Profissionais da Saúde de Lagarto são qualificados em curso de pós-graduação

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Prefeitura Municipal envia dezenas de servidores para se especializarem no Sírio-Libanês, um hospital de referência internacional
Prefeitura Municipal envia dezenas de servidores para se especializarem no Sírio-Libanês, um hospital de referência internacional

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 28/05/2019 às 10:32:00

 

Os servidores da Secre-
taria Municipal de 
Saúde, da Prefeitura de Lagarto, estão participando de uma pós-graduação promovida pelo Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP) do Hospital Sírio-Libanês, do estado de São Paulo. O município de Lagarto foi selecionado e inscreveu dezenas de profissionais da área da saúde no Curso de Especialização em Desenvolvimento da Gestão de Programas de Residência e da Preceptoria no SUS, que iniciou semana passada e tem suas aulas em Aracaju.
Com três aulas durante o mês e previsão de conclusão para dezembro de 2020, o projeto é uma parceria entre o Sírio-Libanês e o Ministério da Saúde e tem apoio do Ministério da Educação, Conselho Nacional de Secretários da Saúde e de várias instituições de Ensino Superior. Em Sergipe, é promovido pela Secretaria Municipal de Saúde da capital, Fundação Estadual de Saúde (Funesa) e Colegiado de Secretários Municipais de Saúde de Sergipe (Cosems/SE).
"Pelo porte e o número de servidores, podemos dizer que Lagarto foi bem contemplado com o curso. Vamos ter em breve servidores muito mais qualificados trabalhando em nosso município, capacitados pelo instituto de um hospital de grande referência no Brasil, um dos mais importantes da América Latina", comemorou a prefeita Hilda Ribeiro, que ainda destacou o fortalecimento da gestões regionais e das redes de atenção e educação em saúde.
A secretaria municipal de Saúde, Luiza Ribeiro, explicou que a Prefeitura inscreveu, inicialmente, dez pessoas, com uma lista de espera de mais dez. Mas atualmente há 11 alunos pelo município de Lagarto e os outros nove de Aracaju, completando uma turma de 20 pós-graduandos. "O objetivo é apoiar e qualificar a gestão de programas de residências e outras iniciativas educacionais, incluindo a graduação e as residências em saúde, a médica, multiprofissional e uniprofissional", detalhou.
Ana Carla é servidora da Prefeitura de Lagarto, da Área Técnica de Saúde da Mulher, e comemorou bastante a oportunidade de realizar a especialização. "Sempre tive vontade de me especializar em preceptoria no SUS, pois temos em nosso município a UFS e recebemos educandos em nosso ambiente de trabalho e precisamos fazer um feedback adequado", disse.

Os servidores da Secre- taria Municipal de  Saúde, da Prefeitura de Lagarto, estão participando de uma pós-graduação promovida pelo Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP) do Hospital Sírio-Libanês, do estado de São Paulo. O município de Lagarto foi selecionado e inscreveu dezenas de profissionais da área da saúde no Curso de Especialização em Desenvolvimento da Gestão de Programas de Residência e da Preceptoria no SUS, que iniciou semana passada e tem suas aulas em Aracaju.
Com três aulas durante o mês e previsão de conclusão para dezembro de 2020, o projeto é uma parceria entre o Sírio-Libanês e o Ministério da Saúde e tem apoio do Ministério da Educação, Conselho Nacional de Secretários da Saúde e de várias instituições de Ensino Superior. Em Sergipe, é promovido pela Secretaria Municipal de Saúde da capital, Fundação Estadual de Saúde (Funesa) e Colegiado de Secretários Municipais de Saúde de Sergipe (Cosems/SE).
"Pelo porte e o número de servidores, podemos dizer que Lagarto foi bem contemplado com o curso. Vamos ter em breve servidores muito mais qualificados trabalhando em nosso município, capacitados pelo instituto de um hospital de grande referência no Brasil, um dos mais importantes da América Latina", comemorou a prefeita Hilda Ribeiro, que ainda destacou o fortalecimento da gestões regionais e das redes de atenção e educação em saúde.
A secretaria municipal de Saúde, Luiza Ribeiro, explicou que a Prefeitura inscreveu, inicialmente, dez pessoas, com uma lista de espera de mais dez. Mas atualmente há 11 alunos pelo município de Lagarto e os outros nove de Aracaju, completando uma turma de 20 pós-graduandos. "O objetivo é apoiar e qualificar a gestão de programas de residências e outras iniciativas educacionais, incluindo a graduação e as residências em saúde, a médica, multiprofissional e uniprofissional", detalhou.
Ana Carla é servidora da Prefeitura de Lagarto, da Área Técnica de Saúde da Mulher, e comemorou bastante a oportunidade de realizar a especialização. "Sempre tive vontade de me especializar em preceptoria no SUS, pois temos em nosso município a UFS e recebemos educandos em nosso ambiente de trabalho e precisamos fazer um feedback adequado", disse.