Denarc prende dois suspeitos por tráfico de anabolizantes

Cidades

 

O Departamento de Narcóticos (Denarc), da Polícia Civil, confirmou ontem a prisão de dois suspeitos acusados de traficar anabolizantes por todo o Estado. Vinícius Genezio Cunha Nunes, 21 anos e Leonardo Silva dos Anjos, 27, foram presos em flagrante na noite desta sexta-feira, mas já eram investigados pelo Denarc pela venda irregular das substâncias, que são muito procuradas por alguns praticantes de musculação. 
De acordo com o delegado Osvaldo Resende, do Denarc, Vinícius já havia sido preso no dia de 18 de março deste ano, pelo mesmo crime de tráfico de anabolizantes, mas acabou posto em liberdade provisória pela Justiça. "Nós mantivemos as investigações e conseguimos provar que ele ainda estava comercializando. Prendemos Vinícius em flagrante, juntamente com seu comparsa Leonardo e apreendemos mais de 300 produtos irregulares", explica. O suspeito foi preso no apartamento onde morava, em um edifício de luxo no Bairro Atalaia (zona sul de Aracaju).
Ainda de acordo com as informações, Vinícius é apontado como um dos maiores comerciantes de anabolizantes do estado, notadamente o mais conhecido nas classes média e alta. Já o parceiro Leonardo Silva dos Anjos era o responsável por armazenar os produtos, em sua própria residência, no conjunto Orlando Dantas (zona sul). "Vinícius estava com uma máquina de cartão de crédito, ele não tem outra fonte de renda e era de origem humilde, e já estava se reestruturando somente com o tráfico de anabolizantes, para manter o padrão de vida que ele mantinha, um padrão de vida luxuosa", conta o delegado. 

O Departamento de Narcóticos (Denarc), da Polícia Civil, confirmou ontem a prisão de dois suspeitos acusados de traficar anabolizantes por todo o Estado. Vinícius Genezio Cunha Nunes, 21 anos e Leonardo Silva dos Anjos, 27, foram presos em flagrante na noite desta sexta-feira, mas já eram investigados pelo Denarc pela venda irregular das substâncias, que são muito procuradas por alguns praticantes de musculação. 
De acordo com o delegado Osvaldo Resende, do Denarc, Vinícius já havia sido preso no dia de 18 de março deste ano, pelo mesmo crime de tráfico de anabolizantes, mas acabou posto em liberdade provisória pela Justiça. "Nós mantivemos as investigações e conseguimos provar que ele ainda estava comercializando. Prendemos Vinícius em flagrante, juntamente com seu comparsa Leonardo e apreendemos mais de 300 produtos irregulares", explica. O suspeito foi preso no apartamento onde morava, em um edifício de luxo no Bairro Atalaia (zona sul de Aracaju).
Ainda de acordo com as informações, Vinícius é apontado como um dos maiores comerciantes de anabolizantes do estado, notadamente o mais conhecido nas classes média e alta. Já o parceiro Leonardo Silva dos Anjos era o responsável por armazenar os produtos, em sua própria residência, no conjunto Orlando Dantas (zona sul). "Vinícius estava com uma máquina de cartão de crédito, ele não tem outra fonte de renda e era de origem humilde, e já estava se reestruturando somente com o tráfico de anabolizantes, para manter o padrão de vida que ele mantinha, um padrão de vida luxuosa", conta o delegado. 

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS