Anão também é gente

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
De igual pra igual, sem meias palavras
De igual pra igual, sem meias palavras

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 07/05/2019 às 23:47:00

 

Rian Santos
riansantos@jornaldodiase.com.br
Todo mundo já ouviu 
falar em Itabaiani-
nha, a cidade dos anões. Olhando sempre de cima pra baixo, as redes nacionais de televisão capturaram horas e horas de imagens no interior de Sergipe, atraídas por um espetáculo de circo. 'Carretéis', curta metragem de Eudaldo Monção Jr, adota outra perspectiva. Ao invés de medir a estatura dos personagens e empunhar uma fita métrica em tom jocoso, o diretor demonstrou interesse sincero na história de cada um. Anão também é gente.
Em pouco menos de quinze minutos, tempo de sobra para ouvir homens e mulheres nascidos e criados no povoado de Itabaianinha, 'Carretéis' realiza a proeza de uma grande salto. O filme parte de um dado curioso, a numerosa população de anões da cidade sergipana, fruto do casamento consanguíneo entre primos, em passado distante, segundo matéria do jornal El País, para se ater na dor e na alegria comuns às pessoas de carne e osso.
Para tanto, Eudaldo teve de vencer constrangimentos e olhar além das aparências. Em conversa com o Jornal do Dia, à época das filmagens, ele afirmou estar ciente de pisar em ovos. 
"Nos últimos anos, diversos profissionais, dos mais variados meios de comunicação, foram até a localidade para filmar a cidade dos anões, com destaque para os programas humorísticos que colocam os pequenos moradores em situações constrangedoras, fizeram chacota. Isso atrapalhou muito nosso trabalho, principalmente na busca dos anões interessados em dar entrevista. Os pequenos moradores estão saturados com o assédio negativo. 'Carretéis' é um filme sobre direitos humanos e o foco do curta será justamente o modo de representação daqueles que dão simbologia à cidade".
Dito e feito. Agora, com a estreia de 'Carretéis' no Canal Futura, em uma série dedicada à diversidade de olhares, linguagens e narrativas audiovisuais de natureza documental, os anões de Itabaianinha falam de igual pra igual, sem meias palavras. 
'Carretéis' também está à disposição dos curiosos no endereço www.futuraplay.org

Todo mundo já ouviu  falar em Itabaiani- nha, a cidade dos anões. Olhando sempre de cima pra baixo, as redes nacionais de televisão capturaram horas e horas de imagens no interior de Sergipe, atraídas por um espetáculo de circo. 'Carretéis', curta metragem de Eudaldo Monção Jr, adota outra perspectiva. Ao invés de medir a estatura dos personagens e empunhar uma fita métrica em tom jocoso, o diretor demonstrou interesse sincero na história de cada um. Anão também é gente.
Em pouco menos de quinze minutos, tempo de sobra para ouvir homens e mulheres nascidos e criados no povoado de Itabaianinha, 'Carretéis' realiza a proeza de uma grande salto. O filme parte de um dado curioso, a numerosa população de anões da cidade sergipana, fruto do casamento consanguíneo entre primos, em passado distante, segundo matéria do jornal El País, para se ater na dor e na alegria comuns às pessoas de carne e osso.
Para tanto, Eudaldo teve de vencer constrangimentos e olhar além das aparências. Em conversa com o Jornal do Dia, à época das filmagens, ele afirmou estar ciente de pisar em ovos. 
"Nos últimos anos, diversos profissionais, dos mais variados meios de comunicação, foram até a localidade para filmar a cidade dos anões, com destaque para os programas humorísticos que colocam os pequenos moradores em situações constrangedoras, fizeram chacota. Isso atrapalhou muito nosso trabalho, principalmente na busca dos anões interessados em dar entrevista. Os pequenos moradores estão saturados com o assédio negativo. 'Carretéis' é um filme sobre direitos humanos e o foco do curta será justamente o modo de representação daqueles que dão simbologia à cidade".
Dito e feito. Agora, com a estreia de 'Carretéis' no Canal Futura, em uma série dedicada à diversidade de olhares, linguagens e narrativas audiovisuais de natureza documental, os anões de Itabaianinha falam de igual pra igual, sem meias palavras. 
'Carretéis' também está à disposição dos curiosos no endereço www.futuraplay.org