Ocupe a Praça homenageia o artista Véio e terá programação em alusão ao sertão sergipano

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 13/05/2019 às 23:15:00

 

O Ocupe a Praça do dia 15 de maio homenageia um artista sergipano consagrado internacionalmente. O escultor Cícero Alves dos Santos, conhecido como 'Véio', foi um dos escolhidos em 2014 para participar da exposição comemorativa aos 30 anos da Fundação Cartier em Paris. Um ano depois, ele teve a sua obra exposta na Abadia de São Gregório, em mostra paralela à Bienal de Veneza. Em 2017, 'Véio' recebeu o Prêmio Itaú Cultural 30 anos, realizado para destacar artistas que impactaram o cenário cultural nas últimas décadas. No ano passado, ocupou os três andares do Itaú Cultural, em São Paulo, com a exposição "Véio: a Imaginação da Madeira".
O artista sergipano cobiçado no mundo inteiro, fundou o 'Museu do Sertão', no Sítio Soarte, localizado no município de Nossa Senhora da Glória. Lá, ele reúne um acervo de 17 mil obras que recontam os modos de vida e produção do sertanejo e preservam a cultura popular da região. No próximo dia 15, 'Véio' vem a capital aracajuana para ser homenageado pela Prefeitura de Aracaju, através do Núcleo de Produção Digital (NPD) Orlando Vieira, unidade vinculada à Funcaju. 
Essa será a primeira homenagem em Sergipe ao escultor, que estará presente para conversar com o público, a partir das 18h30, sobre o universo artístico dele. Esta edição do 'Ocupe a Praça' vem com uma programação genuinamente sertaneja. Ao lado de 'Véio', no Liquidifica Diálogos, Rafael Silva, o doutor em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), e Seichele Barboza, chef de cozinha especializada em gastronomia sergipana, farão um rico debate sobre o sertão. 
No dia 15, ocorrerá também a exibição de vídeo, inédito no Brasil, produzido pela Fundação Cartier para a exposição Histoire de Voir (Paris, 2012), além de filmes que compuseram a exposição no Itaú Cultural, 'Véio: a Imaginação da Madeira'. Para encerrar a noite de mais um Ocupe a Praça, acontecerá um "revival" do Rock Sertão com Naurêa, banda sergipana e internacionalmente conhecida. 

O Ocupe a Praça do dia 15 de maio homenageia um artista sergipano consagrado internacionalmente. O escultor Cícero Alves dos Santos, conhecido como 'Véio', foi um dos escolhidos em 2014 para participar da exposição comemorativa aos 30 anos da Fundação Cartier em Paris. Um ano depois, ele teve a sua obra exposta na Abadia de São Gregório, em mostra paralela à Bienal de Veneza. Em 2017, 'Véio' recebeu o Prêmio Itaú Cultural 30 anos, realizado para destacar artistas que impactaram o cenário cultural nas últimas décadas. No ano passado, ocupou os três andares do Itaú Cultural, em São Paulo, com a exposição "Véio: a Imaginação da Madeira".
O artista sergipano cobiçado no mundo inteiro, fundou o 'Museu do Sertão', no Sítio Soarte, localizado no município de Nossa Senhora da Glória. Lá, ele reúne um acervo de 17 mil obras que recontam os modos de vida e produção do sertanejo e preservam a cultura popular da região. No próximo dia 15, 'Véio' vem a capital aracajuana para ser homenageado pela Prefeitura de Aracaju, através do Núcleo de Produção Digital (NPD) Orlando Vieira, unidade vinculada à Funcaju. 
Essa será a primeira homenagem em Sergipe ao escultor, que estará presente para conversar com o público, a partir das 18h30, sobre o universo artístico dele. Esta edição do 'Ocupe a Praça' vem com uma programação genuinamente sertaneja. Ao lado de 'Véio', no Liquidifica Diálogos, Rafael Silva, o doutor em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), e Seichele Barboza, chef de cozinha especializada em gastronomia sergipana, farão um rico debate sobre o sertão. 
No dia 15, ocorrerá também a exibição de vídeo, inédito no Brasil, produzido pela Fundação Cartier para a exposição Histoire de Voir (Paris, 2012), além de filmes que compuseram a exposição no Itaú Cultural, 'Véio: a Imaginação da Madeira'. Para encerrar a noite de mais um Ocupe a Praça, acontecerá um "revival" do Rock Sertão com Naurêa, banda sergipana e internacionalmente conhecida.