovadoras da 3 M - 44 pedidos, Sony Corporation - 43 pedidos, Icon Health & Fitness, Inc. - 43 pedidos, Enplas Corporation - 37 pedidos, Decatlhon - 28 pedidos, Golfzon Co., Ltd - 27 pedidos, Shenzhen Esmartgym ciência e Tecnologia Co., Ltd - 25 pedidos, e Parsons Xtreme Golf, LLC - 25 pedidos.

Os Estados membros da WIPO iniciaram o Dia Mundial da Propriedade Intelectual em 2000 para aumentar a conscientização pública sobre o papel da Propriedade Intelectual na vida diária e para celebrar a contribuição feita por inovadores e criadores para o desenvolvimento de sociedades em todo o mundo. O Dia Mundial da Propriedade Intelectual é celebrado anualmente em 26 de abril, data em que a Convenção que institui a WIPO entrou em vigor em 1970.

O tema deste ano foi "Reach for Gold: IP e Sports". Com isso ocorreram aproximadamente 400 celebrações planejadas por organizações que tratam da propriedade intelectual.

Vale ressaltar que os direitos de propriedade intelectual fundamentam e fortalecem o modelo financeiro de todos os eventos esportivos em todo o mundo. Além disso, os direitos de Propriedade Intelectual estão no centro do ecossistema esportivo global e de todas as relações comerciais que fazem os esportes acontecerem.

A presença da Propriedade Intelectual nos esportes pode ser confirmada pela sua presenção nos Jogos Olímpicos. A jornada da Propriedade Intelectual em cada edição dos Jogos Olímpicos começa cerca de 10 anos antes da chama olímpica deixar Olímpia na Grécia e chegar à cidade onde acende o caldeirão olímpico na cerimônia de abertura. Em todas as etapas dessa jornada, a propriedade intelectual é criada, comissionada, adquirida ou garantida de alguma forma. Pode-se dizer que o uso estratégico da propriedade intelectual e os direitos que protegem todos os ativos tangíveis e intangíveis associados aos jogos realmente garantem que eles ocorram. 

ESPORTES E O SISTEMA DE MADRI PARA REGISTRO DE MARCAS

O Sistema de Madri para o Registro Internacional de Marcas da WIPO oferece aos proprietários de marcas esportivas uma maneira econômica e de fácil utilização para proteger suas marcas registradas nos mercados internacionais. Dessa forma, o sistema internacional de marcas comerciais apoia o crescimento dos negócios e reforça a confiança nos negócios; empresas com direitos de marca registrada podem construir uma vantagem competitiva e estão bem posicionadas para lidar com qualquer uso ilícito de seus direitos. Os consumidores também se beneficiam e podem ter certeza de que os bens e serviços de marca registrada que compram são autênticos, genuínos e seguros. Em suma, os direitos de marca registrada são benéficos para os negócios e para os consumidores.
Cabe destacar que os melhores atletas também estão participando do sistema de Madri. Muitos estão alavancando suas marcas pessoais (construídas em torno de seu sucesso esportivo) para gerar receita significativa por meio de contratos de patrocínio com grandes empresas esportivas e outras empresas. Reconhecendo o potencial de marketing significativo desses superstars, as empresas muitas vezes pagam milhões de dólares por personalidades esportivas de alto perfil para endossar seus produtos.
Ainda nesta questão do Sistema de Madri, vale salientar que muitas organizações esportivas também usam sua marca registrada e outros direitos de propriedade intelectual para alavancar o valor de sua marca, licenciando-as  a terceiros para produzir mercadorias, incluindo roupas, acessórios, calçados e muito mais. O time inglês Manchester United, por exemplo, tem um contrato de 10 anos, em vigor até julho de 2025, com a gigante de roupas esportivas, ADIDAS, com relação ao patrocínio técnico global e aos direitos de licenciamento de duas marcas.
Verifica-se então que as alianças estratégicas de marketing que agora existem entre organizações esportivas e grandes empresas de vestuário como ADIDAS, PUMA, ARMOR, entre outras, significam que os clubes e ligas esportivas estão rapidamente se tornando marcas globais de estilo de vida, à medida que os consumidores compram a imagem e os valores.
Um fato é relevante, conforme informações da Organização Mundial de Propriedade Intelectual (WIPO), os patrocínios esportivos são sustentados por direitos de marca registrada e podem ser extremamente lucrativos. Reconhecendo seu apelo global e poder como uma plataforma de marketing, empresas de muitos setores estão se voltando para o esporte para aumentar a conscientização de seus produtos entre os consumidores e impulsionar as vendas.