TRT 20 promove hoje o seu 29º Leilão Unificado

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O leilão será realizado nos sede do TRT
O leilão será realizado nos sede do TRT

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 15/05/2019 às 22:42:00

 

O Tribunal Regional 
do Trabalho (TRT), 
da 20ª Região, realizará hoje (16), o seu 29º Leilão Unificado da Justiça do Trabalho. Serão levados a hasta pública, bens penhorados em diversas ações já transitadas em julgado nas 15 Varas do TRT em Sergipe e que não cabem mais recursos. Ao todo, serão 125 lotes contendo terrenos, imóveis, automóveis, mobiliário doméstico e comercial, eletrodomésticos, equipamentos para informática, material de construção, aparelhos de ar-condicionado, entre outros.
O leilão será realizado na forma presencial, no auditório do prédio amarelo do TRT, na Avenida Carlos Rodrigues da Cruz, no Centro Administrativo Governador Augusto Franco, bairro Capucho, em Aracaju e na modalidade eletrônica, através do site da Lance Leilões www.lancese.com. br. O interessado em participar na modalidade presencial deverá se cadastrar no local de realização do evento, apresentando RG e CPF ou procuração, se for o caso.
No Edital deste leilão, a exemplo de outros bens, consta o prédio em que funcionou durante muitos anos um jornal semanário, pertencente a Indústria Gráfica e Editora Nordeste Ltda, bem como máquinas e equipamentos do seu parque gráfico. O prédio, avaliado em R$ 11.800.000,00, terá lance inicial de R$ 3.540.000,00 e o dinheiro arrecadado com a venda do imóvel localizado na rua Porto da Folha, nº 1,116, no bairro Getúlio Vargas, em Aracaju, será utilizado para pagamento de dívidas com credores, entre eles, os mais de 100 funcionários que acionaram a Justiça do Trabalho e aguardam ansiosamente para receberem os seus direitos trabalhistas.
De acordo com o coordenador de leilões do TRT, Juiz Antônio Francisco de Andrade, o número de lotes poderá diminuir até a hora do leilão, pois vários bens poderão ser retirados da pauta, tendo em vista que os executados quitaram ou parcelaram suas dívidas. O bem vendido e superado o valor da dívida, o dinheiro remanescente será devolvido ao executado. "Os lances já podem ser ofertados via internet, através do site www.lancese.com.br, do administrador do leilão, Valério César de Azevedo Déda", ressaltou.

O Tribunal Regional  do Trabalho (TRT),  da 20ª Região, realizará hoje (16), o seu 29º Leilão Unificado da Justiça do Trabalho. Serão levados a hasta pública, bens penhorados em diversas ações já transitadas em julgado nas 15 Varas do TRT em Sergipe e que não cabem mais recursos. Ao todo, serão 125 lotes contendo terrenos, imóveis, automóveis, mobiliário doméstico e comercial, eletrodomésticos, equipamentos para informática, material de construção, aparelhos de ar-condicionado, entre outros.
O leilão será realizado na forma presencial, no auditório do prédio amarelo do TRT, na Avenida Carlos Rodrigues da Cruz, no Centro Administrativo Governador Augusto Franco, bairro Capucho, em Aracaju e na modalidade eletrônica, através do site da Lance Leilões www.lancese.com. br. O interessado em participar na modalidade presencial deverá se cadastrar no local de realização do evento, apresentando RG e CPF ou procuração, se for o caso.
No Edital deste leilão, a exemplo de outros bens, consta o prédio em que funcionou durante muitos anos um jornal semanário, pertencente a Indústria Gráfica e Editora Nordeste Ltda, bem como máquinas e equipamentos do seu parque gráfico. O prédio, avaliado em R$ 11.800.000,00, terá lance inicial de R$ 3.540.000,00 e o dinheiro arrecadado com a venda do imóvel localizado na rua Porto da Folha, nº 1,116, no bairro Getúlio Vargas, em Aracaju, será utilizado para pagamento de dívidas com credores, entre eles, os mais de 100 funcionários que acionaram a Justiça do Trabalho e aguardam ansiosamente para receberem os seus direitos trabalhistas.
De acordo com o coordenador de leilões do TRT, Juiz Antônio Francisco de Andrade, o número de lotes poderá diminuir até a hora do leilão, pois vários bens poderão ser retirados da pauta, tendo em vista que os executados quitaram ou parcelaram suas dívidas. O bem vendido e superado o valor da dívida, o dinheiro remanescente será devolvido ao executado. "Os lances já podem ser ofertados via internet, através do site www.lancese.com.br, do administrador do leilão, Valério César de Azevedo Déda", ressaltou.