Sergipe volta aos treinos de olho no Salgueiro

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O time do Sergipe deixou escapar a vitória contra o Fluminense e agora vai atrás dos três pontos contra o Salgueiro
O time do Sergipe deixou escapar a vitória contra o Fluminense e agora vai atrás dos três pontos contra o Salgueiro

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 13/05/2019 às 23:07:00

 

Givaldo Batista
givaldobs@yahoo.com.br
Depois de um do
mingo de descan
so, jogadores do Sergipe retornaram aos treinos nesta segunda-feira (13) no estádio João Hora de olho na partida do próximo sábado às 20h00 no estádio Cornélio de Barros contra o Salgueiro. O time rubro divide com o próprio Salgueiro a liderança do Grupo A8 e o vencedor vira o turno na liderança da competição, dando um grande passo para a classificação. 
No caso do Sergipe, ao empatar em 2x2 com o Fluminense de Feira, o time rubro deixou escapar a oportunidade de assumir a liderança isolada do seu grupo. Para a partida contra o Salgueiro o treinador Betinho não poderá contar com o zagueiro Claudio Baiano, que foi expulso no último jogo. Na contrapartida, Betinho pode contar com os retornos do atacante Cleber e do lateral esquerdo Matheus, este já recuperado da lesão no joelho e o zagueiro Pirambu, também recuperado de lesão.
Sobre o empate em casa contra o Flu de Feira, o treinador Betinho minimizou os erros individuais e coletivos cometidos naquela partida. No primeiro gol, o goleiro Jonathas bateu roupa ao tentar segurar a bola no chute de Vicente. No segundo, o zagueiro Cláudio Baiano não conseguiu evitar o chute de Reinaldo. E ainda teve um pênalti a favor do Fluminense. O goleiro Jonatas defendeu e evitou a derrota do time sergipano. Mesmo assim Betinho preferiu valorizar o aproveitamento do setor ofensivo, que balançou a rede duas vezes com Kiko Alagoano.
- São situações de jogo. Do mesmo jeito que o nosso lado esquerdo foi ofensivo e saíram os gols. É lógico que você tenta mudar e corrigir isso, mas nem sempre é possível - explicou o técnico logo após o jogo, alegando que ainda não conhece o elenco totalmente e os jogadores estão sendo avaliados durante a competição e nos treinos do João Hora.
O técnico se disse satisfeito com a atitude da equipe, principalmente ao ficar com um jogador a menos após a expulsão de Cláudio Baiano. "A equipe está de parabéns pela entrega, sobretudo depois da expulsão, porque os jogadores tiveram que correr ainda mais. O Sergipe vai ter essa cara aí. Uma equipe que vai lutar até o final", avaliou o treinador.

Depois de um do mingo de descan so, jogadores do Sergipe retornaram aos treinos nesta segunda-feira (13) no estádio João Hora de olho na partida do próximo sábado às 20h00 no estádio Cornélio de Barros contra o Salgueiro. O time rubro divide com o próprio Salgueiro a liderança do Grupo A8 e o vencedor vira o turno na liderança da competição, dando um grande passo para a classificação. 
No caso do Sergipe, ao empatar em 2x2 com o Fluminense de Feira, o time rubro deixou escapar a oportunidade de assumir a liderança isolada do seu grupo. Para a partida contra o Salgueiro o treinador Betinho não poderá contar com o zagueiro Claudio Baiano, que foi expulso no último jogo. Na contrapartida, Betinho pode contar com os retornos do atacante Cleber e do lateral esquerdo Matheus, este já recuperado da lesão no joelho e o zagueiro Pirambu, também recuperado de lesão.
Sobre o empate em casa contra o Flu de Feira, o treinador Betinho minimizou os erros individuais e coletivos cometidos naquela partida. No primeiro gol, o goleiro Jonathas bateu roupa ao tentar segurar a bola no chute de Vicente. No segundo, o zagueiro Cláudio Baiano não conseguiu evitar o chute de Reinaldo. E ainda teve um pênalti a favor do Fluminense. O goleiro Jonatas defendeu e evitou a derrota do time sergipano. Mesmo assim Betinho preferiu valorizar o aproveitamento do setor ofensivo, que balançou a rede duas vezes com Kiko Alagoano.
- São situações de jogo. Do mesmo jeito que o nosso lado esquerdo foi ofensivo e saíram os gols. É lógico que você tenta mudar e corrigir isso, mas nem sempre é possível - explicou o técnico logo após o jogo, alegando que ainda não conhece o elenco totalmente e os jogadores estão sendo avaliados durante a competição e nos treinos do João Hora.
O técnico se disse satisfeito com a atitude da equipe, principalmente ao ficar com um jogador a menos após a expulsão de Cláudio Baiano. "A equipe está de parabéns pela entrega, sobretudo depois da expulsão, porque os jogadores tiveram que correr ainda mais. O Sergipe vai ter essa cara aí. Uma equipe que vai lutar até o final", avaliou o treinador.